Como converter os amigos de sua página pessoal no Facebook para fãs em sua Fan Page

Facebook Para marcar presença como pessoa jurídica no Facebook é melhor que você tenha uma Fan Page do que um perfil pessoal.

Esta semana recebi um e-mail que me pedia conselhos sobre como promover a Fan Page de um candidato, então decidi escrever este post, para ajudar quem tiver as mesmas dificuldades.

1 – Escreva uma mensagem curta e amigável Você precisa explicar claramente aos amigos que quer que eles “curtam” sua Fan Page. Diga a eles que gostaria de manter contato através de ambas as páginas, pessoal e profissional, de forma a criar uma relação mais interativa.

2 – Publique em sua Fan Page Não adianta você pedir que os amigos curtam sua página se você não tiver nada para oferecer nela.

3 – Atualize seu status Coloque a mensagem sugerida no item 1 em seu status. Não se esqueça de incluir a URL da sua Fan Page.

4 – Envie mensagens Não se acanhe, nem todo mundo sabe o que fazer em uma Fan Page, então envie mensagens dizendo a seus amigos o que e como fazer. Não envie a todos de uma só vez, o Fecebook não gosta de spam, considere fazer isso por grupos e vá enviando pouco a pouco.

5 – Crie uma capa atraente Chame a atenção ao compartilhar a foto de capa da sua Fan Page em seu perfil pessoal, isso chamará a atenção de seus amigos. Mais uma vez, não se esqueça de inserir a URL.

6 – Use o recurso de recomendação da Página Neste ponto espera-se que você já tenha uma boa quantidade de amigos que possam te ajudar a promover a página. Neste caso, vá em “compartilhar” na sua página e selecione os amigos que ainda não “curtiram” sua página.

7 – Crie um evento ou uma enquete Se você não pretende manter seu perfil pessoal essa é uma boa forma de chamar a atenção para sua Fan Page. Se você não for manter o seu perfil pessoal, decida-se por uma data para migrar de vez para sua Fan Page e crie um evento. Neste caso você também vai inserir a URL de sua nova página  e o anúncio ficará lá até a data marcada. É uma medida extrema, mas se for a última opção…

8 – Não se preocupe muito com que não curtiu sua página A questão aqui não é apenas números, são pessoas. Se eles não te seguiram na mudança de página, provavelmente não interagiam com seu perfil pessoal e nesse caso não vai fazer muita diferença.

Procure pensar à frente e começar a criar formas de conquistar novos fãs e amigos.

Boa sorte!

Posts relacionados:

Escolhendo as melhores Mídias Sociais

O tamanho perfeito das imagens nas Redes Sociais

Como criar um endereço pessoal no Facebook

Corrida para as mídias sociais

Anúncios

A força das Redes Sociais na política.

Esta é uma tecla na qual vou continuar batendo pois alguns exemplos são simplesmente impressionantes.

Alguns municípios brasileiros, aqueles que ainda podem contar com políticos realmente interessados em melhorias e progresso contínuo, poderiam seguir o exemplo da Islândia.

O país que tem uma renda per capita avaliada em US$ 39.025 (2010) e um PIB (Produto Interno Bruto) estimado em US$ 12,59 bilhões (2010), ficou recentemente conhecido por uma inovação em seu sistema de governo.

A Islândia foi o país primeiro país a utilizar Redes Sociais para que o povo pudesse participar da elaboração de sua nova constituição.

Você pode achar que é loucura e que isso não pode dar certo, mas, está errado.

O processo utilizado foi de uma simplicidade incrível e realmente funcionou.

O Governo da Islândia criou uma Fan Page no Facebook na qual os cidadãos podiam acompanhar todas as alteraçãos na Constituição, curtir e até sugerir cláusulas ou mudanças no documento.

Para incrementar ainda mais, foram criados perfis em outras Redes Sociais, os quais ajudaram a divulgar e atrair mais e mais participantes.

A competência da equipe de gestão de Mídias Sociais que esquematizou e gerenciou este processo é indescutível.

O infográfico abaixo mostra esse processo em detalhes.

É claro que não é tão fácil como parece, mas fica aqui minha sugestão: Que tal nossos políticos começarem a pensar em uma participação mais ativa por parte do povo?

Um município gerido com o auxílio dos eleitores pode funcionar tão bem quanto qualquer outro sistema.

Além de conquistar a confiança dos eleitores.

Pense nisso candidato.