Dicas para blogs B2B

BLOG-B2B

Se sua empresa atua no ramo B2B (business to business), uma ótima forma de estabelecer uma presença marcante na internet é ter um blog.

Como empresário você provavelmente gasta muito tempo pesando suas opções antes de tomar alguma decisão ou de investir dinheiro em um determinado produto ou serviço.

Utilizar um blog para mostrar o conhecimento que sua empresa possui em sua área pode torna-la conhecida além de fazer com que os clientes a conheçam melhor.

Para que você possa tirar o máximo de proveito das vantagens de um blog B2B, aqui vão algumas dicas:

Esteja disposto a investir

Um blog B2B não é um blog pessoal, portanto precisa ter uma aparência profissional.

Não utilize templates gratuitas, invista em um blog profissionalmente projetado e que esteja integrado ao seu site.

Diversifique

Não se prenda a assuntos gerais de sua empresa, os clientes gostarão de saber mais sobre os diversos aspectos de seus negócios, então mantenha um profissional que possa pesquisar sobre cada um dos departamentos da empresa para obter boas idéias para posts.

Ou talvez você possa solicitar ao chefe de cada departamento que contribua com um texto regularmente.

Seu público é diversificado

Considere que os leitores do blog estarão em diferentes fases do ciclo de compra e que possuem diferentes níveis de conhecimento sobre sua empresa, produto ou serviço.

Se o conteúdo for muito complexo, com textos técnicos demais, você pode acabar perdendo leitores.

Participe

Tire algum tempo para pesquisar blogs de outras empresas e leia, comente e até mesmo participe, se puder, com alguma postagem como convidado.

Se você se mantiver restrito ao seu próprio blog poderá perder oportunidades de fazer contatos e de expor seu blog.

Varie

O seu blog não precisa necessariamente ter apenas textos, você pode e até deve, utilizar recursos visuais, como infográficos, vídeos, apresentações de slides e até podcasts. E não se esqueça das imagens.

Links

Não se esqueça da importância dos links internos, então a cada post, tire alguns minutos para selecionar e criar uma lista de links relacionados.

Isso não só manterá o leitor mais tempo no blog, como ajuda com os mecanismos de busca.

Não fique parado

Você não pretende depender dos visitantes do seu site e dos mecanismos de busca para atrair novos leitores, certo?

Então não se acanhe, utilize Mídias Sociais e e-mails para divulgar seu material.

Então? Tem mais alguma sugestão? Envie para mim.

Boa sorte!

Anúncios

PPC x SEO

PPC-x-SEO

O que é PPC?

PPC (Pay per click) é um sistema de anúncios pagos na internet que funciona de uma forma muito mais segura e em conta que qualquer anúncio em jornais e revistas.

Nesse sistema você anuncia seu produto/serviço e paga apenas quando o usuário clica no anúncio, o que vai direcioná-lo para o seu site, caso o usuário veja o anúncio, mas não se interesse por ele, você não paga nada.

O Marketing Online há muito já ultrapassou o marketing tradicional em uma análise “custo-benefício”, isso ninguém pode negar.

Dependendo de onde você pretende anunciar, esse custo pode ser muito menor do que você imagina.

Vamos tomar como exemplo as campanhas do Google Adwords.

Google Adwords?

O Google criou uma forma de você conseguir um bom posicionamento em suas páginas de busca através de anúncio PPC.

No caso do Adwords, você cria sua campanha escolhendo entre apenas texto para as páginas de resultados de pesquisa ou anúncios mais elaborados, imagens e chamadas visualmente mais atrativas e que são veiculados em sites específicos como o Orkut, Youtube e outros conveniados.

Em seguida você seleciona suas palavras chave, ou seja, as palavras que são ligadas ao seu produto ou serviços e que irão fazer com que o seu anúncio apareça. Por exemplo: Selecionando palavras chave como “turismo” “praia” “férias”, sempre que alguém digitar essas palavras na caixa de pesquisa do Google Search, seu anúncio aparecerá como mostra a imagem abaixo:

Com esse sistema você pode direcionar sua campanha para um público alvo específico (homem, mulher, mais de 35, menos de 20, etc.) ou por localização geográfica (selecionando apenas o país ou estado que deseja alcançar). Com isso o desperdício de dinheiro é mínimo, além disso, o custo é incrivelmente em conta.

O PPC é a maior inovação em matéria de marketing, principalmente para pequenas empresas.

O que é SEO?

Já falei sobre isso, mas vamos recapitular: SEO – Search Engine Optimization é um conjunto de estratégia elaboradas para tornar seu site mais visível pelos mecanismos de busca e, consequentemente, deixa-lo mais acessível aos usuários.

Qualquer pessoa com um mínimo conhecimento de pesquisa no Google, sabe que um site na 4 ou 5 página de resultados dificilmente é visualizado. As pessoas não gostam de passar da primeira página quando estão fazendo uma pesquisa.

Por isso a importância de ter seu site na primeira página de resultados de pesquisa.

Para conseguir isso é necessário que o seu site esteja preparado, otimizado.

As estratégias de SEO consistem em uma combinação de métodos que incluem modificações on e offpage.

É um sistema de trabalho que exige paciência pois ao contrário do PPC, seu efeito não aparece da noite para o dia, mas, também ao contrário do PPC, seu efeito é muito mais duradouro e o investimento é único.

O ideal?

Se você está começando um negócio ou precisa de um retorno imediato, meu conselho é que você utilize, inicialmente as duas técnicas.

Comece com o PPC enquanto o SEO é elaborado, invista pouco mais de forma que seja efetiva para o seu objetivo, procure conseguir um cupom promocional do Google Adwords (você pode ganhar até R$150,00 para utilizar em sua campanha), crie um anúncio em display e direcione de forma correta.

Quando a campanha estiver no fim o seu site provavelmente já estará bem posicionado na pesquisa orgânica.

PPC x SEO?

Não perca tempo tentando decidir.

Boa sorte!

Perguntas que toda pequena empresa deve fazer sobre Otimização

Pequenas empresas

Sua pequena empresa está presa a estes problemas?

  • Tempo;
  • Orçamento;
  • Elaboração de conteúdos

Você se questiona sobre como manter um bom conteúdo e um site sempre ativo e atualizado?

A maioria do pequenos empresários acreditam ter esses problemas, mas a questão é:

Você acredita mesmo que pode gerar lucros sem um investimento à altura?

É uma questão de cultura.

O empresário brasileiro tem por hábito acreditar que pode conseguir lucros enormes com pouco investimento e a maioria acaba em um circulo vicioso: investimentos pequenos – lucros pequenos – investimentos pequenos – lucros pequenos…

Alguns chegam a um ponto em que não sabem como sair desse círculo e ficam nele por anos, reclamando do faturamento da empresa, sem compreender o que está errado.

Enquanto outros acreditam que o investimento erado pode trazer o lucro certo. Não pode.

Outro dia um cliente comentou comigo que iria parar de investir na divulgação através das Mídias Sociais.

“Não vai dar resultados mesmo.”

Isso depois de apenas um mês de investimento.

Daqui a algum tempo, quando perguntarem para ele, provavelmente dirá que investiu em Mídias Sociais, mas não deu certo.

Retorno imediato, nos dias de hoje, não existe, a mens que você esteja preparado para investir uma fortuna de uma só vez.

Pequenas empresas não podem se dar esse luxo, então o ideal é investir pouco, mas de forma continua e esperar pelos resultados que, eu garanto, vão aparecer.

Alguns empresário acham que podem lidar com seu sites por conta própria.

A realidade acaba se mostrando diferente.

O primeiro engano está no fato de acreditar que utilizar as Mídias Sociais para divulgar uma empresa é criar um comentário semanal sobre algum produto em promoção e postar no G+, no Facebook e no Twitter.

Não é tão simples assim, mas talvez até funcione no início, mas isso é raro.

Mas será que existe uma solução para isso?

Não.

Você pode tentar alguns truques, mas retorno realmente significante exige um investimento razoável.

Aqui estão algumas dicas que você pode usar para melhorar a otimização do marketing da sua empresa/site.

Primeiro vamos a algumas questões importantes

Você está conseguindo fazer com que sua campanha de marketing gere lucros? É essa a sua intenção? Sua empresa tem uma página no Facebook? No Twitter? Você já conseguiu lançar alguma promoção válida em alguma Mídia Social? Já tentou enviar malas diretas com links direcionando ao site da empresa?

Analitcs

A primeira opção é uma análise para você poder ter alguma noção das taxas de aceitação ou rejeição, conversão e tempo que o visitante gasta no site. Não se esqueça de que alguns contatos podem ser feitos por telefone, então solicite uma análise das chamadas também.

Público Alvo

O que você realmente sabe sobre o seu público alvo? Há quanto tempo você não faz uma análise das mudanças de público alvo de sua empresa? Talvez seu público não seja do tipo que usa Facebook, por mais que o Facebook seja popular, algumas pessoas preferem o Twitter, o Orkut, ou Feeds de notícias semanais.

Se você não tem essas informações, mande fazer um levantamento. É importante que você tenha certeza de que está investindo no público e na Mídia Social certa.

O que realmente interessa

Não adianta você fornecer um bom conteúdo, mas que não oferece ao visitante as informações que eles querem ou da forma como eles querem.

Você pode tentar descobrir isso através do seu blog, do site ou até mesmo das Mídias Sociais. O importante aqui é perguntar e obter respostas que te ajudem a melhorar o acesso ao site de sua empresa e consequentemente as vendas.

Conteúdo

É aqui que a coisa fica feia para a maioria das empresas.

É importante que o conteúdo seja bem escrito e que exponha sua empresa, seu produto ou serviço com o grau certo de paixão. Mas apenas isso não é suficiente.

A pessoa responsável pelo conteúdo do blog, do site e das Mídias Sociais, tem que ser um bom escritor, sim, mas precisa também conhecer os fundamentos básicos da otimização (SEO) de conteúdo e ter tempo para trabalhar nisso.

Se não houver em sua empresa alguém que possa assumir essa função de forma efetiva, aconselho você a procurar uma agência que possa suprir essa falha.

No caso de uma terceirização, ainda assim será necessário que você tenha alguém, pode ser você mesmo, que se dedique a, pelo menos uma vez por semana, ler o conteúdo e até mesmo fornecer mais material para o copywriter.

Aqui entra novamente a questão do orçamento e da dificuldade do empresário brasileiro em investir.

Mas aqui voltamos ao circulo vicioso: sem investimento não há retorno, sem retorno, não haverá mais investimento.

Caso decida por terceirizar a geração de conteúdo, a otimização ou o gerenciamento de suas Mídias Sociais, entre em contato conosco, temos pacotes especiais para micro e pequenas empresas.

Boa sorte.

Links relacionados:

Dicas de otimização para quem não gosta de atualizar conteúdo

Otimização: Termos usados e seus significados

A pirâmide de sucesso da Otimização de Sites

Erros na otimização de sites