Focando seus clientes nas Mídias Sociais

Mídias-Sociais

Como alcançar seus clientes? Em que Rede Social eles estão? Qual a melhor forma de aproveitar as oportunidades das Mídias Sociais?

Volta e meia eu falo sobre isso, insisto neste assunto porque é importante que os pequenos empresários brasileiros conheçam melhor esse maravilhoso tipo de Marketing.

Uma das coisas mais importantes ao tentar alcançar seus clientes nas Mídias Sociais é a flexibilidade, mas não adianta iniciar uma campanha sem uma estratégia específica.

Também não podemos esquecer da necessidade de continuidade, as Mídias Sociais não são como o Marketing Tradicional no qual você insere o anúncio e aguarda calmamente um resultado que possivelmente não será o esperado.

Então, caso esteja realmente interessado em construir um relacionamento com seus clientes através das Mídias Sociais, é importante ter os seguintes tópicos em mente:

  1. Faça uma lista de seus objetivos, organize-os em ordem de prioridades e siga-os de forma contínua;
  2. Analise a concorrência, não copie estratégias, isso pode se transformar em uma faca de dois gumes, uma vez que o que funciona para o seu concorrente pode não funcionar com você. Aprenda com os erros e tire proveito dos acertos, mas sempre mantendo a personalidade individual de sua empresa;
  3. Faça uma pesquisa antes de escolher a Mídia Social ideal para o seu objetivo; não vale a pena estar presente em Mídias Sociais que não lhe trarão benefícios;
  4. Ao elaborar seu conteúdo, faça-o pensando em seus clientes, não em você, o conteúdo é a forma como você vai incentivar seus clientes a agirem como você espera que ajam,
  5. Utilize ferramentas para otimizar seu tempo, se você não tomar cuidado gastará um tempo precioso nas Mídias Sociais;
  6. Se você quer obter sucesso é necessário que seja capaz de analisar seus resultados, compartilhamentos, retweets, e opções de curtir são importantes, mas você precisa de um meio para analisar isso;
  7. Faça um check list do que espera conseguir e de seus resultados para que você possa mudar de estratégia caso seja necessário;
  8. Você pode economizar tempo e dinheiro usando algumas ferramentas gratuitas, tanto de agendamento quanto de análise. Quanto ao gasto com pessoal, fica a seu critério decidir qual a melhor forma de investir;
  9. Por fim, lembre-se de que as Mídias Sociais estão em constante movimento e seus usuários esperam que você possa acompanhá-los em suas atualizações. Seja flexível e mantenha-se sempre atualizado.

É isso, espero ter ajudado com mais este post.

Boa sorte!

Anúncios

Mídias Sociais… Você sabia? – Parte IV

linkedIn

O LinkedIn pode parecer a você uma Mídia Social completamente fora do seu interesse, mas na verdade, se você é um profissional, se lida com profissionais ou se a sua empresa é do tipo B2B (Business to business) , o LinkedIn é uma daquelas preciosidades ainda pouco exploradas no Brasil.

Palavra chave estratégica

Você pode incluir uma ou duas palavras chave de forma estratégica para que quando a alguém fizer uma busca sobre este tema o seu nome aparecer.

Se você quer que o seu nome apareça quando alguém digitar “veterinário” basta acrescentar a palavra dentro do campo “nome”, por exemplo:

Fernando Gomes – Médico Veterinário

Como no caso dos mecanismos de busca, o LinkedIn vai automaticamente associar o seu “nome” à palavra veterinário e ao exibir os resultados da pesquisa o seu nome estará entre os primeiros colocados.

Recomendações

Nas páginas empresariais do LinkedIn há uma seção na qual as empresas podem obter recomendações de clientes sobre seus serviços ou produtos.

Estas recomendações podem ser referentes a um ou mais departamentos de sua empresa ou a diversos produtos.

Isso é como uma carta de referência.

Acrescente mais coisas à sua página

Assim como no Facebook, você pode incluir alguns aplicativos para incrementar sua página, como por exemplo promover conteúdos através do aplicativo do SlideShare.

Ter esse conteúdo compartilhado pode ser de grande ajuda para o seu marketing.

Leia também os posts anteriores:

Mídias Sociais… Você sabia? – Parte I

Mídias Sociais… Você sabia? – Parte II

Mídias Sociais… Você sabia? – Parte III

Bos sorte!

A anatomia de uma boa Landing Page (Página de conversão) para campanhas de marketing

Landing Page - Página de conversão

O que fazer e o que evitar na construção de uma Landing Page mais efetiva.

Texto e título claros

O cabeçalho principal da página deve ser, antes de qualquer coisa, fácil de ler, específico e de fácil compreensão, de forma a levar o visitante a ler o texto e agir conforme o esperado.

O texto deve ser curto e objetivo, escrito de forma clara e com uma explicação concisa sobre como o usuário deverá agir para atingir seu objetivo.

Lembre-se de que provavelmente, o visitante chegou até sua Landing Page através de um anúncio, um link ou uma postagem nas redes sociais, isso significa que ele já percorreu metade do caminho até a ação que você espera que ele realize.

Utilize imagens e vídeos relevantes

As imagens são poderosas – a maior parte das pessoas observam as imagens antes mesmo de ler o texto.

Por isso utilize as imagens para reforçar a mensagem do texto.

Tente utilizar imagens diferentes.

Uma pesquisa revelou que a imagem de uma pessoa é muito mais eficaz do que imagem de objetos.

Utilize as Redes Sociais 

As pessoas que gostarem e quiserem compartilhar a página, não devem encontrar dificuldade para fazer isso, por tanto, torne sua Landing Page fácil de compartilhar nas redes sociais.

Utilize as redes sociais mais utilizadas pelos seus clientes.

Mantenha apenas os links relevantes para sua campanha

Evite distrair o visitante, qualquer coisa em excesso pode fazer com que o visitante acabe tomando um rumo diferente daquele que você quer.

Uma Landing Page deve conter o mínimo de informações e links possíveis.

Objetivo 

Não se esqueça, o objetivo de uma Landing Page é converter o visitante em clientes, qualquer coisa além disso é supérflua.

Se sua Landing Page está recebendo muitos visitantes, mas as conversões são poucas, reveja sua estratégia, reformule a página e tente novamente de forma diferente.

Boa sorte!

Posts relacionados:

Método AIDA nas Landing Pages

Sua Página de Conversão contém erros?

Foi dada a largada, você saiu na frente?

Eleições 2012

 

Desde o início do ano venho fornecendo falando Marketing Político Digital, Eleições 2012 e campanhas eleitorais.

Diversas vezes durante todo esse tempo eu insisti na necessidade de um planejamento antecipado.

Meu objetivo foi ajudar principalmente os políticos de cidades pequenas, como a minha, e seus gerentes de campanha, com pouca ou nenhuma experiência no mundo digital.

A corrida para as urnas começou oficialmente hoje, você estava preparado?

Seu vídeo com o comunicado oficial de sua candidatura já está circulando pela internet? Seu site já está online? Já transformou seu perfil pessoal no Facebook em uma Fan Page para os eleitores? Sua agenda para a primeira semana de campanha já está disponível online?

Meus parabéns, provavelmente, se o seu adversário não fez nada disso ainda, deve estar se sentindo a beira de um ataque de nervos.

Se você fez uma careta para cada uma das perguntas acima, se bateu na própria testa e balançou a cabeça como uma forma de autoacusação… Que pena!

Você acaba de perder o efeito surpresa.

Mas ainda há tempo, apenas procure não fazer as coisas de forma a que se tornem mais prejudicais do que vantajosas, certo?

Procure manter a calma e faça todo o possível para recuperar o tempo perdido.

Aqui vão algumas dicas para você tentar desfazer parte do estrago:

  • O site não está pronto ainda? Tudo bem, tente se concentrar nas Redes Sociais por enquanto.
  • Seu perfil continua como pessoal ao invés de Fan Page? Isso é rápido e fácil de resolver. Invista na idéia, vale a pena.
  • O vídeo não está pronto? Isso sim é um problema, perca meia noite de sono e faça com que ele esteja online amanhã de manhã. Se o seu adversário já postou o dele, esqueça o vídeo tranquilo de comunicação de candidatura e parta para algo mais chamativo, procure um tema polêmico, intrigante, que não deixe dúvidas de que você não está copiando as estratégias de campanha dele. Se ele ainda não postou um vídeo, ótimo, opte pelo tradicional e se apresente como candidato.
  • Aproveite para inserir nas Redes Sociais aquelas fotos com aliados poderosos, em eventos públicos ou com bebês lindos no colo (a tradição ainda é poderosa no mundo político, mesmo o digital).
  • Em último caso, se você achar que não vai conseguir explorar todas as possibilidades da internet a favor de sua campanha, se achar que precisa de mais do que algumas dicas… Me ligue (28 3520-3231) rsrsrsrs.

Sério, pessoal, a campanha começou e eu provavelmente não terei muito tempo para dedicar ao assunto aqui no blog, mas vou tentar continuar dando dicas sempre que puder.

Que vença o melhor! (ou o que tiver a melhor equipe de marketing rsrsrsr)

Boa sorte!

 

Dicas para uma boa campanha política online – Parte I

Campanha Política online

 

Coisas que um candidato nunca deve fazer online

1.   Não conte com a privacidade.

Em primeiro lugar, esqueça qualquer tipo de privacidade, se quer isso, saia da política ou, pelo menos, não inicie uma campanha online.

Lembre-se de que tudo o que você postar será de domínio público, então pense bem se quer realmente que seus eleitores ou adversários tomem conhecimento do assunto antes de postá-lo.

2.   Não finja ser o que não é.

Acredite, isso acontece com muito mais frequência do que você imagina.

Um candidato ou uma equipe de marketing (às vezes até com o intuito de ajudar) cria um ou vários perfis para participar de fóruns de discussão, promover os perfil do candidato ou prejudicar seu adversário.

Se você for pego, será o único prejudicado, então, não faça isso.

3.   Não tente excluir ou fazer desaparecer um conteúdo após ter sido postado.

Não é exatamente um crime fazer isso, mas pode ter dois efeitos preocupantes: 1) Despertar a atenção para o fato (a menos que você faça isso publicamente), 2) Instigar seu adversário a falar mais e mais sobre o assunto.

4.   Não deixe o seu perfil incompleto

O seu perfil em todas as Rede Sociais, deve estar totalmente preenchido, com descrição, datas, site e etc.

Seu eleitor quer detalhes sobre sua vida, quer conhecê-lo. Ofereça isso a ele da melhor e mais completa forma possível ou ele poderá se perguntar o que você tem a esconder.

5.   Não use spam

Acredite, encher a caixa de e-mail do seu eleitor com e-mails inúteis não o conquistará.

Além do mais, se o eleitor classificar seus e-mails como spam, ele poderá perder alguma informação útil para ele.

Procure enviar apenas conteúdo útil e que interesse a ELE, não a você.

Você não quer terminar com fama de chato, certo?

6.   Não exagere no compartilhamento de informações

Pense diversas vezes antes de compartilhar alguma informação, se você não tem certeza de que o assunto é relevante, não compartilhe.

Melhor não errar por excessos em casos como este.

7.   Tenha um plano estratégico

Algumas pessoas podem acreditar que uma campanha política só precisa de um candidato, uma equipe de cabos eleitorais e uma boa conversa para uma eleição vitoriosa.

S você acredita nisso também, reveja seus conceitos.

A estratégia é metade da vitória em uma campanha política tradicional, certo?

No caso de uma campanha online, a estratégia é a única forma de você não acabar prejudicando sua própria campanha e oferecendo de bandeja a vitória ao seu adversário.

Tem alguma dúvida? Peça mais informações no nosso site: Sua Campanha.com

No próximo post falaremos sobre como adicionar interatividade ao seu site de campanha e conquistar a participação dos seus eleitores com isso.

Boa sorte!

Marketing político digital nas cidades pequenas

O mais importante ao se iniciar uma campanha política digital é definir o publico alvo.

Não adianta sair atirando em todas as direções, enviando todo o tipo de mensagem a todos os amigos, conhecidos e seguidores, é preciso saber se a mensagem vai realmente interessar àquele eleitor ou se ele vai, mais cedo ou mais tarde, acabar classificando seus e-mails como spam, apenas por não terem interesse na maioria das mensagens.

Imagine o político em um comício, cercado de jovens de 16 a 22 anos, falando sobre economia,  quanto tempo você acha que o público continuará ouvindo?

O mesmo acontece na internet, sendo que ao invés de saírem da conversa, o eleitor que classificar os e-mails do político como spam, poderá acabar perdendo alguma informação importante e de seu real interesse.

Como evitar isso?

Selecionando o público alvo e o tipo de mensagem a ser enviado para cada um.

Os tipos de Mídias Sociais selecionadas para as ações do candidato também são importantes, alguns imaginam que apenas estar no Facebook é suficiente,  afinal o Face é a Rede Social do momento, certo?

Errado.

A escolha das Mídias Sociais está diretamente ligada à classificação do público alvo e neste caso e importante ter uma noção de quais as Redes Sociais fazem mais sucesso em sua cidade.

Atualmente ainda aposto mais no Orkut. Apesar de todos os protestos dos usuários do Facebook e afirmações de que “O Orkut está morto”. Eu ainda vejo uma quantidade razoável de usuários ativos que podem ser primordiais em uma eleição municipal.

O eleitor de cidades pequenas nas Mídias Sociais são, em sua maioria, jovens entre 16 e 24 anos e esse ainda é o maior grupo de usuários do Orkut.

O conceito de classes x Redes Sociais, embora possa parecer discriminatório, é valido também.

Qualquer candidato de cidade pequena sabe que o eleitor realmente relevante é o das classes C e D.

Os jovens que utilizam a internet com objetivos especificamente sociais; jovens formadores de opiniões, esse é o eleitor que realmente interessa.

Nas cidades pequenas a jovem elite não é significativa o bastante para fazer peso nas urnas, embora, em momento nenhum se deva ignorar esse público.

No entanto, voltamos à questão de mensagens específicas para públicos alvos específicos:

Não adianta comentar sobre a necessidade de melhorias nos bairros x e z com um eleitor dos bairro e e f, eles realmente não estão interessados.

Nesse caso, a classificação de público é essencial para uma boa campanha digital, assim como o é em uma campanha tradicional.

Ter conhecimento do que realmente interessa ao seu eleitor pode facilitar a comunicação e consequentemente a conquista do voto.

É importante um bom planejamento de tópicos assim como uma boa administração das Redes socais, uma vez que será através delas que o candidato desenvolverá a comunicação com  os eleitores.

Recomendo evitar polêmicas, mas na fugir de desafios.

Lembre-se de que o fato de você não responder a uma crítica, não a fará desaparecer e que, uma vez que esteja publicado na internet, ao contrário de velhos jornais, o artigo, crítica ou elogio não desaparece e às vezes continua na primeira página do Google para quem quiser ver.

O melhor mesmo é ter sempre uma estratégia de emergência e estar preparado para quaisquer eventualidades.  Para isso é necessário um monitoramento constante e cuidadoso.

Boa sorte!

Guia das Mídias Sociais para pequenas empresas – Parte III


Pequenas empresas, podem sim ganhar dinheiro na internet

Pesquise, leia, estude…

Existem profissionais especializados em Mídias Sociais, alguns até disponibilizam dicas, livros e manuais sobre isso. Você só precisa procurar e estudar o assunto. É claro, vai te tomar certo tempo, mas você há de convir que vale apena. Se a sua empresa é pequena, você pode até acreditar que é possível fazer tudo sozinho e na verdade até é, mas, por favor, torne isso um pouquinho mais fácil para você, procure tutoriais, livros e estude realmente. Você pode, por exemplo, abrir a página de pesquisa do Google, digitar: “pizzaria campanha mídia social” e dar uma pesquisada nos resultados que aparecerem, talvez você ache algumas coisas bem úteis. Aqui tem algumas matérias sobre o assunto que podem te interessar:

REDES SOCIAIS EU TAMBÉM QUERO VENDER NESSA FESTA

REDES SOCIAIS DAO PODER AO CONSUMIDOR AFIRMA PUBLICITARIO

TWITTER LISTA PARA EMPREENDEDORES

ESTRATEGIA DIGITAL DEVE ENVOLVER TODAS AS ÁREAS DA EMPRESA

Quais os perigos das Mídia Sociais?

Não é para se assustar, mas para se prevenir:

1. Os usuário, como eu já disse antes, são críticos, principalmente se o produto não corresponde ao anunciado, então, primeira dica: Procure entregar exatamente o que você oferece, acredite em mim, você não vai querer o nome de sua empresa como assunto principal no Twitter de seus clientes. Lembre-se, se as pessoas já estão falando de sua empresa, falar bem ou mal, depende exclusivamente de você.

2. Mau momento e planejamento pobre pode ser mortal, se você cometeu um erro, tente não corrigi-lo com outro. É melhor se desculpar do que tentar remediar a situação, criando ainda mais constrangimentos.

3. Preste atenção às Leis. Muita gente acha que a internet é uma terra sem lei e que qualquer coisa que se faça passa sem punição. Não é assim, mesmo que em alguns casos você possa estar fora da jurisdição da Lei, os internautas se autodenominaram ju[izes já há algum tempo, então, ilegal ou imoral: Fique fora!

Construir uma reputação no mundo virtual pode ser muito mais rápido do que no mundo real, mas perder essa reputação é, com certeza, ainda mais rápido. Então, se for publicar um vídeo, por exemplo, respeite os direitos autorais caso queira inserir uma música como fundo. Já existem algumas bibliotecas de músicas livres de direitos autorais, pesquise, baixe uma e use sem problemas.

Pense em criar uma política de mídia social em sua empresa, estabeleça limites sobre o que os seus funcionários podem ou não podem falar sobre determinado assunto, isso vai ajudar a evitar enganos. Enfim, estas foram apenas algumas dicas, é claro que existem muito mais coisas importantes que você deve saber.

Mas meu conselho é esse:

Leia, estude, aprenda… Ou contrate um profissional, mas não perca tempo, não desperdice as grandes oportunidades que sãp as Mídias Sociais. Alguma dúvida? Alguma crítica? Deixe um comentário.