Mídias Sociais em campanha, cuidado.

É inegável que as Mídias Sociais abriram um diálogo entre eleitores e candidatos. Como no caso de produtos e serviços, a política ficou mais acessível e o usuário da internet passou a se interessar mais por interagir com os políticos.

Essa interação proporciona ao eleitor a sensação de estar contribuindo, vivenciando diretamente os dia a dia da campanha e não apenas participando de comícios semanais.

Essa participação pode angaria não só votos, mas cabos eleitorais inesperados.

Mas como conseguir isso?

Não basta ter um perfil no Facebook ou no Orkut e sair enviando mensagens sem um objetivo específico para todos os possíveis eleitores.

Asseguro que depois da 10ª mensagem (se o eleitor for paciente) ele vai optar por ignorar o candidato, na melhor das hipóteses. A tecla “deletar” está sempre ao alcance da mão.

O uso das Mídias Sociais pode ser uma arma mais do que eficaz.

“Yes, we can”.

Quem não conhece essa frase na internet? Quem não se lembra da euforia dos americanos durante a campanha de Barack Obama?

A campanha dele foi um marco na história e mostrou ao mundo que ignorar a internet em uma campanha pode ser a diferença entre vencer e perder.

O perfil criado nas Mídias Sociais deve ser utilizado com sabedoria, para que, ao invés de conquistar eleitores, você não acabe perdendo inclusive amigos.

É importante compartilhar fatos interessantes, mas não bombardeie as pessoas com links do G1, Veja, Época e A Folha de São Paulo contendo notícias que você acha interessante.

O seu interesse nem sempre agrada a todos (se todos gostassem do verde, o que seria do vermelho?).

É claro que há assuntos de interesse nacional, mas, aqui entre nós, apenas no caso de a notícia ser absolutamente fresca, recém-publicada, as pessoas preferem ler e procurar as notícias que realmente lhe interessam.

E, caso a notícia seja realmente imprescindível para a vida do eleitor, tente não compartilhar um link seco, geralmente um e-mail com assunto: “Você tem que ver isso” e um link e uma folha em branco têm 99% de chances de ser considerado um vírus e deletado.

Mídias Sociais é uma preciosidade para promoção política, mas precisam ser estudadas e respeitadas, pois podem também se tornar o pior inimigo de um produto, serviço, marca ou político.

Seu comentário foi recebido, responderei assim que possível. Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s