8 Dicas de combinação de cores para o seu site

As cores não são apenas bonitas, elas falam com a gente, caso contrário não haveriam cores favoritas, cores que devemos ou não utilizar em uma parede, na tinta para os cabelos, na maquiagem…

Cada cor tem seu próprio glamour e seu significado, sua beleza e sua profundidade e apenas uns poucos negam a força psicológica que elas possuem.

Não é por acaso que escolhemos roupas de cores mais vivas quando estamos felizes ou cores mais sombrias quando estamos tristes.

Quadros chamam a nossa atenção por suas combinações de cores e isso vale para tudo na vida.

Saber a cor adequada é um trunfo que poucas pessoas usam quando se trata de criar um site. Porquê? Não faço ideia, mas acredito que se deva ao fato de a maioria das pessoas não estar acostumada a pensar em um site com o mesmo cuidado com que pensa em uma loja física.

As combinações abaixo são uma ideia para que você torne o seu site ainda mais atraente.

Ao final, se gostou, compartilhe para que seus amigos também tenham acesso a essas ideais.

CORES 1 - ESPÍRITO SANTO

CORES 2 - ESPÍRITO SANTO

CORES 3 - ESPÍRITO SANTO

CORES 4 - ESPÍRITO SANTO

CORES 5 - ESPÍRITO SANTO

CORES 6 - ESPÍRITO SANTO

CORES 7 - ESPÍRITO SANTO

CORES 8 - ESPÍRITO SANTO

Anúncios

Entendendo as cores e suas combinações – Parte II

significado-das-cores

Vermelho

Vermelho é a cor da paixão, associada ao amor e considerada a segunda cor mais feminina, depois do rosa, que é uma variação do vermelho.

Mas o vermelho também é associado à raiva e ao sangue. Também está unido ao laranja e ao amarelo do fogo e geralmente é usado para definir perigo.

Os sinais de “Pare” são vermelhos para chamar nossa atenção, nos avisar que devemos tomar cuidado e olhar antes de seguir em frente.

O vermelho é dominante e, apesar de ser uma cor considerada feminina, quando associado ao preto cria uma combinação extremamente masculina.

O uso de comandos vermelhos, como no caso de um menu em um site, pode intimidar ou alertar o visitante.

site-vermelho

Laranja

Laranja ou cor de abóbora representa o calor sem ser agressivo como o vermelho.

A cor laranja pode retratar uma atmosfera divertida, é energético e passa uma sensação de calor sem o perigo que o vermelho implica.

Laranja também pode ser associado à saúde, como no caso da vitamina C encontrada nas laranjas.

site-laranja

Amarelo

O amarelo é associado ao sol e calor.

Quando usado com laranja, desperta um sentimento de diversão de verão.

Amarelo também pode ser associado com a covardia e medo, o que explica a expressão “fulano amarelou”.

Quando combinado com o preto, torna-se extremamente chamativo. Um bom exemplo disso são os táxis de diversos países. A combinação de amarelo e preto realmente chama a atenção.

site-laranja

Verde

Dizem que verde é a cor do dinheiro, por isso é associado à riqueza.

E como é também a cor das plantas, o verde também é associado ao crescimento e a saúde.

Combinado com azul, o verde perpetua saúde, limpeza, vida e natureza.

site-verde

Azul

Dependendo do tom do azul ele pode representar diferentes tipos de sentimentos, pensamentos e emoções.

Em imagens, tons de azul escuro podem causar uma sensação de tristeza.

Azul claro lembram p céu e a água, o que pode ser refrescante, livre e calmo. Um céu azul pode ser extremamente calmante. A água lava, limpa, purifica.

Azul pode representar frescor, renovação e promover o relaxamento.

site-azul

Roxo

Roxo é a cor da realeza.

Sua combinação com o vermelho pode ser associado com romance, intimidade, suavidade e conforto.

Roxo pode dar uma sensação de mistério, luxo e beleza, como no site abaixo.

site-roxo

Branco

Branco é associado à esterilidade, o que explica porque é a cor usada pelos médicos e em hospitais.

Branco também representa o bom e a santidade (isso explica o fato do vestido branco ser associado à virgindade da noiva).

Branco pode representar limpeza, suavidade.

site-branco

Preto

A cor preta, por ser o extremo oposto do branco que representa o que é bom, tende a ser encarada como uma representação do mal.

Preto representa a decadência, ansiedade (devido à escuridão, ao desconhecido e ao mal)

No entanto, apesar disso, o preto associado ao dourado, representa o luxo, com prata ou cinza, sofisticação, como no site abaixo.

site-preto

Enfim, estes dois posts foram apenas para ajuda-lo a conhecer melhor as combinações e significado das cores, de forma a que, ao escolher as cores do seu novo site, você tenha conhecimento suficiente para transformá-lo em um ambiente onde seu visitante se sinta bem vindo.

A combinação certa de cores pode causar muito mais efeito do que você imagina, estimulando o lado emocional do consumidor e se tornando algo lucrativo para você.

As cores de um site são tão importante quanto às imagens, atraem, conquistam. Pense nisso.

Boa sorte!

Cores e consumidores – Parte II

Cores e consumidores

A preferência pelas cores está ligada à faixa de idade, à cultura, ao clima, à moradia, à classe social ou mesmo à própria saúde. Sendo assim, para que a embalagem chame a atenção do comprador, estimule a renovação da compra e impulsione o consumidor a ficar fiel à sua marca, devem ser levados em consideração todos os fatores acima citados além do “despertar da atenção através da imagem colorida”, “a continuidade da atenção do consumidor sobre a embalagem” e “o efeito e a decisão do consumidor através da influência que a embalagem exerce”.

O produto está diretamente relacionado a vários elementos como “a imagem da marca”, “a imagem da indústria produtora”, “a qualidade do produto ou serviço”, “a utilidade do produto ou serviço”, “o preço” e “a presença do produto através de uma distribuição eficiente, bem como é influenciado pela “situação econômica”, “os esforços da concorrência”, “a publicidade”, a “promoção de vendas”, esforços de merchandising e “as técnicas de relações públicas. 

A embalagem é um fator de diferenciação por sua forma, cor e texto além de ser um veículo publicitário direto e atuante. Poderá, desse modo, sugerir o nível de qualidade de seu conteúdo, ou seja, deverá identificar rapidamente o produto, refletir a sua essência e a sua finalidade.

“Se o técnico conseguir que a embalagem desperte no comprador a vontade de manuseá-la, o elemento tátil, aliado à lembrança do produto,” ganhará um significativo mérito em relação às demais, pois tornará o produto facilmente distinguível entre os outros da mesma espécie.

As cores básicas são as que possuem mais força e nisso não está envolvido o julgamento estético, mas sim um estímulo fisiológico que pode mesmo alterar a respiração ou até modificar a pressão arterial. Já as cores suaves são o oposto.

Em suma: “as qualidades básicas que a cor pode oferecer à embalagem são: visibilidade, impacto e atração”.

O amarelo, o verde e o vermelho são consideradas visíveis em uma embalagem.

Existem fatores muito importantes que devem ser considerados embora estejam fora da embalagem propriamente dita, como o ângulo de visão, a clareza da apresentação e a capacidade de visualização rápida.

A luminosidade interfere em alto grau na visibilidade sendo a cor amarela a mais eficiente neste caso e em segundo a cor laranja. A cor branca, bem como os tons pastéis, devido sua luminosidade, dá a ilusão de maior tamanho pois há a ligação física entre tamanho e claridade, já com azul ocorre o oposto, pois a imagem é vista menor. 

Cores escuras dão a impressão de serem mais pesadas que claras. Um importante cuidado a ser tomado é no caso de cores que possibilitam um jogo óptico, formando pós-imagens negativas que prejudicam a visão e a compreensão.

Assim sendo, um display deve apresentar como qualidade primordial a harmonia de todos estes elementos para que possa integrar, eficientemente, os vários produtos expostos sem deixar de atrair o consumidor.

Em relação à cor na marca, mesmo estando sujeitas aos processos de mudanças, geralmente mantém-se fixas para que, uma vez memorizadas, constituam o pedestal da promoção de vendas, sejam como a presença do dono no produto. 

A cor dos anúncios na imprensa e nos cartazes são imprescindíveis pois atuam diretamente na sensibilidade do receptor aumentando a potência das sensações e impressões.

O anúncio de alta qualidade requer matizes suaves e de pontos contrastantes usando somente discriminações tonais. Deverá conter contrastes mais violentos se tiver como intenção um caráter mais dramático, ou seja, deve variar de acordo com o caso.

No caso dos cartazes comerciais, sua única função é a de produzir um impacto instantâneo, pois ele é feito para ser olhado rapidamente e, se não possuir clareza no significado da mensagem, pode se tornar negativo quanto aos efeitos da comunicação. Por isso deve ter desenho simples, seguir uma estrutura formal, as áreas serem compactas (sem acidentes de superfície) e possuir cores preferencialmente sem gradação.

Para letras a serem lidas à distância utiliza-se, de preferência, o amarelo e o azul.

Outros itens onde as cores refletem bons resultados são os catálogos, folhetos, mostruários, calendários, amostras, brindes, entre outros subsidiários da publicidade e do ponto de venda. “Dependendo do produto, catálogos e folhetos devem usar cores sóbrias, não muito fortes, para evitar a dispersão de memorização de produto apresentado.

Engajamento social e sua influência no Marketing Político

Marketing Político Digital

Em qualquer eleição (presidenciais inclusive) há certas coisas que se podem esperar quando se trata de alguns eleitores, apesar de existirem aqueles que são ativos na política, a maioria prefere ficar neutra ou indiferente e é aí que entra a necessidade de um marketing político envolvente.

Alguns eleitores acham que é perda de tempo se envolver com a política, outros acham que seu voto não faz diferença. Existem ainda os que sabem em quem vão votar, mas não se incomodam em falar sobre o assunto, nem se preocupam se podem ou não ajudar seu candidato.

Porque a cada eleição o povo se afasta mais da política? Qual o motivo de os comícios estarem cada vez mais vazios e a participação popular estar se tornando cada vez mais rara?

Um dos motivos é o fato de os políticos estarem cada vez mais desacreditados, os políticos do país estão afastando o povo da política.

Há poucos dias um amigo me disse: “Eu não gosto de política”. Ao que eu respondi prontamente: “Eu amo política, não gosto é de políticos”.

A verdade é que a política é uma ciência sedutora para quem a conhece em sua pureza, mas é verdade também que os políticos transformaram esta ciência em uma coisa feia.

Então, quem pode culpar o cidadão por não se interessar?

Mas o candidato precisa desse interesse, precisa desse apoio sutil, dessa propaganda que muitas vezes é mais efetiva que qualquer publicidade na TV.

Então, como criar um engajamento quando a política está tão desacreditada?

A palavra chave está aí: Acreditar.

Uma boa campanha de marketing tem como primeiro objetivo tornar o candidato “acreditável”.

A imagem do candidato pode até estar desgastada, mas um bom profissional de marketing entende tudo de restauração.

O Marketing comercial ajudando o Marketing Político

Nesse momento pode-se buscar idéias no marketing comercial.

Quando se busca um produto, o consumidor tem sempre as mais variadas opções de marcas, cores, preços, etc.

O que leva um consumidor a decidir pela marca X no lugar da marca Y, pode também levar o eleitor a escolher o candidato A no lugar do candidato B.

A escolha é pessoal, é claro, mas há  que fazer para influenciar esta escolha?

Claro que sim!

No caso do produto, isso pode ocorrer por causa de uma opinião de um amigo, de um familiar, por uma experiência boa relatada em um blog, por uma publicidade mais sedutora, existem diversos fatores que podem ser considerados influenciadores.

Na política é a mesma coisa, um vizinho, um familiar, um amigo, podem influenciar um, dois ou até os votos de uma família inteira.

Mas como chegamos até eles?

Os influenciadores são um grupo especial, cobiçado por qualquer político, e não estou falando apenas dos poderosos.

Alguns influenciadores são pessoas aparentemente comuns, com um grande número de amigos e conhecidos que valorizam sua opinião.

Pode ser o dono de uma farmácia ou uma arrumadeira politicamente ativa em sua comunidade, pode ser o patrão de um aluno influente em sua escola ou um popular motorista de ônibus.

Influenciadores podem estar onde menos se espera.

Muitos desses influenciadores são pessoas que se importam, que se interessam e que, por consequência, buscam informações atuais e as divulgam.

Então, podemos apostar que muitos deles podem ser encontrados na internet, em busca de mais e mais informações, curiosos para saber como anda a política em sua cidade, ávidos por descobrirem histórias sobre os adversários políticos de seus candidatos, ou simplesmente para confirmar que nenhum deles é bom o bastante.

O poder da marca

Pense no candidato como uma marca, ele precisa de uma mensagem forte e atraente, que provoque no eleitor a sensação de estar diante de algo (alguém) que vale a pena.

Essa mensagem também precisa ser coerente com a realidade do eleitor, precisa soar como algo possível, papável.

Não adianta prometer a lua… Quase todo mundo sabe que ela não está disponível.

No entanto, da mesma forma como uma marca tem dificuldade para atrair todos os consumidores, é difícil para o candidato satisfazer as expectativas de todos os eleitores.

Isso agregado ao fato de o político não poder prometer mundos e fundos, sem parecer um charlatão para os mais espertos, dificulta a campanha de forma considerável.

A sugestão é ouvir, anotar e utilizar tudo. Como?

Voltamos às Mídias Sociais.

Pesquisa de opinião, leitura de comentários, blogs e imagens.

Um bom monitoramento das Mídias Sociais pode ajudar o candidato a ter uma idéia do que o eleitor espera dele, já falei sobre isso antes.

Mas é o uso dessas informações e principalmente a possibilidade de transformar esses usuários das Mídias Sociais em aliados e, consequentemente, influenciadores, que faz uma boa campanha de Marketing Digital valer à pena.

Não é como bater de porta em porta, é melhor, é como bater de porta em porta sabendo exatamente o que dizer para agradar a dona da casa e fazer com que ela compre uma idéia.

Isso é quase um sonho para qualquer candidato.

Aplicar essa estratégia não é difícil, mas exige uma certa dedicação.

Boa sorte!

Cores, como elas influenciam as vendas?

Para a maior parte dos lojistas, vender é a arte da persuasão.

Embora existam diversos fatores que influenciam como e o que o consumidor vai comprar, uma das maiores influências vem, sem dúvida alguma, das cores.

Desde bebês as cores influenciam nossa vida, começando pelo fato de nossos pais acharem que meninos não vestem rosa e meninas não usam azul, seguindo pela atração das crianças por coisas de cores vivas, uma fase gótica na adolescência, o branco do vestido de noiva, enfim as cores estão no nosso dia a dia.

Nos Estados Unidos, uma pesquisa teve um resultado impressionante:

O pessoal do marketing reuniu 100 pessoas em uma sala, a cada um foi entregue papel e caneta e foi pedido que, ao final da apresentação, cada um escrevesse a primeira coisa que lhe viesse à mente.

Em um telão foi apresentada uma seqüência de imagens, durante 3 minutos, sem ordem ou tema específico, mas com predominância nas cores vermelho e branco.

Ao final 78% dos participantes tinham escrito a mesma coisa: Coca-cola.

Assustador, não é? Mas também muito real pois todos nós sempre associamos um cor a alguma coisa, seja o vermelho da paixão, o amarelo do ouro, o branco da paz ou o verde da esperança, seja uma determinada cor que nos faz lembrar um pessoa em especial…

Não importa. As cores são, definitivamente, um fator de influência na hora da compra. Tudo tem influência, mas como vemos no gráfico abaixo a aparência é primordial.

As cores e o marketing

No lançamento de um novo produto é preciso considerar que os consumidores colocam cor e aparência acima de qualquer coisa:

Importância para o consumidor na hora da escolha:

Cor e Marca

A cor, como no caso da Coca-Cola é o primeiro fator no reconhecimento de uma marca:

As cores e os consumidores

As cores são vistas como o mais poderoso fator na hora do design de um produto. Mesmo que isso não seja universal.

As cores que seduzem os consumidores no continente Americano são diferentes das cores que atraem, por exemplo, os consumidores da Índia.

Como as cores afetam nossos consumidores:

As cores também estão relacionadas aos locais para atrair um determinado tipo de consumidor:

Outras influências

As cores não são a única coisa que influenciam o comportamento de um consumidor. Em uma compra online aparência, palavras estratégicas e a conveniência afeta a necessidade de comprar.

O fator tempo

Velocidade, eficiência e conveniências são algumas outras razões, pelas quais os consumidores estão optando cada vez mais pelas compras online.

E neste caso, ter um site que rode alguns segundos mais lento do que o de seu concorrente por afetar consideravelmente a conquista de clientes.

O poder das palavras

Vendedores contam com a habilidade das palavras para provocar nos clientes algum tipo de emoção.

A palavra correta pode ser a diferença entre o consumidor comprar um produto idêntico em uma ou outra loja.

No caso da internet, na ausência de pequenos apoios como expressão corporal ou um sorriso mais simpático, palavras são tudo o que você tem para convencer o cliente.

É aí que entram as Landing Pages, mas isso a gente vê em um outro post.

Comentem o que acham dessa pesquisa e da influência das cores no Marketing Online.