Algumas dicas sobre Marketing Online

A internet é como um imenso shopping center, com todos os tipos de pessoa, vendedores, compradores, especialistas em Marketing entre muitos outros.

Não existem muitas limitações para o potencial de negócios a serem realizados na internet, este potencial cresce diariamente e o grande alvo dos usuários é o Marketing.

Pensando nisso aqui estão algumas dicas básicas sobre o marketing na interne para você ter em mente.

Se você for proprietário de um site é muito provavelmente que queira acompanhar pessoalmente o desenvolvimento do marketing online de sua empresa. De outra forma, como poderá ter certeza de que o Marketing de sua empresa está funcionando como deveria?

Existem diversas coisas pelas quais os usuários buscam: informações, fotos de produtos, histórico da empresa, reputação e muito mais coisas.

Se você quer que o Marketing da sua empresa funcione deverá buscar formas de suprir as necessidades dos usuários.

Então, aqui estão algumas dicas de como fazer isso:

1 – Tenha um blog

Se você acha que é fácil, pense novamente. É difícil manter todos os dados de sua empresa atualizados diária ou semanalmente (mensalmente é impensável).

Digo impensável porque se você pretende manter atualizações mensais, seu blog será inútil.  A menos que você tenha uma quantidade enorme de artigos para publicar de uma só vez e eu não recomendo isso.

O Marketing através do Blog gera uma conexão com os usuários, oferecendo não apenas a você a oportunidade de ouvir seus consumidores, como a eles de se comunicarem com sua empresa. O blog também vai ajudar no SEO do seu site, se utilizado de forma a aproveitar suas palavras chave nos artigos.

Além disso o blog tem uma vantagem sobre o site. Enquanto no site você não pode ficar atualizando textos e inserindo imagens, não pode dispor de espaço para novidades do seu mercado, o blog atua como um espaço para tornar o seu site amigável para o Google.

O Google ama novos artigos, novas informações. Simples assim!

Então crie um blog para sua empresa!

Claro que para isso você vai precisar de um bom escritor. Meu conselho é que você escolha dentro de sua empresa uma pessoa capaz de elaborar bons textos. E claro, pague um extra pelo serviço, pois, acredite em mim, elaborar textos agradáveis e que cativem os usuários, não é fácil.

Ou contrate um profissional de fora, mas não se esqueça de manter-se atualizado e sempre atento ao serviço, pois, como dizia minha avó: “É o olho do dono que engorda o porquinho”.

Meu conselho é que você, de vez enquanto, leia alguns tutoriais e webnar sobre o assunto.

2 – Tenha certeza de que a aparência do seu site é agradável para os seus consumidores

Existe uma grande quantidade de sites por aí, alguns são ótimos, outros nem tanto… Mas o que isso tem haver com o seu site?  Tem muito, se você quer entender como as coisas funcionam precisa ficar de olho na concorrência e não só na concorrência dos seus produtos, mas na internet de forma geral.

Afinal, se um site, seja qual for o produto que ofereça, obtém sucesso na internet, ele deve ter algo que agrade aos usuários, então, você pode aprender algo com ele.

Um bom profissional de Marketing sabe que, apesar da beleza das novidades, às vezes o melhor caminho é aquele que já foi percorrido antes.

Você não deve perder tempo tentando “adivinhar” como o seu site deveria ser, simplesmente olhe por aí e descubra as milhares de opções que possui e que já faze sucesso. Aprenda com eles, mas não copie, crie um design próprio.

3 – Não pare no site

Muitas empresas acreditam que seus negócios estão bem quando o site está estabelecido. Acreditam que, uma vez que o site está lá e vai funcionar sozinho e de forma automatica.

Sinto decepcionar àqueles que acreditam nisso, mas… Não funciona assim.

Colocar o site online é apenas o primeiro passo (é claro que não estou me dirigindo àqueles que fazem questão de comprar um domínio e mandar desenvolver um site apenas para que o endereço www conste em seu cartão de visitas) mas, se não for o seu caso, após o primeiro passo você terá uma longa estrada pela frente.

O primeiro passo não te dará tudo, ele será apenas o início do caminho que te dará estabilidade de um ponto de referência.

Depois que você criar e estabelecer uma presença online, você precisa ter certeza de que essa presença será marcante o bastante para conseguir novos clientes.

O passo seguinte? Comece o blog! Crie perfis nas Redes Sociais e, principalmente, não esqueça a otimização do site, sem a qual tudo o que estou sugerindo ficará navegando sem rumo.

Lembre-se, não existem negócios sem investimentos e a internet é, atualmente um negócio muito rentável, então, não se acanhe, invista no seus site, no marketing online, você se surpreenderá com os resultados.

Não vou mentir para você, vai doer um pouco fazer um bom investimento em Marketing Online, digo um investimento correto, não um meio termo que acabará em nada.

Mas posso garantir outra coisa, o retorno compensa e, acredite, a longo prazo, doerá muito mais a falta de um bom sistema de divulgação.

Mas, ah, sim, você pode até evitar estes gastos agora, mas, cedo ou tarde, quando seus concorrentes estiverem conquistando todos os  clientes e o seu site estiver afastando cada vez mais os usuários… Poderá não ser tarde, mas, com certeza, o custo já terá se tornado muito mais alto.

Anúncios

Os 5 maiores erros em uma Loja Virtual

As vendas Online são atualmente um mercado em plena expansão, um comércio acessível no qual o consumidor começa a criar mais confiança.

Muitas vezes ouvi pessoas dizerem que tinham medo das compras online, que temiam a clonagem de seus cartões de crédito, que não confiavam nessa história de que eles não usariam seus dados depois…

Tudo isso está ficando cada vez mais para trás. Muita gente que não confiava em e-commerce começa a preferir a comodidade das compras online ao movimento dos shoppings.

Como aproveitar essa fatia do mercado da melhor forma possível?

Uma loja virtual significa uma filial aberta 24 horas por dia, sem gastos com vendedores.

As vendas online permitem que você aumente a sua área de vendas de um bairro ou uma cidade, para um estado, país ou para o mundo e isso em termos de conquista de novos clientes, não tem preço.

Mas montar uma loja virtual exige certos cuidados que vão muito além de ter um ícone de um carrinho de compras no canto superior direito do seu site.

Acreditar nisso é o primeiro erro que a maioria dos proprietários de lojas tradicionais comete.

Aqui estão alguns erros que você pode facilmente consertar, caso já tenha uma loja virtual, ou evitar cometer se estiver pensando em criar uma.

1 – Dificultar ou não facilitar o processo de contato entre o usuário e o site

Como citei antes, muitos usuários temem fazer compras online, pois uma vez que fornecem seus dados pessoais estão vulneráveis. Neste caso é ideal que você faça com que o usuário saiba que, caso haja algum problema, ele poderá entrar em contato e conversar com alguém.

Se as suas informações de contato não estiverem visíveis o bastante para deixa-lo confortável, ele pode acabar desistindo da compra.

Caso este seja o caso da sua loja virtual, inclua rapidamente as informações de contato ou coloque-as em um local onde os usuários possam identificar com facilidade. Coloque telefone, mesmo que não seja 0800, e-mail e, se possível, um sistema de atendimento online.

Quanto mais o usuário se sentir confortável, maior as chances dele, não só comprar o produto, como voltar mais vezes.

2 – Informações sobre o produto

Já falei sobre isso no post “Conteúdo, porque isso é tão importante?”, mas não custa insistir. O conteúdo é a principal ferramenta que você tem para apresentar o produto. Uma vez que o usuário não tem a chance de tocar, mover e até testar o produto, assim como não tem um vendedor para lhe explicar todas as vantagens da compra, é necessário que você ofereça uma descrição completa do produto.

Informe todas as configurações, cores, tamanho, peso, novas tecnologias, utilize frases do Manual de Instruções, se necessário, apenas não se esqueça de tornar o produto atraente além de técnico.

3 – Não dificulte a vida de seu cliente

Isso é um erro que muitas empresas cometem, tornam o processo de compra tão tedioso e longo que muitas vezes o comprador desiste no meio da compra.

Ninguém gosta de esperar em um fila para pagar por um produto e o processo demorado de finalização de compra se assemelha àquela fila de lojas em época de Natal.

Eu mesma já desisti de comprar um produto por causa disso e nem era culpa só do site, mas da conexão.

Então se você tem ou está pensando em colocar um processo longo de compra, esqueça. Opte pelo simples e rápido, suas chances de venda aumentarão consideravelmente.

4 – Sistema de busca interna

Se eu sei o que quero e não me refiro apenas a “uma barra de chocolate”, mas a “uma barra de chocolate recheado com cereja da Lindt”, espero poder acessar a busca do site, digitar o que quero e receber exatamente o que pedi.

Sendo assim, evite me oferecer tudo o que você tem cadastrado como “barra de chocolate” “cereja” e “Lindt”. E, principalmente, não me ofereça um filme chamado A Fantástica Fábrica de “Chocolates” ou o DVD da novela “Chocolate” com Pimenta.

Procure manter um sistema de busca prático e facilite a vida do seu usuário através de filtros de pesquisa.

5 – Frete

Uma das coisas que mais desestimula um cliente na Web é o custo abusivo de frete em algumas lojas virtuais. É claro que é um custo às vezes alto para a loja assumir sozinha, mas será mesmo preciso, o que parece ser o caso de alguns sites, tentar obter lucro através do custo do frete também???

Sim porque a empresa de correios é uma só (caso a loja não usa transportadora, é claro) então, neste caso como pode um site cobrar uma taxa de R$ 15,00 e outro cobrar R$ 36,00 pelo mesmo produto, mesmo sistema de envio e etc.?

O ideal também é você ter um sistema de cálculo de frete em sua loja, para que a pessoa saiba o que está pagando e quanto isso custará.

E, lembre-se, as grandes lojas estão sempre com promoções de frete grátis, principalmente para a região sudeste onde a quantidade de consumidores é maior. A concorrência aí é grande.

Por último mas não menos importante:

Não peça que o seu usuário cadastre os dados dele antes que ele tenha decidido pela compra, é claro, seria bom que este usuário deixasse seus dados para futuro contato, mas nesse caso, o que importa mais? Vender ou obter dados para um futuro e-mail marketing?

Você quer seguidores ou clientes?

Uma coisa importante ao efetuar o SEO do seu site é pensar exatamente onde você pretende colocar o botão “contato” ou “fale conosco”. E os botões de links com as redes sócias? Muitos proprietários de sites colocam estes botões no alto de cada página, dando a eles um espaço destacado.

Quando sugiro que modifiquem isso, que coloquem estes botões em uma barra lateral ou no rodapé, eles acham estranho, então, eis a pergunta:

Você quer seguidores ou clientes?

É um problema comum que acontece com muitos proprietários de sites. Eles estão tão preocupados em conseguir amigos / seguidores / fãs que esquecem do verdadeiro objetivo do site, que é converter visitantes em “leads” (futuros clientes) ou clientes.

Então a menos que o seu objetivo seja realmente aumentar os número de contatos em suas redes sociais, você deve começar a pensar em modificar algumas coisas e ser mais objetivo com relação ao que quer.

Mas se as Mídias Sociais são apenas uma forma de você obter mais visitantes e convertê-los em clientes, dar destaque aos botões de Redes Sociais é um desperdício de espaço útil.

Então que tal substituir os botões das redes sociais no alto das páginas em algo mais objetivo, que leve o visitante a agir?

É claro que você quer que seus visitantes curtam sua página no Facebook, mas o ideal é que o sistema seja Facebook – Curtir – Site e não Site – Curtir, Facebook. Quer dizer, eles podem entrar no site vindos do Facebook, mas porque enviá-los de volta?

Quando o interesse deles é voltado para o botão de rede social no alto da página, eles estão se afastando do “seu” objetivo, isso significa que você está perdendo seus clientes por não saber direcionar o interesse deles para o lugar certo.

Existem comentários de que a Mídia Social está substituindo o SEO, mas na verdade os dois estão mais ligados do que a maioria dos proprietários de site imaginam.

Você não precisa escolher entre um e outro, a maioria das campanhas bem sucedidas de Marketing integram ambos. Um conjunto de estratégias com todos os ingredientes para uma campanha vencedora.

 

25 palavras para fazer os visitantes do seu site agirem.

Os visitantes do teu site estão fazendo o que você gostaria que eles fizessem?

Eles estão fazendo download de livros, comprando, clicando nos links que você quer que eles cliquem?

Se a resposta é não, você está perdendo tempo em não corrigir isso.

O que fazer neste caso? Diga a eles o que fazer.

Não eu não estou brincando, você pode orientá-los a fazerem o que você quer. Esse é um truque que vem sendo usado com certa facilidade.

É engraçado, mas a maioria dos sites não se utiliza dessa técnica tão simples. Talvez por ser tão simples, as pessoas acreditem que não funcione, mas acredite, estão erradas.

Pesquisadores afirmam que quando os visitantes encontram determinadas parlavras, elas possuem um poder especifico que as levam a agir. São palavras que sugerem ação e que são bem sucedidas em estimular os visitante a agir em 72% dos casos; caso não haja nada que estimule o usuário a agir, esta mesma ação cai para 6% dos casos.

Isso lhe dá o que pensar, certo? É claro que você gostaria de aumentar o número de ações em seu site, então faça isso.

Aqui você vai encontrar algumas palavras com grande poder de ação, escolha as que mais convém ao seu site.

  1. Clique aqui
  2. Clique aqui para ver mais detalhes
  3. Baixe agora
  4. Download imediato
  5. Experimente agora
  6. Faça uma experiência gratuita
  7. Versão de teste gratuita
  8. Registre-se e receba sua versão de teste
  9. Cadastre-se agora
  10. Comece agora
  11. Nós te convidamos….
  12. Gostaríamos de saber sua opinião
  13. Peça agora enquanto ainda há tempo
  14. Peça agora antes que o estoque acabe
  15. Aguardamos seu pedido
  16. Com pressa? Ligue para _______
  17. Faça sua compra agora!
  18. Solicite nosso catálogo gratuito
  19. Estamos esperando sua ligação!
  20. Cadastre seu e-mail e receba cupons de desconto
  21. Está oferta é valida até…
  22. Satisfação garantida
  23. Peça agora
  24. Aproveite enquanto você ainda pode!
  25. Por pouco tempo!

Ai está, apenas algumas palavras para ajudar você a rever as ações do seu site.

Aproveite, corrija o que estiver errado, comece uma nova campanha.

Boa sorte.

E-book: Pequenas empresas, o que fazer online?


Muitas pequenas empresas estão perdidas na internet, algumas têm sites que nos fazem suspirar de tristeza (e algumas pessoas realmente se autodenominam “web designer”). Algumas têm bons sites, visualmente dinâmicos, agradáveis e com uma quantidade de informações que variam de quase nada a uma enciclopédia de coisas inúteis.

Ter um negócio que funcione também na internet é mais do que colocar um site online e esquecer dele, é mais do que ter em seu cartão de visitas um endereço eletrônico, é mais do que “estar na internet”.

Fazer um negócio funcionar na internet pede participação, atividade e atualizações constantes, interação com os clientes, estratégias de Marketing Digital, participação nas Mídias Sociais entre outros fatores importantes.

Enquanto analisava alguns sites fiquei imaginando se os proprietários dos sites, e das respectivas empresas, teriam alguma noção de quanto dinheiro estariam perdendo, ou se estes empresários utilizariam algum tipo de marketing não virtual para divulgar seus produtos e serviços. Claro, a propaganda é a alma do negócio, mas será que eles fazem alguma idéia da grande oportunidade que estão perdendo? Acho que não.

Então decidi escrever este livro para oferecer, a quem se interessar, a oportunidade de entender essa nova forma de divulgação e quais os benefícios ela pode trazer para os seus negócios.

Espero que goste, é minha primeira experiência e gostaria muito de oferecer um livro que realmente ajudasse você.

Clique no link e baixe o livro. Pequenas empresas, o que fazer online?

SEO não é santo milagreiro

Um bom serviço de SEO pode trazer diversos benefícios para o seu site e para a sua empresa. Pode ajudar a aumentar o número de visitantes, melhorar a visibilidade do seu site nos mecanismos de busca, construir fama em torno do nome da sua marca.

Mas existe algo que o SEO não pode fazer por você, não importa quanto dinheiro você invista, não importa quão bom seja o profissional que você contrate. A otimização Offpage não pode salvar um site ruim.

Resumindo, um site bom ou ruim depende da experiência do usuário ao navegar pelo site.

Aqui estão alguns exemplos de uma experiência ruim que o SEO não pode corrigir:

Navegação ruim

A otimização pode fazer com que seu site se torne atraente para os mecanismos de busca, mas se o seu site não for atraente para os visitantes, tudo isso será em vão, pois sem um bom site qualquer estratégia para criar link building terá sido inútil. Links sozinhos não irão converter os seus visitantes em clientes, isso é tarefa para o seu site. E para que os visitantes se transformem em cliente eles precisam navegar no site. Por quantas páginas eles terão que passar para conseguir o que querem? Ou para encontrar o formulário e deixarem seus dados (que é principalmente de seu interesse)? Um navegação rápida e organizada é muito importante. Seus visitantes sabem que ordem seguir? Seu site facilita a vida deles? Ou será que você os está fazendo pensar demais? Já comentei que o usuário da internet não gosta de pensar muito, ele quer que as coisas funcionem de forma a facilitar a vida deles. Seu site está fazendo isso? Se não, é bem provável que o seu visitante acabe indo parar no site do seu concorrente, se este for fácil de navegar.

Falta de conteúdo

O conteúdo é sem dúvida alguma a coisa mais importante em seu site. Este conteúdo é o que os motores de busca usam para “ler” o seu site e é o que convence os visitantes a agirem dentro dele. Se o seu site só tem um esqueleto de conteúdo, como você espera que o visitante confie nele o suficiente para fazer negócios com você?

Você não pode simplesmente colocar meia dúzia de palavras com descrição do conteúdo, você precisa descobrir o que os visitantes esperam encontrar a mais no seu site.

Páginas desorganizadas

O oposto de não ter conteúdo suficiente é ter excesso de informação, imagens, anúncios, vídeos… Isso confunde o visitante e pode acabar arruinando a possibilidade de transformá-lo em cliente.

Você deve fazer com que seja fácil para o visitante encontrar a informação de que precisa.

Não precisa assustar o visitante com textos longos ou informações desnecessárias.

Lembre-se, o objetivo final é converter o visitante em cliente.

Procure dar a ele o que ele quer sem sufoca-lo com informações, seja sucinto e claro nos textos, nunca cansativo.

Em poucas palavras: O que é a Otimização?

SEO é um acrônimo para Search Engine Optimization  (Otimização para os mecanismos de busca), mas simplificando, podemos dizer que SEO é o processo  para fazer com que o seu site tenha uma posição melhor nas páginas de pesquisas dos mecanismos de busca do que os sites de seus concorrentes.

Então, porque SEO é importante?

A importância dos mecanismos de busca.

Os mecanismos de busca são de grande importância para você conseguir um tráfego de visitantes em seu site, se você tiver o conteúdo certo. As pessoas que navegam na internet quase sempre procuram por informações das quais eles precisam. Se você tem esta informação mas não a mostra quando eles procuram, então o seu site é quase inútil.

Chave para a visibilidade

SEO torna  seu site mais visível para os usuários da internet. O Marketing é usado para atrair pessoas para o seu site, para que elas vejam o que você está vendendo ou promovendo. SEO é como fazer marketing nos mecanismos de busca. É uma excelente forma de dizer as pessoas que usam os mecanismos de busca:  “Ei, olhem, eu tenho o que você precisa!” E acredite, a maioria, se não todas as pessoas que usam a internet, usam os mecanismos de busca.

 E agora?

Basicamente o SEO é isso. SEO é facilitar para as pessoas encontrarem você.

É fazer marketing com palavras chave nos mecanismos de busca.

 E depois?

O SEO é definitivo até certo ponto, com o tempo você pode fazer atualizações e modificações, mas a base do SEO não muda. Uma vez implantado ele vai continuar fazendo seu trabalho por um longo tempo.