O Orkut, vai acabar?

Ontem alguém me disse que o Google já está enviando mensagens, sugerindo que os usuários do Orkut transfiram dados para o Google+ e que isso, com certeza era porque o Orkut seria desativado.

Como eu tinha entrado no Orkut algumas horas antes e não tinha recebido nenhuma sugestão, fui verificar a informação e tentar obter uma resposta para esta pergunta.

Bem, o Google afirma, categoricamente, que não, eles não vão fechar o Orkut.

Mas, surpresa! Para aqueles que receberam a mensagem com sugestão de exportação de dados para o G+, fica aqui uma informação:

De acordo com Felix Ximenes, diretor de comunicação do Google Brasil, o Google+ NÃO é uma Rede Social.

“Não queremos competir com o Facebook. O Google+ é um grande gerador de tráfego para o Google e nossas ferramentas”.

Ximenes ainda afirma:

“O Google+ é uma ligação entre você e o resto da internet. Enquanto o Facebook quer trazer o conteúdo de outros sites para seu sistema, nós queremos integrar tudo o que o usuário quer achar na internet”.

E isso inclui até mesmo o arquirrival Facebook? Possivelmente.

Pode até ser que ele esteja dizendo a verdade, ou que esta seja uma excelente forma do Google disfarçar a estagnação do crescimento do filho caçula.

Mas com relação à migração de dados do Orkut para o Facebook, a explicação é simples, embora eu ache que a forma como eles elaboram suas estratégias seja um tanto confusa.

Mas vamos lá:

Logo que foi lançado, o G+ teve um aumento no número de usuários que surpreendeu os desavisados, cerca de 90 milhões de usuários em menos de seis meses…

Esse crescimento não foi devido a aceitação da nova “não” Rede Social, ou curiosidade dos internautas. O que acontece é que todo o usuário do Gmail recebeu “automaticamente” uma conta no G+.

Então, caso você tenha uma conta do Gmail e não saiba, fica a dica: Você tem uma conta no G+ também.

Depois desta “explosão” de crescimento, quando começou a depender de usuários “voluntários” para continuar a crescer, o G+ teve um momento inquietante de estagnação.

A comScore afirmou que os usuários passavam mais tempo no Myspace (sim, ainda existem usuários no Myspace) do que no Google+ e que no quesito “tempo” os usuários gastavam 8 minutos no MySpace, contra míseros 3 minutos no G+. Por mês! Isso sem contar que, ainda em contagem mensal, os usuário do Facebook gastam cerca de 405 minutos. Essa doeu, né Google!

Bradley Horowitz,  vice-presidente de gerenciamento de produtos do Google, afirmou que existe uma enorme diferença entre os dados da ComScore e os dados interno do Google.

Então, voltemos as estratégias para aumentar o número de usuários.

Alvo da vez:

Os milhões de usuários do Orkut.

Oferecendo a possibilidade de migrar dados do Orkut para o G+, o Google deve esperar que este usuário faça mesmo isso, mas não eu ele abandone o Orkut.

Ora, gente, vamos lá! Se você pode ter um perfil no Facebook, um no Orkut, um no LinkedIn, um no Twitter e etc. o que te impede de ter um no G+ também, sem que isso prejudique o Orkut?

Pergunta respondida?

Certo, mas para quem ainda não percebeu, o Google+ tem, sim, algumas vantagens sobre o Facebook:

  1. A Integração com os serviços do Google;
  2. A facilidade de gerenciamento de amigos;
  3. O sistema de compartilhamento direcionado;
  4. A interação com o Picasa, Dropbox e Instagram para o compartilhamento de fotos;

Mas, com ou sem vantagens o Facebook vai continuar por muito tempo como líder das Redes Sociais.

Vamos torcer para que esta competição traga apenas benefícios para os usuários.

Seu comentário foi recebido, responderei assim que possível. Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s