A importância do Marketing Pessoal

Muitas vezes pensamos em “marca” como algo ligado a empresas, mas e se nós lhe disséssemos que a “marca” mais importante a ser promovida é você?

Sim, amigo (a), você é uma marca.

Todos nós somos marcas, queiramos ou não.

O Marketing Pessoal é o processo de gerenciar e otimizar a forma como você se apresenta aos outros.

Isso vale também para o Marketing Profissional.

Não importa se você é um grande empresário, um profissional liberal ou um funcionário de uma empresa, cuidar de sua imagem pública nunca é demais.

E se você está pensando em buscar emprego ou começar um novo negócio, é bom que mantenha isso em mente.

A presença online, atualmente, é um dos fatores mais importantes no processo de contratação de algumas empresas, por isso é vital que sua “marca” pessoal esteja à altura de seus planos futuros.

Se tem alguma dúvida sobre a importância que você deve dar a sua presença online, faça uma experiência, abra o seu navegador em modo anônimo (para que sua pesquisa no Google esteja livre de quaisquer dados pessoais ou dados de pesquisa salvos anteriormente) e faça sua pesquisa da seguinte forma.

Seu nome completo

Variações do seu nome

Apelido

Seu nome completo com erros de ortografia

Caso você tenha um nome comum, experimente acrescentar detalhes como ocupação, empresa onde trabalha, escola onde estudou, cidade, estado, etc.

Aqui você pode ver alguns resultados da pesquisa com o meu nome.

Iris Azevedo - Piúma - Espírito Santo

Os três primeiros resultados são para as redes sociais, Facebook e LinkedIn, o quarto é do meu site oficial, os quinto e sexto são deste blog, seguidos do G+ e do Twitter.

No meu caso as redes sociais e a produção de conteúdo formam a base de minha estratégia de Marketing Pessoal e Profissional.

Mas, quais os benefícios de se ter uma boa estratégia de Marketing Pessoal e Profissional?

  • Um fluxo mais constante de clientes ideais
  • A possibilidade de boas parcerias
  • Oportunidades de emprego
  • Associação do seu nome à sua área de trabalho
  • Mais credibilidade
  • Reconhecimento
  • Prestígio
  • Valorização profissional

Por tudo isso, recomendamos que você inicie o mais rápido possível uma boa estratégia de Marketing Pessoal e Profissional.

Gostou? Compartilhe!

A conta é sua, você escolhe o que quer ver.

Como vivem grandes empresas da internet que fornecem serviços gratuitos para a maioria do público? De anúncios, é claro.

O Google não é uma exceção.

Se você aproveita algum de seus serviços gratuitos, Gmail, YouTube, G+, Google Mapas, Google Earth, Blogger, Google Agenda e etc., você já deve ter percebido que os anúncios estão sempre lá.

Aparecendo em um cantinho ou em outro, na maioria das vezes discretos, misturando-se com o layout da página.

Pois é, considerando a qualidade dos serviços gratuitos do Google, quem vai reclamar de dois ou três anúncios, não é?

Se os anúncios te incomodam e você gostaria de eliminá-los, esqueça, isso não é possível.

Mas existem algumas coisas que você pode fazer para, pelo menos, manter os anúncios dentro de uma linha de interesse selecionado por você.

Então, que tal dizer ao Google o que você realmente gosta e se livrar daqueles anúncios sobre assuntos que não te interessam?

A primeira coisa a fazer é acessar sua conta no Google, você pode fazer isso clicando AQUI.

CONFIGURAÇÕES DE ANÚNCIOS 1

Clique em “configurações de anúncios” e em “gerenciar configurações de anúncios”, como nas duas imagens a seguir

CONFIGURAÇÕES DE ANÚNCIOS 2

CONFIGURAÇÕES DE ANÚNCIOS 4

 

Quando você escolhe gerenciar os anúncios que serão exibidos, você tem a possibilidade de escolher aquilo que é de seu interesse.

Isso funciona bem para ambos, por um lado, talvez você tenha acesso a anúncios de real interesse, por outro, as possibilidades de você clicar em um dos anúncios é maior e quando você faz isso, quem ganha é o Google.

Quando a janela seguinte abrir, selecione “adicionar interesse”

CONFIGURAÇÕES DE ANÚNCIOS 4

Existe uma série de opções, mas você terá que começar digitando algo de seu interesse. Ao digitar um interesse você verá um menu suspenso com algumas opções, selecione a que mais reflete o seu interesse e adicione.

CONFIGURAÇÕES DE ANÚNCIOS 9

Depois de adicionado, você verá a seguinte tela:

ADICIONAR INTERESSE

Pronto.

Se quiser, você poderá adicionar diversos interesses, facilitando o trabalho do Google e evitando que anúncios aleatórios apareçam em suas contas do Google.

Veja, como eu disse antes, retirar totalmente os anúncios não é uma opção, então, o melhor a fazer é aproveitar o que te incomoda de forma a tirar proveito disso, caso seja possível.

Mas você pode, sim, desativar a a opções e deixar que os anúncios sejam selecionados pelo Google, é só optar por desativar anúncio baseado em seus interesses.

CONFIGURAÇÕES DE ANÚNCIOS 6

DESATIVAR ANÚNCIOS BASEADOS NO SEU INTERESSE

No próximo post vamos ver como configurar os anúncios de acordo com outros sites que você visita e como configurar os anúncios da página de pesquisa do Google de acordo com seus interesses.

Gostou? Compartilhe!

Dicas básicas para incrementar a otimização do seu site

otimizacao-de-sites-marketing-no-espirito-santo

Algumas coisas que você deve e não deve fazer para que o seu site fique bem colocado nas páginas de pesquisa dos mecanismos de busca:

Conteúdo relevante

Um bom conteúdo é o princípio de tudo.

Você pode ter as palavras chave perfeitas, mas se o seu conteúdos não for bom, as pessoas nunca permaneceram nele por tempo suficiente para entender o que você tem a oferecer e os mecanismos de busca não irão considerar o seu site relevante o suficiente para lhe dar destaque.

Conteúdo único

É importante que o seu site tenha conteúdo próprio. Caso queira disponibilizar o conteúdo de outro site, nunca se esqueça de fornecer o link para o site original.

Novo conteúdo

Ter sempre algo novo é primordial para que os seus visitantes e cliente voltem sempre, além disso, a cada mudança, os mecanismos de busca atualizam o seu site nas páginas de busca, o que pode gerar melhores posições.

Palavras chave I

Uma das primeiras coisas a se ter em mente ao construir ou otimizar um site, são as palavras chave.

Cada página do seu site deve ter palavras chave configuradas exclusivamente para elas, isso posiciona cada página em um local diferente nos mecanismos de busca.

É importante que o seu site tenha conteúdo próprio. Caso queira disponibilizar o conteúdo de outro site, nunca se esqueça de fornecer o link para o site original.

Palavras chave II

Outra técnica importante é buscar palavras chave com certa popularidade, mas nunca populares demais que tornem a competição por um lugar nas páginas de busca um alvo impossível.

Acessibilidade

O código HTML do seu site deve estar configurado de forma a torna-lo acessível aos mecanismos de busca.

Quanto mais acessíveis estiverem as páginas do seu site, mais fácil será para os mecanismos de busca classificarem bem o seu site.

Palavras chave III

Utilize pelo menos uma de suas palavras chave em sua Tag Title.

A Tag Title é uma das mais importantes tags do seu site.

Ao inserir uma das palavras chave na sua Tag Title (de preferência logo no início) você estará facilitando para os mecanismos de busca a compreensão do tema do seu site.

Registre seu domínio com uma de suas palavras chave

Caso seu domínio já tenha sido registrado, procure inserir o nome de seu domínio nas palavras chave e no conteúdo do site.

Use palavras chave em sua URL

Mesmo que você não possa utilizar uma palavra chave ao registrar seu domínio, você ainda pode utilizar esta palavra em sua URL.

Os mecanismos de busca leem a URL e classificam o seu site utilizando a palavra chave que você inseriu.

Palavras Chave IV

Use suas palavras chave no conteúdo do site, muito, mas não demais.

A medida entre a quantidade de palavras chave e o resto do texto é chamada “densidade”.

É importante repetir suas palavras chave no conteúdo, mas de forma coerente, sem que o conteúdo perca o sentido.

Palavras chave V

Utilize suas palavras chave nas Headline Tags (h1,h2, etc.).

As headers são o lugar perfeito para você utilizar suas principais palavras chave pois os mecanismos de busca as consideram importantes.

Backlinks

Os backlinks informam aos mecanismos de busca o quanto outros sites valorizam o conteúdo do seu, por isso, no posicionamento nas páginas de pesquisa, os backlinks contam muito.

Procure outras pessoas que possuam sites nos mesmos padrões do seu e tente conseguir links.

Mas não se esqueça:

  • Excesso de links pode parecer spam para os mecanismos de busca;
  • Links vindos de sites não relacionados ao tema do seu são considerados inválidos;
  • Compra de links pode ser uma grande furada, o custo pode ser baixo o quanto for, mas, acredite, É furada.

Backlinks de site específicos

Se você tem como conseguir um backlink de sites .edu e .gov, por favor, faça isso.

Sites do governo dão ao seu site uma classificação melhor do que 20 sites comuns juntos.

Então se você conhece alguém que conhece alguém que trabalha na secretaria de educação ou que é o responsável pelo site, não tenha vergonha, solicite um backlink.

Links internos

Insira o máximo possível, sem exageros sem sentido, de links internos no seu site.

Os links internos também contam para os mecanismos de busca, além de oferecer ao visitante a possibilidade de navegar pelo site de forma fácil.

Palavras chave VI

Coloque sua principal palavra chave na primeira frase do primeiro parágrafo.

A repetição dela é importante, mas se você não puder repetir, tenha certeza de que ela está no lugar mais importante do seu texto.

Palavras chave VII

As imagens são excelentes lugares para inserir suas palavras chave, então, utilize-as na Alt tag de suas imagens.

Por enquanto é isso, boa sorte.

Links relacionados:

Empresas / prestadores de serviço e as Mídias Sociais

Otimização: Termos usados e seus significados

Otimização x Mídias Sociais, a questão não é um OU outro

A pirâmide de sucesso da Otimização de Sites 

Não pegue atalhos na Otimização do seu site

Dicas para aumentar o tráfego do seu site

Tráfego

Todo proprietário de site/blog sonha com uma coisa, aumentar o número de visitantes.

Aumentar o tráfego de um site/blog pode significar várias coisas, aumento das vendas, aumento da fama, maior divulgação da marca, etc.

Existem algumas formas de você conseguir isso, aqui estão algumas idéias simples e originais:

  • Escreva mais conteúdo – Se você quer aumentar o tráfego do seu site é ideal que gere mais conteúdo. Mesmo que você consiga através de outras técnicas, aumentar o número de visitantes, se o seu conteúdo não for bom, esses visitantes não retornarão.
  • Visual – Um bom design também é muito importante. Um site com design/layout confuso, difícil de navegar, com certeza irá afastar os visitantes. Usabilidade é o que você precisa.
  • Domínio – É claro que existem diversos sites que oferecem confecção e hospedagem de sites gratuitos, mas, acredite em mim, ter seu próprio domínio vai atrair muito mais visitantes. O custo não é alto e os benefícios são compensadores.
  • Imagens – As imagens, embora pouca gente se dê o trabalho de otimizá-las, podem ser de grande ajuda para aumentar o tráfego do seu site. Preencha título e Alt Tags com palavras chave da imagem. Isso ajudará a posicionar melhor sua imagem no Google Imagens, por exemplo.
  • Não ignore – Não deixe de responder comentários e e-mails. As pessoas gostam de interagir com você, então tenha o cuidado de responder, mesmo que seja apenas com um “muito obrigado”.
  • Atenção – Utilize o Google Analytics para monitorar as palavras chave mais procuradas e as que geram maior número de visitantes, também é possível identificar os posts que mais agradam seus leitores de forma a que você possa explorar o tópico.
  • Links – Não se esqueça de criar links para outros posts. Você pode identificar o tipo tema do post e criar uma lista de posts relacionados, isso vai estimular seu leitora a navegar dentro do seu site/blog.
  • Pergunte – Em seu post, faça uma pergunta ao leitor, estimule-o a responder nos comentários, a maioria dos leitores gostam de sentir que estão participando.
  •  Participe – Tire um tempo para ler e comentar em outros blogs, na maioria dos casos os comentários permitem que você inclua a sua URL, isso significa que se alguém gostar do seu comentário poderá acessar o seu site.
  • Google – Certifique-se de que o seu site/blog está indexado aos mecanismos de busca, isso é mais do que importante, caso não esteja, faça o seu cadastro o mais rápido possível. E não se esqueça de manter sempre um conteúdo novo e relevante, isso agrada os mecanismos de busca.
  • Qualidade – Leia, edite e revise suas mensagens. As pessoas esperam qualidade. Ainda que a sua mensagem seja incrível ou tenha informações importantes, se ela estiver cheia de erros de ortografia e gramática, é pouco provável que o leitor volte ao seu site/blog (eu, pessoalmente, sou extremamente crítica com relação a isso). Se puder, peça a outra pessoa que leia seu post antes de publicar, um segundo par de olhos sempre enxerga coisas que você talvez não tenha visto.
  • Use Feeds – Ao fazerem uma assinatura via RSS ou receberem atualizações do blog seus leitores ficaram informados sobre tudo o que você publica de novo em seu site/blog. Isso é importante para fazer com que elas voltem.
  • You Tube – Crie uma conta no You Tube, adicione o link do seu site/blog e crie alguns vídeos.  Quando as pessoas virem seu perfil é possível que entrem também no seu site/blog.
  • Aproveite a fama de outros – Escreva sobre alguém famoso, seja qual for o tema do seu site/blog é possível descobrir um modo de citar alguém famoso. Por exemplo eu utilizei o que na época era o tema do momento no meus post: O Marketing Viral das Empreguetes.
  • Compartilhe I – Não se esqueça de compartilhar cada publicação, você pode configurar seu site/blog para compartilhar automaticamente seu post nas Redes Sociais que você utiliza. Outra coisa que você pode fazer é utilizar uma ferramenta, como Buffer ou Hootsuite, para agendar o compartilhamento de suas publicações.
  • Compartilhe II – Utilize o Digg, Reddit ou outro site de bookmarking para compartilhar o link de suas publicações.
  • URL inteligente no WP – Se você usa o WordPress, não deixe de configurar a URL do seu blog para que elas contenham a data e o nome do post no link. Isso ajuda com os mecanismos de busca.
  • Seja amigável – Se você ignora seus leitores, os comentários, as perguntas e sugestões deles é pouco provável que eles voltem.
  • Anúncios – O anúncios de outros em seu site/blog é uma forma de você perder seu leitores, eles podem se distrair com o anúncio, clicarem nele e deixarem o site sem sequer se lembrar do que vieram fazer. Então, se você não pretende ganhar dinheiro com anúncios ou se o que ganha não está valendo à pena, tire os anúncios, não distraia seus leitores.
  • Atividade – Criar concursos, sorteios, surveys, sempre chama a atenção. Realize um concurso, espalhe a notícia nas Redes Sociais com links para o seu site/blog. Promova-se!

É claro que existem mais coisas que você pode fazer para aumentar o tráfego do seu site/blog, essas são apenas algumas.

Se você conhece mais alguma tática, deixe nos comentários!

Boa sorte!

Não tem como evitar o Google Plus

produtos-google

Aparentemente o Google decidiu usar golpe baixo para competir com o Facebook, exigir que as pessoas que utilizam os serviços da empresa, ativem seus perfis sociais no Google+.

Como resultado, as pessoas que criam conta no Gmail, Youtube e outros serviços do Google, estão também criando páginas públicas no Google+.

A rivalidade da Google Inc. com o Facebook Inc. é lendária.

Aqui no Brasil a primeira batalha foi ganha com larga margem de vantagem pelo Facebook quando a Rede Social de Mark Zukerberg acabou com o Orkut de forma incontestável.

Mas há mais do que os usuários brasileiros em jogo e o Google, como gigante que é, não joga para perder.

De acordo com o site The Wall Street Journal, “a ordem vem de cima, o presidente executivo do Google, Larry Page, tem buscado medidas mais agressivas para levar as pessoas a usar o Google+. O Google criou o Google+ em grande parte para impedir o Facebook de dominar os negócios de Redes Sociais”.

Na verdade isso é muito questionável, uma vez que nada impediu o Google de “dominar os negócios de busca na internet”.

O usuário sai ganhando? Talvez.

O Google tem feito de tudo para melhorar a integração do Google+ com outros serviços da empresa.

Para o Marketing a questão maior são os anúncios. O Google Adwords, que até o momento vem mantendo a preferência dos anunciantes, mas vem também perdendo terreno para os anúncios no Facebook.

A vantagem que os anúncios do Facebook têm sobre os anúncios do Google Adwords é o fato de que seus anúncios são direcionados, uma pessoa “curte” a página de uma empresa e quase automaticamente seus amigos passam a visualizar anúncios dessa empresa com a informação de que aquela pessoa já “curtiu”, o que não deixa de ser uma recomendação.

A integração das contas do Google com o Google+ irá fornecer ao Google esse mesmo tipo de vantagem.

O único porém é: apesar de contar mais de 100 milhões de contas, o Google+ ainda está longe de possuir a interatividade do Facebook.

Vamos ver o que o Google vai fazer a respeito.

Ainda de acordo com o site The Wall Street Journal

“Alguns usuários dos serviços do Google são surpreendidos ao descobrir o quão longe essa integração pode chegar. Sam Ford, de 26 anos, Oficial da Marinha, diz que se inscreveu no G+, no que ele imaginava ser uma conta sigilosa, para poder enviar suas fotografias através do seu smartphone para uma pasta do Google+. Mais tarde ele ficou surpreso ao ver que sua conta não era sigilosa como ele esperava e que seu perfil no G+ tinha incluído seu nome, e possuía inclusive uma analise de software que ele tinha escrito recentemente sobre a loja do Google Play online”.

Este tipo de “não privacidade” nos dá o que pensar.

Meu afilhado sugeriu uma analogia interessante: Se o seu filho em plena puberdade começa a descobrir atrizes pornôs e tenta fazer uma pesquisa no Google, será que aparecerá uma sugestão do tipo: “O teu pai também gosta desta atriz” ou “O teu pai é seguidor desta atriz no Twitter”.

Esse tipo de analogia nos faz pensar a respeito da falta de privacidade que a integração das contas acarretará.

O mínimo que podemos pedir é a possibilidade de recusarmos esta integração. A partir da “não possibilidade” desta recusa a outra opção seria…

Cancelar as contas do Google…

Sem mais Gmail, Youtube, Android…

E a partir daí? Abrir uma conta no Hotmail, Bing, Outlook…

Mas a Microsoft já vem coletando dados dos nossos computadores (que incluem programas instalados) através do Windows, o que a impediria de iniciar um sistema similar ao do Google?

É um beco sem saída.

A opção é torcer para que o pessoal do Google se dê conta de que existem coisas na vida das pessoas que não foram feitas para serem compartilhadas e que a opção de compartilhar ou não deve caber exclusivamente a elas.

Boa sorte!

Como aumentar o tráfego do seu site

trafegoA Otimização de Sites (SEO) não é fácil e não é feita à base de truques e magia negra, apenas muito trabalho e estratégias específicas.

Mas existem algumas coisas que você pode fazer para ajudar o seu site e elas nem são assim tão complicadas.

Qualquer coisa que você faça e que aumente o número de visitantes ou o posicionamento do seu site nos mecanismos de busca, é vantajoso, certo?

Então vamos lá:

Melhore seu conteúdo

Um bom título é essencial para que o visitante leia o texto, mas se o conteúdo ficar abaixo das expectativas do título deixará o leitor frustrado e é pouco provável que ele volte ou compartilhe seu conteúdo.

Não engane os mecanismos de busca

Não faz diferença para você o tipo de visitantes que suas palavras chave atrairão? Bem posso garantir que não existe nada mais irritante… Certo, acredito que você deve saber disso… Do que digitar um termo no Google, clicar em um link e entrar em um site que não tem nada a ver com o assunto que estou pesquisando.

Isso acontece com mais frequência do que eu gostaria.

Se o Google me diz que você tem garrafas azuis, por favor, tenha garrafas azuis, sim?

Quando você clica em um link, se depara com um site sem nenhuma relação com o que você buscava e sai correndo dele, acredite, isso conta pontos negativos para o site. Você não quer isso para o seu, quer?

Conteúdo e palavras chave

Se você quer escrever sobre um determinado assunto mas não tem muita experiência nele, pesquise, leia, informe-se.

Depois verifique quais as melhores palavras chave sobre aquele assunto e use-as à vontade.

Construa seu conteúdo em volta dessas palavras e aguarde o resultado, acredite, você vai se surpreender.

Utilize Títulos, subtítulos e marcadores

Subtítulos dão ênfase aos tópicos e marcadores facilitam a leitura, além de darem a impressão de que o texto é menor do que realmente é.

Os mecanismos de busca ainda gostam desses detalhes e as pessoas adoram.

Se puder, quase por acaso (rsrs) colocar suas palavras chave como subtítulos… Melhor ainda!

Links internos

Links internos não dependem de ninguém exceto de você mesmo, então aproveite todas as oportunidades.

Os links internos, além de serem excelentes para a otimização, ainda facilitam a navegação do usuário.

Ligue os artigos relacionados de seu site, por exemplo:

Se em uma página você citar um determinado produto, coloque um link para a imagem do produto ou vice versa.

Mas não saia colocando links indiscriminadamente, até os mecanismos de busca podem se confundir, rsrs.

Não esqueça de acompanha o movimento do seu site

Depois de um certo tempo online você já pode, com a ajuda do Google Analytics, avaliar as melhores palavras chave e selecionar algumas novas.

Isso é muito importante para a otimização, quanto mais você souber sobre o tráfego do seu site, de onde estão vindo, como chegam até você, melhor.

Com os dados de tráfego em mãos

Uma vez que você tem todos os dados de tráfego você pode começar a corrigir erros e direcionar melhor seus esforços de otimização.

Artigos já publicados podem ser reeditados conforme o interesse do momento, eu tenho todos os meus posts arquivados em meu computador, às vezes é bom voltar e reavaliar um determinado assunto, ver se houve mudanças (coisa que na minha área acontece com muito mais frequência do que nós gostaríamos).

Se está sem idéia para escrever, procure em antigos artigos, talvez encontre um tema que merece ser comentado.

Mantenha-se ativo

Muitos proprietários de site acreditam que é só deixar o site lá e ele criará fama sozinho, não é bem assim, a menos que sua marca já tenha uma fama grande o bastante para levar o público até você.

Ninguém vai chegar até você se não for pelo caminho mis fácil e não estou contanto aqueles que abrem o browser e digitam a sua URL na barra de endereços, esses podem ser levados em conta (embora até eles possam se cansar de um site sem novidade).

Então não deixe o seu site cair no esquecimento por falta de atividade.

Boa sorte.

Posts relacionados:

Dicas para promover o seu site

Erros na otimização de sites

Dicas de otimização para quem não gosta de atualizar conteúdo

Dicas pra promover sua empresa online

dicas

Quando se tem uma pequena ou micro empresa o gasto com divulgação sempre parece maior do que o orçamento disponível.

Alguns pequenos empresários ainda acreditam que investir em Marketing é desperdiçar dinheiro, outros ainda preferem o alto custo de um Marketing Tradicional ao “risco” do Marketing Digital.

Em ambos os casos fica a dúvida sobre como promover a empresa sem um custo muito alto e de forma efetiva.

Seja qual for a sua maneira de encarar o Marketing aqui vão algumas dicas para você promover sua empresa na internet:

  • Google Local – Cadastre sua empresa e aproveite a oportunidade de divulgá-la. Tudo o que você precisa fazer é fornecer os dados de sua empresa, como endereço e telefone, para que ela apareça nas pesquisas locais.
  • Redes Sociais – A escolha das Redes Sociais vai depender do seu público alvo, Facebook, Twitter, Linkedin, etc. Procure pesquisar entre seus clientes.
  • Mercado Livre – Se sua empresa comercializa produtos, você também pode aproveitar as vantagens do Mercado Livre para divulgar seus produtos e inserir informações sobre sua empresa.
  • Blog – Um blog é, sem dúvida alguma, a melhor forma de divulgar seus produtos. Através do blog você pode esclarecer dúvidas dos clientes, fornecer informações detalhadas sobre marcas, produtos ou serviços, inserir fotos, imagens, vídeos com descrições detalhadas e ainda utilizar as Tags para ajudar na classificação do seu site nas páginas de pesquisa.
  • Buscapé – Se os seus produtos tem um bom preço, cadastre-os no Buscapé é gratuito se você utilizar o sistema de pagamento deles ou de custo bem em conta para anúncios pagos, além de você ganhar R$ 200,00 de bônus para anunciar.
  • Opiniões, depoimentos e comentários – Peça a seus clientes que escrevam depoimentos sobre sua empresa, publique-os no site, para que os usuários possam ver, eles também podem postar diretamente no seu blog. Isso é uma excelente forma de estimular os visitantes.
  • Troca de Links – A troca de links pode ser feita entre empresas parceiras, fornecedores e até mesmo sites de clientes. Links e banners em outros sites é uma excelente forma de promover sua empresa.
  • E-mail – Inserir o endereço do seu site ou blog na sua assinatura de e-mail é outra forma de promoção, o link pode estimular a pessoa que recebe o e-mail a entrar no site.

Bom é isso, essas foram as últimas dicas de 2012. Eu espero que vocês que estão me acompanhando desde o início do ano, tenham aproveitado os posts, eu aproveitei muito cada minuto gasto elaborando textos para vocês.

Feliz-Ano-Novo

Desejo a todos um Feliz Ano e que 2013 nos traga muitas oportunidades e poucas modificações nos sistemas dos mecanismos de busca ou nas Redes Sociais.

Boa sorte!

A utilidade dos tablets e dos smartphones nas compras de fim de ano

tablet-smartphone

Você já parou para pensar que pode estar pagando muito caro por um produto?

Imagine que você está no shopping, procurando presentes de natal para amigos e parentes, os preços parecem bons, mas… Como ter certeza?

Aquele brinquedo que você viu por R$150,00 e que você sabe que seu filho adoraria ganhar, pode estar mais barato em outro shopping.

Mas então você precisaria ir até lá para verificar, certo?

Errado.

Se você possui um tablete ou um smartphone, pode simplesmente acessar alguns sites, verificar preços, condições de pagamento e finalmente escolher onde quer comprar seu presente.

Em algumas lojas (aquelas que dizem cobrir qualquer oferta) você ainda pode negociar o preço se mostrar a eles que a loja X está vendendo o mesmo produto por um preço melhor.

É claro que estou falando de compras e passeios no shopping, o que, a gente tem que admitir, ainda é mais divertido do que as compras na internet.

Mas se no seu caso você prefere ficar em casa e comprar tudo pela internet, meu conselho é que tenha bastante paciência e utilize os mecanismos de busca e comparadores de preços como ferramentas de guerra.

Voltando aos shoppings, se você não possui um tablete ou smartphone, aproveite a viagem e compre o seu, ou, como segunda opção, alugue um o site BR Mobile tem excelentes opções de equipamentos.

Pegue o seu dispositivo móvel e se prepare para economizar muito mais do que você pode imaginar.

Aqui estão alguns sites excelentes para comparação de preços:

Com esta lista você já pode sair preparado, entre nos sites, salve-os em favoritos, coloque o tablete/smartphone no bolso e vá às compras.

Boa sorte!

Google Plus, Rede Social ou Plataforma de Marketing?

Google-Plus

Sim, muitas pessoas devem ter torcido o nariz ao ler a primeira parte do título e erguido as sobrancelhas ao ler a segunda parte.

Para a maioria o G+ não passa de uma tentativa fracassada de Rede Social, apenas a título de informação o G+ até agora, possui mais de 100 milhões de usuários ativos (que publicam regularmente mensagens, comentam e interagem) e no total, são mais de 400 milhões de usuários.

É claro, a maioria das pessoas que utilizam o G+ fazem isso para negócio, divulgação de produtos, marcas e serviços.

Isso fez com que o G+ tenha se tornado uma ferramenta de negócios.

Talvez você nem o use ou o encare desta forma, mas acredite você vai reconsiderar.

Marketing nos círculos

Um dos elementos mais diferenciados do G+ são os círculos de amigos. Usados para diferenciar grupos de pessoas diferentes, foi uma ideia inovadora, mas que até hoje pouquíssimas empresas ou empresários soube como utilizar.

É claro que isso tem um lado não tão positivo.

Ao postar apenas para círculos específicos, você não está postando publicamente e isso diminui o efeito da otimização, uma vez que a classificação dos mecanismos de busca só acontece se o conteúdo se tornar público.

Então, qual a utilidade dos círculos?

Partindo da ótica do marketing, os círculos se tornam uma ferramenta mais do que útil, pois eles permitem que você classifique seus clientes da forma que lhe convier e que utilize isso em campanhas de marketing específicas.

Além disso, o que posso dizer? Google.

O G+ já vem com a vantagem de ter o Google a seu lado.

E o Google utiliza o G+ de diversas formas na hora de oferecer seus resultados de busca.

Então, como empresa, se você se destaca no G+, consequentemente irá melhorar sua visibilidade na página de pesquisa do Google.

Outra vantagem é o fato de você poder tirar vantagem do fato de que o G+ é integrado ao Gmail, assim como a todos os aplicativos do Google.

Realizar reuniões online através de Hangout pode ser uma excelente forma de otimizar o seu tempo e o de seus funcionários.

O G+ também possui, como o Facebook, a possibilidade de você criar páginas comerciais, ele também oferece a possibilidade de você se conectar com pessoas de sua área.

As publicações em páginas comerciais tem a vantagem de não diminuírem a otimização.

Conclusão: O G+ talvez não seja a Rede Social mais popular no sentido pessoal, mas as empresas começam a descobrir que, principalmente na área B2B, as vantagens são grandes.

E você? Já pensou em usar o G+ com objetivos comerciais?  Caso a resposta seja não, sugiro que comece a encarar com outros olhos esta Rede Social.

Boa sorte!

Criando um plano de Mídias Sociais para sua empresa

Mapa-midias-sociais

Sua empresa tem um plano de Mídias Sociais? Não?

Você acredita que não seja necessário? Ou não conseguiu encontrar nada que lhe fornecesse idéias de como criar um bom plano?

Muitos empresários acabam desistindo de se envolverem nas Mídias Sociais por acharem que não funciona ou por não verem os resultados esperados, mas será que isso acontece por que toda essa “fé” no poder das Mídias Sociais é apenas ilusão ou porque eles se perdem no meio do caminho?

O erro está na não elaboração de um bom plano estratégico, a idéia em si pode ser boa, mas sem uma boa estrutura, sem compromisso, as Mídias Sociais podem se tornar inúteis.

E quando uma boa idéia não dá resultados ou quando os resultados não são o esperado, é provável que este empresário acabe culpando aqueles que dizem que as Mídias Sociais são “milagrosas”.

Bem, milagres não acontecem, mas com muito trabalho e dedicação, as Mídias Sociais podem sim alavancar uma empresa no mundo digital.

Se você já se decepcionou com os resultados de uma campanha nas Mídias Sociais, acredite você não está sozinho. Não é todo mundo que simplesmente aparece com um enorme marketing viral e se torna uma estrela das Mídias Sociais do dia para a noite.

Para nós, simples mortais é necessário muito mais do que simplesmente lançar um vídeo no YouTube para ver nossa marca criar fama no mercado.

Por isso é preciso que tenhamos um plano estratégico, um check list diário para nos guiar nesse mundo competitivo e ainda assim, novo das Mídias Sociais.

Então aqui estão alguns passos que você pode seguir e adaptar da forma que melhor servir a sua empresa.

1.       Comprometa-se

Antes de elaborar um plano é preciso que você tenha consciência de que as Mídias Sociais são como uma amante exigente, manter uma presença de destaque exige compromisso, além de ser um processo lento. Sua lista de fãs ou seguidores não vai crescer sozinha do dia para a noite.

É claro que você não quer ficar postando artigos, compartilhando notícias ou atualizando status sem ninguém se interessar, mas a persistência é a alma do negócio nas Mídias Sociais e se você perder o interesse e desistir, nunca saberá o que poderia ter conseguido através delas.

Além de ser frustrante para você mesmo, um página desatualizada, um perfil inerte, depõe contra sua empresa, então, antes de mais nada, comprometa-se.

Mesmo que seja apenas com você mesmo honre o compromisso de manter perfis e blogs atualizados.

Não importa o quanto isso possa parecer perda de tempo e não importa quanto tempo leve para você começar a ser reconhecido, comprometa-se.

2.       Pesquise

Se você está apenas começando talvez se surpreenda ao descobrir que a sua empresa, de uma forma ou de outra, já está na internet. Pode ser através de críticas ou elogios, comentários pessoais ou apenas na lista de empresas de sua região ou área.

Procure sua empresa no Google, você pode se surpreender ao encontrar muito mais dados do que jamais postou na internet.

Então pesquise, sua empresa aparece em comentários no Facebook? No Google+? No YouTube? No Twitter? Alguém deixou uma crítica registrada?

Utilize isso para iniciar um relacionamento com seu cliente, transforme a experiência ruim dele no início de um relacionamento que pode transformá-lo em um cliente fiel.

Embora o Facebook seja a estrela das Mídias Sociais, certifique-se de não ficar fora daquela onde você já tem uma presença, ainda que involuntária.

3.       Programe-se

Uma vez identificadas as Mídias que irá utilizar, é hora de traçar uma agenda de formas e frequência que vai utilizar para se envolver com seus usuários.

Participação aleatória é uma das principais razões do fracasso de muitas empresas nas Mídias Sociais.  Para ser bem sucedido é preciso que você mantenha uma frequência mínima de três vezes por semana, de preferência nos mesmos dias, já que isso força o usuário a esperar por sua próxima publicação, sabendo que na “quarta-feira” sua empresa irá publicar algo que pode interessa-lo.

Procure responder aos comentários, tweets, posts, etc., de preferência diariamente (vamos lá, isso vai te tomar apenas alguns minutos).

Estas respostas devem ser feitas diariamente, pois você pode acabar perdendo uma crítica que talvez fosse fácil de remediar se você tivesse agido com rapidez suficiente.

O Twitter, por exemplo, se move tão rápido que em uma hora um tweet pode deixar de ser relevante ou se tornar a hashtag mais comentada do momento.

4.       Crie conteúdo especializado

Fãs e seguidores não estão interessados em propaganda, querem conversa, novidades, promoções, participação. Não interessa a eles saber se sua empresa é grande ou pequena, eles já estão te seguindo e isso significa que provavelmente já conhecem a empresa e gostam dela por algum motivo.

Então fale sobre o que realmente interessa a eles, novidade do mercado, informações específicas de produtos, lançamentos, ofertas, etc.

Para isso utilize apresentações em slides, vídeos, white papers, infográficos e tudo mais que estiver ao seu alcance.

5.       Concursos e sorteios

Ah, sim, isso realmente agrada os usuários e os torna ainda mais conscientes de sua marca. Além disso, estimula o compartilhamento e diverte o cliente.

É claro que o fato de ser bom não significa que você deva fazer isso o tempo todo, mas você pode aproveitar festas específicas, feriados, períodos históricos, etc.

Experimente fazer isso uma vez a cada dois meses.

6.       Pense grande

Não recomendo, de forma alguma, que você se comprometa com diversas Mídias Sociais de uma só vez, mas é importante que, uma vez tendo estabelecido uma presença marcando em uma Mídia Social, você não fique estagnado.

Por exemplo, depois de estabelecer sua presença no Facebook, procure investir em vídeos no YouTube, iniciar uma campanha no Twitter.

Não se prenda a uma só Mídia Social, pois pode ser que ela não seja a melhor para o seu tipo de negócio. Pesquise, planeje, arrisque-se.

7.       Não se sufoque

Pronto, você conseguiu criar uma presença marcante nas Mídias Sociais, mas você administra uma empresa, certo? Não tem tempo para ficar escrevendo artigos para o blog, compartilhando coisas no Facebook, twitando no Facebook ou até mesmo monitorando as Mídias Sociais para saber o que estão falando da sua empresa.

Delegue quanto maior for o sucesso, maior será a cobrança dos clientes, então, para que não acabe sufocado pela própria fama, procure alguém que possa assumir parte das publicações e do gerenciamento de suas Mídias sociais.

Esse é o ponto crítico, pois quanto mais você cresce maior o perigo de que acabe sem tempo de se envolver o que pode acabar se voltando contra você.

E vamos combinar que Mídias Sociais dão trabalho, quem acha que é só ficar ali, lendo coisas engraçadas e jogando FarmVille não faz idéia do que é o gerenciamento de Mídias Sociais,

Então, antes que você ponha tudo a perder, procure alguém que possa assumir as tarefas mais trabalhosas como a criação de infográficos, textos ou até mesmo a parte de atendimento ao cliente.

Para isso você pode buscar alguém dentro de sua própria empresa ou contratar uma agência ou um profissional da área.

O importante é não perder o que você conquistou com tanto esforço, certo?

E então? O que você acha que é preciso para melhorar o posicionamento das empresas nas Mídias Sociais? Tem algum problema para conquistar clientes? Deixe seu comentário.

Boa Sorte!