Tipos de palavras chave: Área geográfica

Palavras chave definidas pela Área Geográfica.

Hoje vamos falar sobre um tipo de palavra chave muito importante quando se trata de uma empresa local.

Pouco a pouco as “Geo Keywords”, palavras chaves definidas pela área geográfica, estão se tornando muito populares e ficando cada vez mais fortes nas buscas por produtos/serviços.

Estas palavras chave se concentram no local de atendimento da empresa. Elas são utilizadas muitas vezes pelo cliente que pretende ir até a empresa pessoalmente, ou por aqueles que dão preferência a empresas locais.

Exemplos:

  • Candidatos a prefeito em Piúma ES;
  • Campanha política em Guarapari ES;
  • Candidatos a vereadores no Espírito Santo

Qual a importância das palavras chave definidas por área geográfica?

As pessoas tem a tendência de acreditar que por estarem perto, as empresas poderão prestar melhor assessoria em caso de problemas.

Encaremos dessa forma, o fato de o Google ter implantado o sistema de busca por área geográfica, já nos diz algo a respeito da importância desse tipo de pesquisa, certo?

Até porque seria difícil para pequenas empresas suplantarem as multinacionais nas pesquisas, se elas não tivessem pequenas vantagens como essa.

Por exemplo, o meu site é novo e algumas agências de Marketing, em sua maioria, já estão aí há muito mais tempo, além disso é uma área em que os concorrentes conhecem perfeitamente as melhores formas de otimizar sites, então, que chances eu teria?

Talvez você não encontre o meu site na primeira página se digitar Marketing Político Digital, mas se tentar, Marketing Político digital no  Espírito Santo, com certeza vai me encontrar.

Então invista nas palavras chave definidas por área geográfica, o usuário vai preferir te encontrar por perto, acredite.

Se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário ou entre em contato através do site:

www.suacampanha.com

Até a próxima!

Tipos de palavras chave: Consumidor

Palavras-chave

Palavras chave definidas pelo Consumidor.

Depois das palavras chave definidas pelo mercado a segunda lista de palavras mais utilizadas são aquelas definidas pelo consumidor.

Se na sua empresa o consumidor é o principal alvo, então estas são as sua palavras chave principais, as que mais darão força a otimização do seu site.

Escolher as palavras corretas é estar na cabeça do seu cliente. O que ele procura? Como definem o produto/serviço que querem?

Estas palavras estão focadas no seu cliente.

Por exemplo, voltemos ao Marketing Político Digital, como o seu cliente pensaria para definir uma busca?

  • Divulgação de campanhas políticas;
  • Candidatos à prefeito ou vereador;
  • Propaganda Política online.

Porque a definição de palavras chave por consumidores é tão importante?

Elas ajudam você a compreender o que o seu futuro cliente espera ao fazer uma pesquisa na internet.

Ela também ajuda a entender a eficácia de suas palavras em cada campo específico.

Para algumas empresas, as palavras chave definidas pelo consumidor são vitais para ajudarem os clientes a chegarem até elas.

Isso pode ser conseguido através de uma consulta aos clientes atuais ou pesquisas online.

Por exemplo, se eu tiver um candidato a vereador de um partido específico, posso direcionar minhas palavras chave para:

  • Vereadores do PMDB;
  • PSOL;
  • Políticos do PT

Ou se eu quiser que um candidato do PMDB, encontre meus serviços, posso direcionar minhas palavras chave para pesquisas como:

  • Campanha Política do PMDB;
  • Candidatos do PMDB;
  • Campanha de Marketing Político

Normalmente estas palavras são utilizadas para a conquista de novos clientes específicos e são elaboradas através de analise das palavras mais utilizadas pelos consumidores.

Sem nenhum constrangimento, você pode perguntar aos seu clientes, amigos e conhecidos que tipo de palavras usariam para encontrar um site como o de sua empresa.

A partir daí você já tem mais uma lista de palavras disponíveis.

Próximo Post: Palavras chave definidas pelo produto

Se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário ou entre em contato através do site:

www.suacampanha.com

Piúma em Enquete

Bem pessoal, nossa primeira enquete sobre a atual situação de Piúma chegou ao fim e os resultados me agradaram bastante, espero que também gostem.

Logo estaremos editando uma nova enquete, não deixe de participar.

Como eu havia prometido eis o resultado de nossa primeiro pesquisa sobre a atual situação de Piúma.

Se você discorda de alguma coisa ou se acha que faltaram perguntas importantes, por favor deixe seu comentário.

Clique na imagem para ampliar.

Política Municipal, onde tudo começa.

Em Piúma, assim como em todo o Brasil, a natureza compensa as falhas políticas com uma beleza exuberante.

Quando se fala em política é comum que as pessoas pensem logo em eleições nacionais ou estaduais, mas pessoalmente eu considero as eleições municipais muito mais importantes.

Muita gente escreve sobre a importância de se ter consciência ao votar em governador, deputado ou presidente, mas a realidade diária está muito mais ligada às eleições municipais do que a qualquer outra.

E quando se trata de pequenas cidades isso toma uma importância ainda maior.

Lembram-se da famosa dentadura? Pois, vamos começar por aí:

Na maioria dos pequenos municípios do Brasil o voto nada mais é do que uma mercadoria, uma forma que o cidadão encontrou para conseguir alguma vantagem pessoal, ou que os políticos procuram para… Conseguir vantagem pessoal.

E se a gente analisar isso, o que se pode esperar em eleições estaduais ou nacionais?

O eleitor que vende seu voto, em sua maioria, não entende nada de política e acredita realmente que o candidato a vereador, quando eleito, irá calçar sua rua. Assim como acredita quando o candidato a prefeito diz que vai implementar uma Lei para proteger os pobres cachorrinhos de rua.

A falta de noção de funções inerentes aos cargos é tão grande que fica fácil para políticos mal intencionados angariarem votos com as promessas mais absurdas, além dos caminhões de areia, sacos de cimentos e dentaduras.

Acham que estou exagerando?

Minha cidade tem menos de 20 mil habitantes e poderia contar a vocês algumas histórias que seriam cômicas se não fossem trágicas.

Como uma ex-vizinha minha que, muito feliz, veio me contar que ia votar no vereador fulano porque ele ia calçar a rua dela, ou  outro, não vizinho, que me afirmou que a lei XXXX tinha sido criada pelo ex-prefeito para defender o direito dos idosos.

Eu argumento, tento explicar a diferença entre Legislativo e Executivo, mas fica aqui a questão:

Como pode haver tanta gente desonesta a ponto de se aproveitar da ignorância alheia?

Mas entra também uma outra questão importante:

Uma vez um candidato me disse, acreditem ou não, sendo honesto e acreditando em suas próprias palavras: Assim que eu for eleito vou mandar fazer uma reforma no hospital, está precisando muito!

Que tipo de governo se pode criar quando os partidos selecionam candidatos pela quantidade votos que ele pode angariar e não pela sua competência?

Em minha cidade, acredito que em todas as cidades pequenas, as alianças são feitas nestas mesmas bases. Os vice-prefeitos (estou falando daqueles caras que dificilmente aparecem no cenário politico municipal) são indicados pela número de familiares e amigos que possuem.

Vereadores…  Me lembrei do Deputado Tiririca, pois acho que se for comparar, até que minha cidade está bem servida de vereadores.

Quem se espantou com a eleição do Tiririca não conhece candidatos de cidade pequena.

Quem nunca participou de um comício de cidade pequena não sabe o que é diversão e tristeza, os discursos são dignos de nota, alguns comentários nos dão vontade de chorar…

Mas não culpo os eleitores, nem todos os políticos, culpo o sistema por ser tão liberal com algo tão sério.

Culpo políticos que sabem de tudo isso e que não se dão o trabalho de modificar.

“Scientia potestas est” (Conhecimento é poder)

Uma citação de Francis Bacon em Meditationes sacræ

E se conhecimento é poder, talvez manter um povo ignorante e políticos que não passam de marionetes, seja o objetivo do sistema.

O que os olhos não veem o coração não sente… Olhos politicamente cegos são os mais convenientes aos que tem os olhos não só abertos, como arregalados diante da possiblidade do poder.

A decepção de alguns eleitores depois da eleição é digna de piedade.

A frase: “Ele disse que faria… E eu votei nele por isso…” É uma das mais proferidas.

Algumas eleições passadas, tive uma conversa com um dos candidatos a vereador de minha cidade, é claro, ele tinha vindo pedir meu voto.

Sugeri a ele que fizéssemos um acordo: Eu votaria nele se ele prometesse que tiraria um outdoor que estava cobrindo a vista maravilhosa na entrada da cidade.

Ele concordou. Fechamos o acordo.

Dois anos depois encontrei o vereador, já eleito, e de forma impressionante ele me sorriu levemente constrangido e disse:

Não cumpri minha promessa, não é?

Diante do constrangimento dele fui obrigada a ser honesta:

Tudo bem, eu não cumpri a minha também.

O que impede o povo de fazer o mesmo? De aceitar os absurdos subornos e votar no candidato mais adequado?

Algumas pessoas argumentam comigo que os políticos corruptos veem do povo.

De certa forma, eu discordo, o povo, em sua maioria, é inocente o bastante para achar que deve cumprir sua promessa.

Você pode pensar que: Bem, talvez eles acreditem que o político tenha capacidade de saber em quem eles votaram e tenham medo de serem pegos e perderem o benefício…

Verdade.

Então… Porque os políticos não tem esse mesmo medo?

Será que é porque sabem que é tarde demais, que a gente não tem como tomar deles o voto que demos?

Enfim, no próximo blog vou contar algumas situações engraçadas que nos mostram o tipo de pessoas que estamos colocando no poder desde… Sempre.

Pesquisas online na campanha eleitoral

Conhecer o seu eleitor é o mais importante do que você imagina.

Leia este post AQUI.

Posts relacionados:

Dicas de estratégia para política nas mídias sociais

YouTube na política municipal

Pequenas empresas, o que fazer online?

pequenas-empresas

Às vezes a gente precisa parar e pensar no que está fazendo, depois de analisar diversos sites de hotéis e pequenas empresas, percebi o quanto eles estão perdidos na internet.

Sim, existem agências que tem excelentes profissionais de SEO, excelentes Blogs com dicas sobre como otimizar seu site, tutoriais formidáveis que ensinam técnicas de SEO.

Mas será que alguém pensou no pequeno e micro empresário? Não vi nada sobre isso. Aquele empresário que não tem muito dinheiro para investir em publicidade.

Então decidi escrever este e-book para ajudar a orientar esse pessoal. O micro e pequeno empresário que quer tentar a sorte na internet.

Meu conselho? Não desanime! Leia o e-book e tente implantar algumas técnicas.

É só clicar no link e boa leitura!

Pequenas empresas o que fazer online