A importância da Página principal

pagina-principal-site-sua-campanha

A página principal do seu site é como a recepção de sua empresa, é a primeira coisa que as pessoas veem e sua primeira impressão é sempre a mais forte.

Quando alguém entra no seu site e se depara com uma Página Principal confusa e com excesso de informações, a pessoa se sente ligeiramente perdida e isso pode fazer com que ela desista já no início de procurar o que queria.

Um texto curto de apresentação, imagens limpas e com foco no tema do site, são sempre um grande pedida.

Além dessa primeira impressão causada aos visitantes, temos que avaliar também a importância da Página Principal para os mecanismos de busca, ela é a primeira e mais indexada página do seu site.

Bem otimizada a Página Principal pode ser exibida em diversos resultados de busca.

Ela também dá o “tom” para todo o site, além de ser um ponto de referencia para tudo o que há no site.

Você não imagina a quantidade de vezes que um usuário pode voltar à Pagina Principal antes de encontrar o que está buscando.

Por isso a importância de uma Página Principal limpa e clara.

Partindo do princípio de que seus visitantes estão vindo de uma pagina de resultado de pesquisas, eles fatalmente irão cair primeiro na Página Principal, o objetivo então é fazer com que a pessoa se senta confortável e bem vinda e principalmente que ela saiba que está no lugar certo e que a partir dali elas podem, e vão, encontrar o que buscam.

A Página principal deve ser como um resumo bem elaborado de tudo o que há no site, mas cuidado para não torna-la incompreensível com excesso de informações mal distribuídas.

Um menu claro e bem visível de todo o site é primordial.

Tente utilizar o texto da Página Principal de forma a provocar o visitante, não é o lugar para descrever seus serviços/produtos, mas para fazer com que o visitante se interesse por conhece-los.

Use-a como um tira-gosto, o prato principal está distribuído pelo site, em páginas específicas.

Não se esqueça da importância das palavras chave no conteúdo da Página Principal.

Os links para outras páginas ou para imagens ou Landing Pages de produtos específicos devem ser atraentes, lembre-se, o objetivo aqui é sedução.

Se sua empresa possui alguma promoção de produtos, deve constar uma chamada para ela na Página Principal, seja como Landing Page, seja como um link, o importante é “mostrar” que ela existe logo na entrada do site.

Faça seu visitante se sentir bem vindo, uma página principal tem que ser amigável.

pagina-principal-centro-de-eventos-vitoria

A quantidade de sites onde a Página Principal chega a intimidar pela quantidade absurda de informações é muito grande. Sua Página Principal deve conter um pouco de tudo, mas de forma limpa, o excesso de informações pode acabar fazendo o usuário desistir de buscar o que quer.

Lembre-se, mesmo bem otimizado e posicionado no 1º lugar dos mecanismos de busca, a garantia de manter o usuário em seu site não existe, isso depende exclusivamente do seu site.

É mais ou menos como você levar uma pessoa a uma loja da qual você gosta, a loja é boa, os produtos são excelentes, mas o atendimento pode colocar tudo a perder.

Minha sugestão é: Se você já tem um site peça a algumas pessoas, amigos e clientes que entrem e analisem sua Página Principal, pergunte-lhes se a página está muito sobrecarregada, se eles encontram com facilidade aquilo que procuram, etc.

Se ainda não possui um site, mas está pensando e fazer um, leia este post novamente e converse com o seu webdesigner.

Boa sorte!

Posts relacionados:

Guia para a escolha e otimização de Palavras chave: Introdução

Tipos de palavras chave: Mercado

Tipos de palavras chave: Consumidor

Tipos de palavras chave: Produto

Tipos de palavras chave: Área geográfica 

Tipos de palavras chave: Genéricas 

Anúncios

Método AIDA nas Landing Pages.

Landing Pages - Páginas de Conversão

O que é o método AIDA de escrita?

Antiga mas ainda muito atual, a sigla foi criada o final dos anos 80 por um executivo de publicidade, para descrever as etapas pelas quais as pessoas passam ao ver um texto, anúncio publicitário ou Landing Page
(Páginas de Conversão) . Atenção, Interesse, Desejo, Ação.

Estas são as reações que todos os profissionais de marketing esperam de seu público.

AIDA, apesar de antiga, ainda tem uma grande relevância, principalmente nas Landing Pages.

Quando o usuário encontra o seu anúncio, seja no Google Adwords, seja na página de busca ou no Facebook, é preciso que sua Landing Page esteja preparada para provocar nele as reações desejadas, é preciso que você seja capaz de convencer o usuário da necessidade dele pelo seu produto.

I quer dizer que o seu conteúdo deve estar escrito, preparado da maneira certa para prender a atenção do usuário e convencê-lo a dar o passo seguinte: Comprar.

Então vamos nos aprofundar no significado de AIDA:

A = Atenção

É importante atrair a atenção do usuário para o seu conteúdo ou produto, este é o primeiro e mais importante passo.

Como nos casos de manchetes jornalísticas, o objetivo deve ser despertar a atenção, a curiosidade do usuário, o suficiente para que ele se interesse por ler o texto a seguir.

Na maioria das vezes isso é feito pelo título da Landing Page. Um título atraente, desperta a primeira atenção do usuário.

O texto seguinte deve manter esta atenção.

Para ser realmente eficaz você deve conhecer o seu público-alvo, saber o que ele deseja e o que poderá seduzi-lo.

Então, o ideal é: Ao invés de utilizar um texto que fale do produto de forma generalizada, criar um texto direcionado.

Sua Landing Page deve “falar” diretamente ao seu consumidor.

I – Interesse

Agora que você tem a atenção do usuário, precisa despertar seu interesse.

Esta é a parte onde o usuário vai se perguntar: “O que tem aí para mim?”

Os benefícios precisam estar focados neste público específico.

Você tem sua atenção, você compôs um título atraente e conseguiu fazer o usuário parar para ler seu texto, agora precisa despertar nele o interesse pelo que está por vir.

É aqui que entram imagens ou descrição do produto.

D = Desejo

Você despertou o interesse do usuário, é hora de acender seu desejo.

Preços especiais, promoções, recursos adicionais, depoimentos, tudo isso ajuda a instigar o desejo.

Você pode ajudar psicologicamente o usuário a acreditar que o que está oferecendo é algo necessário para ele, ou que irá lhe trazer vantagens.

Ajude-os a pensar em como seria bom trabalhar com você ou adquirir seu produto.

Desperte neles a expectativa de fazer parte de algo agradável, ou de possuírem algo realmente útil/bonito.

Ofertas de preços especiais, bônus, brindes e etc, podem ajudar na hora da decisão da compra.

Você estará transformando o “O que você tem aí para mim?” para “Sim, acho que é exatamente isso que preciso”.

E finalmente, tudo se resume a…

A = Ação

É aqui que a conversão acontece!

Seu usuário está pronto para fechar negócio, torne isso mais fácil para ele.

Deixe que ele saiba o que fazer, se neste momento ele ficar confuso, você pode perdê-lo.

Adicionar uma chamada à ação é essencial neste ponto.

É aqui que muitas Landing Pages falham.

O objetivo deixa de ser claro para o usuário e ele acaba desistindo da ação.

Botões demais, opções demais, acabam confundindo o usuário e muitas vezes o fazem desistir.

Seja objetivo com sua Landing Page, o usuário deve ter apenas duas opções:

  1. No alto da janela, um pequeno X para que ele possa fechar e continuar a navegar no site;
  2. Um único botão com a ação desejada.

É neste momento que você define a ação.

Não sobrecarregue o usuário, depois de seduzi-lo, nada pior do que deixa-lo confuso.

Então, ao elaborar sua Landing Page, utilize métodos que façam o AIDA funcionar de maneira eficiente e você verá como é fácil converter leads.

Boa Sorte!

A anatomia de uma boa Landing Page (Página de conversão) para campanhas de marketing

Landing Page - Página de conversão

O que fazer e o que evitar na construção de uma Landing Page mais efetiva.

Texto e título claros

O cabeçalho principal da página deve ser, antes de qualquer coisa, fácil de ler, específico e de fácil compreensão, de forma a levar o visitante a ler o texto e agir conforme o esperado.

O texto deve ser curto e objetivo, escrito de forma clara e com uma explicação concisa sobre como o usuário deverá agir para atingir seu objetivo.

Lembre-se de que provavelmente, o visitante chegou até sua Landing Page através de um anúncio, um link ou uma postagem nas redes sociais, isso significa que ele já percorreu metade do caminho até a ação que você espera que ele realize.

Utilize imagens e vídeos relevantes

As imagens são poderosas – a maior parte das pessoas observam as imagens antes mesmo de ler o texto.

Por isso utilize as imagens para reforçar a mensagem do texto.

Tente utilizar imagens diferentes.

Uma pesquisa revelou que a imagem de uma pessoa é muito mais eficaz do que imagem de objetos.

Utilize as Redes Sociais 

As pessoas que gostarem e quiserem compartilhar a página, não devem encontrar dificuldade para fazer isso, por tanto, torne sua Landing Page fácil de compartilhar nas redes sociais.

Utilize as redes sociais mais utilizadas pelos seus clientes.

Mantenha apenas os links relevantes para sua campanha

Evite distrair o visitante, qualquer coisa em excesso pode fazer com que o visitante acabe tomando um rumo diferente daquele que você quer.

Uma Landing Page deve conter o mínimo de informações e links possíveis.

Objetivo 

Não se esqueça, o objetivo de uma Landing Page é converter o visitante em clientes, qualquer coisa além disso é supérflua.

Se sua Landing Page está recebendo muitos visitantes, mas as conversões são poucas, reveja sua estratégia, reformule a página e tente novamente de forma diferente.

Boa sorte!

Posts relacionados:

Método AIDA nas Landing Pages

Sua Página de Conversão contém erros?

Otimização: Termos usados e seus significados

DICIONÁRIO DE OTIMIZAÇÃO

Temos o péssimo hábito de sempre achar que as pessoas sabem do que estamos falando não importa o quão técnico sejam os termos que usamos.

Nos últimos tempos tenho ouvido várias perguntas sobre o que é otimização de site e uma dessas perguntas, a mais frequente, me fez decidir escrever este post.

O que significa Otimização? O que são Palavras-chave? O que são Backlinks?

Minha mão costuma dizer que a melhor forma de responder perguntas é usando um dicionário, então, aqui está um Dicionário de Otimização com os termos mais usados. Espero que gostem.

Algoritmo

Quando se trata de otimização o termo algoritmo se refere a uma fórmula matemática, usada pelos mecanismos de busca, que classifica as páginas da web e analisa sua importância. Estes algoritmos são atualizados constantemente de forma a poderem acompanhar as mudanças e manter resultados relevantes para os usuários. Estas atualizações também servem para evitar que os profissionais de SEO descubram a forma como eles funcionam e tentem explorar isso.

ALT Tag

A Tag de Texto Alternativo é aquela que aparece no lugar da imagem quando o site está carregando ou que aparece quando a imagem não pode ser carregada por algum motivo ou ainda, quando você posiciona o mouse sobre a imagem.

Este texto é importante para a otimização pois é como os mecanismos de busca leem as imagens.

Texto Âncora

O texto âncora é o texto do link ou seja a parte “clicável” do texto que está ligada a outra página da web.

Backlink / Inbound Link

Os backlinks são os links de um site que apontam para outro. São usados na otimização para aumentar a importância do site junto aos mecanismos de busca.

Os dois valores mais importantes dos backlinks são o Texto Âncora utilizado e a relevância do site para o qual o link aponta e do qual o link se origina.

Alguns profissionais de SEO compram backlinks, mas essa tática não é garantida, além do fato de que é, se não ilegal, desonesto.

Conteúdo

Texto, imagens, vídeos u quaisquer outros tipos de mídia visíveis para o visitante.

A informação encontrada no site.

Conversão

A conversão é o número de visitantes que completam a meta fixada pelo proprietário do site. Seja comprar um produto, assinar um boletim, preencher um formulário, ou qualquer outro objetivo.

Esta é uma boa forma de medir o sucesso da otimização do seu site.

Domínio

Domínio é o nome que você registra para o seu site.

Header Text / Texto do cabeçalho

Partes do código HTML que indicam a importância de algumas partes do texto e que podem variar entre h1 e h6.

“h1” indica que um texto é muito importante.

Palavras chave / Keyword

A otimização é baseada principalmente na força das palavras chave. É quando um usuário digita uma palavra chave na caixa de pesquisa do mecanismo de busca que a importância das palavras chave surge.

Quando mais otimizadas as palavras chave do seu site, maiores as possibilidades de um bom posicionamento dele nos mecanismos de busca.

Densidade das palavras chave

A densidade se refere à quantidade de vezes que a palavra chave aparece no texto do site em comparação ao número total de palavras.

Landing Page

A Landing Page ou página de conversão é uma página que o usuário acessa depois de clicar em um link de outra página, banners de propaganda, anúncios, etc.

Link Building

Pratica comum na otimização utilizada para aumentar o valor de seu site e a classificação dele nos mecanismos de busca.

Meta Description

A meta description é um resumo do site codificado em HTML e visível apenas para os mecanismos de busca. Ela é usada para descrever de forma breve o conteúdo do site.

Otimização / SEO

É o uso de técnicas específicas para melhorar o posicionamento do site nos mecanismos de busca e aumentar o tráfego de visitantes.

Page Rank

Um dos termos mais comuns na otimização, refere-se à classificação numérica de um site projetada pelo Google e varia entre 0 e 10.

Esta classificação mostra a importância que o Google dá a uma determinada página.

PPC (Pay Per Click)

Pagamento por clique é um sistema de publicidade no qual o proprietário de um site só paga quando alguém clica no anúncio.

Atualmente uma das formas mais populares de direcionar o tráfego para o seu site.

Robots.txt

Arquivo de texto que informa aos mecanismos de busca o que deve e o que não deve ser incluído nas páginas de pesquisa.

Search Engine Marketing – SEM

O SEM é um SEO em larga escala que inclui métodos de publicidade pagos.

URL

Endereço da web. URL significa Uniform Resource Locator e cada site tem uma URL própria: www.suacampanha.com

Estes foram alguns termos utilizados pelos profissionais de SEO, não são todos, mas acredito que sejam os que mais despertam curiosidade.

Se tiver algum termo que não conste aqui, mas que você queira saber o que significa, é só perguntar.

Sua Página de Conversão contém erros?

Você decidiu criar uma Landing Page (Página de Conversão), pois todos os sites sobre otimização afirmam que é uma das melhores formas para converter visitantes em leads (possíveis clientes) e leads em clientes.

Mas… Ela não está funcionando como disseram que funcionaria!

Será que isso é só mais uma conversa fiada?

Na verdade as Landing Pages são, comprovadamente úteis em um site, seja para que os visitantes deixem seus e-mails cadastrados (isso será útil no futuro para o e-mail marketing), seja para eles conhecerem algo que você disponibiliza no seu site ou para comprar.

A verdade é que elas foram criadas para estimular o usuário a agir da forma como você deseja, mas não basta criar uma e colocá-la no seu site, é preciso que você tenha certeza de que ela irá realmente funcionar.

Como?

Em primeiro lugar experimente pensar como o usuário. Se sua Landing Page não atrai você, com certeza não atrairá outras pessoas.

1 – Verifique se há em sua Landing Page uma palavra ou frase de efeito, aquela frase que vai atrair a atenção do visitante.

Por “atenção” entenda: Interesse, curiosidade, cobiça ou confiança.

Esta é a frase/palavra que vai levar o visitante a pensar duas vezes antes de fechar a página.

2 – Não descarte a possibilidade de estar confundindo seu visitante.

Uma Landing Page deve conter apenas uma escolha de ação, qualquer coisa, além disso, vai confundir o usuário. Então, se o seu objetivo é vender, tenha apenas um botão “compre agora”.

Não tente pedir que o usuário compre e se cadastre na mesma ação, ele pode acabar desistindo de ambas as ações apenas por se sentir acuado ou indeciso.

3 – Tenha certeza de que o seu visitante não está confundindo sua Landing Page com o resto do site.

Você não quer isso, com certeza, então, se sua Landing Page apresenta um visual semelhante ao do seu site. Modifique-o.

Se as cores do seu site variam entre azul, roxo e cor de rosa (eu sei, ninguém utilizaria esta combinação para um site, mas nunca se sabe…), então utilize cores diferentes, como laranja, verde e amarelo.

Assegure-se de que seu visitante saberá que aquela é a página onde ele deve “agir”.

4 – Ainda com relação ao layout, não se esqueça de que tudo em excesso é prejudicial, então, na hora de escolher texto + cores + fotos + formulário + botão de ação, procure evitar qualquer tipo de poluição visual.

Além de também confundir o usuário, pode acabar estressando ele e levando-o a fugir correndo.

5 – Retire quaisquer links para outras páginas ou sites. O objetivo é que o usuário responda a ação desejada, não que ele se distraia.

6 – Certifique-se de que a imagem, caso aja alguma, não seja mais envolvente que a chamada de ação. Se a imagem tiver legenda, que seja relacionada de forma clara e objetiva à ação desejada.

7 – Botões de Redes Sociais. Eles são realmente necessários à ação que você deseja, ou estão apenas servindo como pontos de fuga?