Otimizando o seu vídeo para o YouTube

videos

A cada minuto, mais de 60 horas de vídeo são carregados no YouTube.

Sabendo disso você deve se perguntar o que deve fazer para que o seu vídeo se destaque em meio a tantos outros, certo?

Bem, você pode seguir alguns passos que irão ajudar o seu vídeo a aparecer nos resultados de busca e com isso aumentar as chances das pessoas o visualizarem.

A gente sabe que o Google sempre dá preferencia para conteúdo consistente e bem otimizado e quando se trada de vídeos é muito mais fácil de conseguir uma boa colocação nas páginas de pesquisa.

Porque?

Simples, há muito mais sites competindo com sites do que vídeos com vídeos.

Além disso já foi provado (não sou eu quem está falando, foi uma pesquisa da ComScore) que vídeos prendem a atenção do usuário dois minutos a mais do que um texto comum.

Mas para melhorar ainda mais o posicionamento aqui vão algumas dicas de otimização para vocês.

Crie um Sitemap do seu vídeo

Se o vídeo está no seu site o ideal é que você “mostre” ao Google onde ele se encontra criando um sitemap.

O sitemap é um arquivo XML, que ajuda o Google a indexar o conteúdo do site e isso vale também para o vídeo.

Converse com seu webmaster.

Use o YouTube

Mesmo que o vídeo esteja no seu site, você pode, e deve, coloca-lo no YouTube também.

Essa é, sem dúvida alguma a forma mais eficaz de alcançar o público.

Não se esqueça dos links

Eu gosto de bater nesta tecla (literalmente falando rsrs). Os backlinks ainda são a melhor forma de SEO e neste caso, se o seu vídeo possui um link para o seu site, cada vez que alguém compartilhar você estará ganhando.

Palavras chave

Ah sim, isso também é importante em vídeos.

Tente usar um título (h1) que chame a atenção, mas não se esqueça de que ele também deve conter sua palavra chave principal.

Quando for descrever o vídeo ou o motivo de tê-lo feito, lembre-se sempre de incluir palavras chave relevantes para o SEO do vídeo, mas o título continua sendo o mais importante, então pesquise, pense e decida por um título realmente relevante.

Lembre-se de utilizar no máximo 66 caracteres, caso contrário quando o link aparecer no Google o título não aparecerá completo.

Uma boa idéia é incluir a palavra “vídeo” o máximo de vezes possível pois a maioria dos usuários costuma utilizar esta palavra quando pesquisam.

URL

Se o seu objetivo não é apenas divulgar o vídeo, mas atrair os usuário para o seu site, não se esqueça de incluir a URL no texto de descrição do YouTube.

Texto de descrição do vídeo

É importante que você utilize este espaço para incluir mais palavras chave relacionadas ao vídeo.

Além disso ajuda o Google a entender o conteúdo do vídeo e classifica-lo da melhor forma.

Ok, eu vou repetir, inclua a palavra “vídeo” tantas vezes quanto possível, sem que isso torne o seu texto muito estranho.

Tempo de duração

O tempo de duração de um vídeo influi na opção do usuário de assistir ou não, se o vídeo for longo demais eles podem acabar desistindo de assistir.

Quantos vídeos do YouTube você já assistiu com mais de 5 minutos de duração?

Certo, cinco minutos já é tempo demais, experimente 3 e você irá agradar gregos e troianos.

Caso o conteúdo peça por algo mais extenso, experimente dividir em partes, se a primeira parte for interessante o bastante, o usuário irá procurar a segunda por conta própria.

Boa sorte!

Posts relacionados:

Quando o vídeo é mais do que uma simples opção de Marketing

Dicas de marketing viral – continuação

Guia de Mídias Sociais para pequenas empresas – Parte I

Corrida para as mídias sociais

Algumas sugestões do Google para otimização de imagens

 

Para tornar mais fácil a indexação de suas imagens você só precisa seguir as dicas do próprio Google:

  1. Use apenas formatos suportados pelo Google Imagens no seu site

Esses tipos de imagem incluem: GIF, PNG, JPEG, BMP, WebP, SVG, então certifique-se de que todas as imagens de seu site possuam esses formatos.

  1. Use palavras descritivas no nome do arquivo.

É trabalhoso? Claro que sim, mas se você descreve a imagem, a indexação fica mais fácil. Então esqueça nomes de arquivos como IMG864885112232584.jpg. As descrições são úteis quando um usuário está procurando por uma imagem.

  1. Use Alt Tags para descrever as imagens.
  2. As Alt Tags são importantes, primeiro porque explica ao Google o assunto da imagem e ele usa essas informações para fornecer aos usuários as melhores imagens sobre determinado assunto. Além disso, caso, por algum motivo a imagem não seja carregada no navegador, as Alt Tags fornecem uma descrição dela para o usuário. Aqui têm alguns exemplos de Alt Tags, boas e ruins:

Ruim: alt = “   “

Melhor: alt = “carro”

Melhor: alt = “Ferrari vermelha”

Evite Alt Tags longas ou confusas demais. OU a inserção de palavras chave relacionadas com seu site, mas não com a imagem;

  1. Uma descrição ou referência à imagem na página onde ela está inserida, em algum lugar perto da imagem ou a utilização de palavras chave semelhantes à Alt Tag e/ou ao nome do arquivo, o Google também recomenda a inserção de títulos descritivos e legendas.
  2.  Sitemap.

O Sitemap das imagens ajuda a equipe do Google a entender as imagens do seu site, assim como determinar o que são elas.

  1. Tamanho do arquivo.

Isso não é importante, pelo manos não com relação à indexação na pesquisa. Para o Google não faz diferença o tamanho da imagem se ela estiver devidamente otimizada.

  1. Proteja sua imagens.

Uma vez na web as imagens estão acessíveis a qualquer usuários e neste caso uma imagem pode se repetir incontáveis vezes na página de busca. Muitas vezes sem descrição de fonte original ou Alt Tags. Mas é importante que você tenha em mente que se quer que a sua imagem apareça nas buscas, quanto mais otimizada ela estiver, mais difícil será tirarem sua posição com uma cópia de sua própria imagem. Se você coloca uma imagem sem otimização e alguém copia, otimiza e disponibiliza em outro site, é muito provável que a imagem deste outro site tome o lugar da sua. Você também pode disponibilizar as imagens sob licença, isso exige que os usuários entrem no seu site o que ajuda no tráfego também.