O que você precisa para se tornar um bom gerente de Mídias Sociais

Quebra-cabeças-mídias-sociais

1. Ser apaixonado pelo tema sobre o qual irá escrever e pelas Mídias Sociais – A paixão pelo tema faz com que aprender mais e mais svocê queria aprender sobre o assunto cada vez mais. Além disso, paixão é o que move qualquer bom profissional.

2. Ser simpático, paciente e atencioso – Um bom gerente precisa gostar de se envolver e de interagir com as pessoas nas Mídias Sociais. É preciso que sinta prazer em discutir idéias, levantar questionamentos e tecer bons argumentos, sem se esquecer de respeitar as opiniões e idéias alheias. Além disso, é preciso estar atento ao que se passa e manter um monitoramento diário das Mídias Sociais.

3. Tem que ser criativo e detalhista – A criatividade é o que realmente faz com que uma campanha se diferencie das outras nas Mídias Sociais, mas ela sozinha não é suficiente. É preciso estar atento aos detalhes para se fazer a diferença.  Um bom gerente de Mídias Sociais está constantemente pensando em novas campanhas e vê cada coisa como uma possível idéia para sua próxima campanha.

4. Ter experiência na área de comunicação online – Isso é algo importante para se lembrar: Passar 12 horas conectado nas Redes Sociais, saber usar uma câmera e compartilhar vídeos não faz de você um gerente de Mídias Sociais. Saber conversar com seus amigos e compartilhar coisas não significa que você saiba administrar um perfil empresarial com sucesso. Há alguns anos atrás qualquer pessoa com um conhecimento mínimo de Mídias Sociais poderia assumir um cargo de gerência e obter sucesso, hoje não é mais assim.

5. Manter-se atualizado – Ler todo material possível sobre Mídias Sociais e os aplicativos para dispositivos móveis é essencial para você se manter atualizado. A tecnologia muda a cada minuto e se você não aproveitar as oportunidade para se atualizar pode acabar ficando defasado.

6. Não seja confiante em excesso – O excesso de confiança leva a erros e impede que você busque novos conhecimentos. As mudanças nas Redes Sociais ocorrem a cada segundo e é necessário que você esteja sempre atualizado.

7. Manter seu público atualizado – Manter-se atualizado é importante, mas manter o seu público atualizado é ainda mais. Com a facilidade de acesso às notícias que a internet proporciona, se você não mantiver seu conteúdo atualizado, vai perder audiência. Seu conteúdo é sua arma, use-a com consciência e de forma a oferecer um material sempre compartilhável.

8. Mobilidade – É preciso que um Gerente de Mídias Sociais seja capaz de acessar e postar conteúdo em qualquer lugar e a qualquer momento.  Muitas vezes um pequeno comentário, um pequeno gesto, uma paisagem é o suficiente para você postar um conteúdo relevante e se você não puder fazer isso com facilidade a idéia pode acabar se perdendo. 24/7 esse é o seu horário de trabalho.

9. Vida profissional x vida pessoal – A maior parte dos gerentes de Mídias Sociais que não se envolve pessoalmente com sua profissão acabam enfrentando um conflito. Por isso esteja preparado para cruzar a linha profissional x pessoal diversas vezes durante o dia. Por mais que você gerencie uma campanha de uma empresa terceirizada, cedo ou tarde o lado pessoal terá que se envolver. É preciso ter cuidado para não ultrapassar demais esta linha, mas se você mantiver uma Muralha da China entre seu lado pessoal e o profissional, pode acabar se tornando frio demais.

10. Estresse – Embora pareça uma carreira divertida, fácil e confortável de seguir, o gerenciamento de Mídias Sociais pode também ser desgastante. Gerenciar um perfil empresarial implica em ouvir, responder e atender queixas todos os dias, mediar situações difíceis, elaborar campanhas para evitar uma determinada situação desgastante para a imagem da empresa. Enfim, é um trabalho que cobra muito, por isso, apesar de você precisar estar vinte e quatro horas atento, é necessário também que tire algum tempo para você mesmo e que trace uma linha para manter o seu equilíbrio.

Boa sorte!

Marketing? Político…

Marketing Político

Tenho visto alguns sites e blogs de candidatos que me deixam de cabelos em pé.

Acredito que a maioria dos candidatos acreditaram que a gestão das mídias na internet eram perda de tempo, ou provavelmente que a coisa é tão fácil que eles ou filhos e amigos, podem administrar isso.

O que nos sobrou foi uma falta de originalidade bárbara.

Não vou citar links nem nomes de candidatos, se vocês quiserem é só procurar.

Mas… Certo, o foco desse blog são os políticos de cidades pequenas, o Brasil afastado das luzes da ribalta.

Afinal, eu mesma sou de uma cidade pequena, mas em que isso muda?

Os profissionais de marketing dos municípios com menos de 50 mil habitantes acreditam mesmo que estão prestando um serviço a seus candidatos ao ignorarem a internet? Espero que não.

Vi um blog de candidato, amador, mas razoável, uma iniciativa própria, por tanto, muito boa.

Para aqueles que estão gerenciando campanhas e para os candidatos que acreditam que a internet não vale a pena, aqui está o link do vídeo do candidato do PSOL à prefeitura do Rio de Janeiro.

Senhores, assistam e aprendam.

Marcelo Freixo

Boa sorte!