Marketing Digital, porque parece tão complicado?

marketing-digital

No começo a pergunta era: “O que é Marketing Digital”?

Esta pergunta levou algum tempo e diversos post por marte dos especilistas em Marketing Digital, para ser respondida.

Então veio uma nova pergunta: “Qual a melhor forma de divulgar um site na internet”?

Esta criou uma série de discussões a respeito do assunto, especialistas em Marketing afirmavam que uma campanha no Google Adwords era a melhor forma de divulgação, enquanto os especialistas em SEO, afirmavam que o melhor era otimizar o site para que ele fosse divulgado gratuitamente nos mecanismos de busca.

Atualmente a pergunta mais pertinente é: “O que devo fazer para que a minha campanha de Marketing Digital tenha bons resultados”?

Não há nada de complicado ou mágico em uma boa campanha de Marketing Digital, apenas boas técnicas, um bom acompanhamento e estratégias bem específicas.

Mas antes de se preocupar com “como sua campanha está sendo vista” preocupe-se com o objetivo dela.

Não adianta criar uma excelente campanha se você mesmo não sabe extamente o que quer dela.

Vendas, divulgação, tráfego…

Se o seu objetivo é tudo isso, a campanha provavelmente não vai funcionar direito.

Vendas, divulgação e tráfego podem estar intimamente relacionados, mas você não vai conseguir os três se não mirar em um deles de forma específica.

Então a primeira coisa a fazer é definir seu objetivo.

Vendas

O que você precisa fazer se o seu objetivo é vender um produto específico?

Em primeiro lugar, não adianta trazer o visitante até o seu site e o deixar perdido na página principal para que busque o produto por conta própria. Ele provavelmente vai acabar desistindo (em uma porcentagem de 6×5 para mais).

Então selecione o produto, ou produtos, nunca mais do que três e sempre diferentes uns dos outros, por quê?

Se o visitante chega ao seu site por causa de um anúncio de uma TV LCD 42 polegadas da marca X e encontra mais três modelos das marcas W, Y e Z, ele pode ficar na dúvida e acabar decidindo procurar em um site que não o confunda.

Então selecione, por exemplo, uma TV, um DVD e um Refrigerador. É muito pouco provável que o visitante se sinta confuso neste caso, mas é possível que acabe levando a TV e o DVD por estarem juntos e em oferta.

Crie uma Landing Page (Página de Conversão, ou de Aterissagem se você preferir) de forma que o visitante caia diretamente na página que lhe interessa e não tenha que ficar procurando o produto do anúncio.

Divulgação

Você precisa que as pessoas coneçam sua marca, produto ou serviço?

Ninguém faz nada de graça, pelo menos não com frequência ou não muitas pessoas, então se o seu objetivo é estimular as pessoas a divulgarem seu site ofereça algo.

Tudo depende da área em que você atua, não é preciso grande coisa para estimular seus clientes, um e-book, um brinde, um desconto…

A divulgação expontânea de um site pelos clientes depende exclusivamente de ele oferecer bons produtos, bons serviços e/ou um pequeno estímulo.

Se o seu objetivo é divulgar, não basta que seu anúncio seja exibido em cada página do Google, se você espera apenas isso, vai se decepcionar, pois divulgação boa é aquela que é feita não apenas por anúncios, mas pelos clientes e visitantes.

Prepare uma campanha que estimule as pessoas a compartilharem seu anúncio, dessa forma a divulgação será completa.

Tráfego
O tráfego em si é o mais fácil de conseguir e na maioria das vezes é um objetivo secundário, mas se você apenas deseja que as pessoas entrem e conheçam seu site, sua campanha é relativamente fácil de gerir.

Sua campanha deve ser direta e sem muitos floreios, você quer que o usuário siga uma direção, basta indicar o caminho e pronto.

É claro que para entrarem no seu site eles precisam de um objetivo melhor, ninguém segue uma estrada apenas por seguir, eles a seguem para alcançar um objetivo, para apreciarem a paisagem ou para se divertirem no caminho, mas nunca apenas pelo caminho em si se ele não tem nada a oferecer.

Não basta você dizer “venha conhecer nosso site” pois a primeira coisa que passa pela cabeça do usuário é: “Porque eu faria isso?”

Sim, por quê? Você não entra em uma loja apenas por entrar, entra porque algo lhe chamou a atenção na vitrine e você quer ver mais de perto, porque alguém lhe disse que aquela loja tinha algo que poderia lhe interessar ou porque os preços eram bons.

Muitas vezes quando o vendedor vem atender, você apenas diz: “Estou apenas olhando.”

Mas o que deve importar para o proprietário da loja é que você chegou até ali.

Então, para conseguir tráfego para o seu site tudo o que você precisa fazer é unir a estratégia de venda e divulgação.

O resto… Acontece naturalmente.

Boa sorte!

Conteúdo x Link Building

disputa

Antes de falar sobre o porquê de o conteúdo ser mais importante do que a troca de links, vou explicar o que é a troca ou construção de links (Link Building)

Os mecanismos de busca ainda dão importância aos Links na hora de classificar o seu site, é claro, mas esse sistema além de ser mais complexo está deixando de ser tão importante.

A troca de links hoje em dia é oferecida na internet como produto, alguns sites vendem o direcionamento de links para o seu site.

Com isso você ganha em popularidade, é verdade, mas a que preço?

Existem alguns sites que vende links e conseguem posicionar o seu site de forma rápida, mas alguns desses links são desfeitos poucos meses depois e você começa a perder posição, sem saber porquê.

Links realmente válidos são aqueles que você consegue por esforço próprio, que você ganha por mérito e isso não é fácil.

Considerando isso vamos analisar a importância do conteúdo e suas vantagens.

O conteúdo é mais fácil de ter seu valor avaliado

Como eu disse antes, existem muitos sites vendendo links, mas como você pode avaliar o valor desses links? Ainda que eles consigam melhorar seu posicionamento nos mecanismos de busca, como saber o real valor deles? Difícil, não é?

Com relação ao conteúdo é algo que você pode avaliar, tanto com relação à qualidade quanto com relação ao retorno gerado.

Compartilhamentos, Likes, RT, comentários, tudo isso são formas de avaliar o seu conteúdo.

O conteúdo é aquilo que você está vendo.

Qualquer retorno é natural

Os links gerados pelo conteúdo são naturais quando se trata de compartilhamento nas Mídias Sociais.

É mais ou menos assim: Você divulga seu conteúdo, o usuário lê, gosta e compartilha criando links para este conteúdo.

Além disso você mesmo pode compartilhar este conteúdo em suas redes sociais.

Os links naturais ainda são mais confiáveis, uma vez que veem espontaneamente e mais duradouros, visto que muitos links comprados tem prazo de validade.

Redatores x SEOs

Encontrar bons SEOs com capacidade para construir links duradouros é difícil e todo o processo é demorado, mas ao contratar um bom redator não é tão difícil e o custo pode ser muito mais em conta.

Você pode procurar bons redatores em blogs e redes sociais e até mesmo analisar o material deles.

Agradando Gregos e Troianos

A construção ou troca de links vai se tornar cada vez menos importante, enquanto o conteúdo está se tronando cada vez mais relevante na hora dos mecanismos de busca avaliarem seu site.

Isso porque o conteúdo fala muito mais sobre a influência do seu site para os usuários do que qualquer link, fato que é de extrema importância para os mecanismos de busca.

E como eu disse antes, um bom conteúdo vai gerar links de uma forma ou de outra.

Boa sorte!