Tipos de palavras chave: Mercado

Palavras chave

Palavras chave definidas pelo Mercado.

Sem as palavras chave certas a otimização do seu site não funcionará da forma correta.

Este guia de foi elaborado com a intenção de ajudar você a determinar quais as palavras chave deverão ser utilizadas na otimização do seu site.

Neste primeiro tutorial vamos falar sobre as palavras chave definidas pelo mercado.

O que são palavras chave definidas pelo mercado?

Estas palavras são as mais comuns. São as primeiras palavras que vêm a sua mente quando você pensa em otimizar o seu site.

Vamos utilizar como exemplo o mercado do Marketing Político Digital.

Quando você pensa em otimizar um site ou uma campanha de Marketing Político Digital, algumas palavras vêm imediatamente à mente, por exemplo:

  • Eleições;
  • Candidatos;
  • Eleitores

As perguntas que você deve fazer a si mesmo antes de definir as palavras chaves relacionadas ao seu produto são:

“Quais as palavras descrevem meu produto/serviço?”

“Que palavras o meu público-alvo utiliza para descreverem a minha empresa?”

Estas palavras definem o meu serviço? Eleições 2012? O meu público alvo irá relacionar “Eleições 2012” com Marketing Político Digital? Ou eles pensarão apenas n Marketing Político como “Marketing Político”?

A partir daí você irá descobrir diversas palavras relacionadas com seu produto.

O que as pessoas procuram ao fazer uma pesquisa sobre Marketing Político Digital?

  • Propaganda política na internet;
  • Sites de política;
  • Política no Brasil

Ao pensar em palavras-chave o ideal é tentar se colocar no lugar do usuário. Tentar pensar na forma como eles fariam um pesquisa para a busca de produtos/serviços similares ao seu.

A partir daí fica fácil selecionar uma boa quantidade de palavras chave.

No próximo post: Tipos de palavras chave: Consumidor

Se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário ou entre em contato através do site:

http://www.suacampanha.com

Anúncios

Formas de marketing politico que afastam os eleitores (parte I)

Marketing Político no Espírito Santo

1 – Interagir com eleitores errados

Teoricamente existe um conceito de que o candidato deve gostar de seus eleitores, isso é muito bonito, no papel, mas a realidade é diferente.

Alguns candidatos simplesmente não conseguem interagir com determinados tipos de eleitores, isso é a vida real, ninguém é obrigado a gostar de todo mundo.

Em alguns casos o candidato se esforça para demonstrar simpatia, para se interessar por determinados tipos de eleitores, mas em muitos casos seu esforço acaba se tornando visível e prejudica a campanha.

O objetivo do Marketing político não é puxar os eleitores para o seu lado, mas fazer com que eles se aproximem por livre escolha, seduzi-los.

Enquanto a maior preocupação for quantidade e não qualidade, você o risco de acabar perdendo eleitores por não saber interagir com eles.

E, é claro, os adversários agradecem.

Neste caso uma boa pesquisa, uma boa análise dos eleitores, pode ajudar a selecionar aqueles que são mais próximos ao perfil de pessoas com as quais o candidato se relacionará bem.

Estes, desenvolvendo uma boa relação com o candidato, automaticamente se tornarão divulgadores da mensagem da campanha e, por sua vez, irão utilizar de táticas semelhantes (instintivamente) para conquistar novos seguidores.

Se sua equipe de Marketing insiste em fazer com que você se relacione pessoalmente com todos os tipos de eleitores, cuidado, você pode estar jogando o dinheiro de sua campanha fora e ainda contribuindo com os adversários.

Antipatizar com um candidato é direito de todo eleitor, mas como a equipe de marketing vai lidar com isso é responsabilidade do candidato.

2 – Fazendo promessas impossíveis de cumprir

Nada afasta mais eleitores do que promessas não cumpridas ou promessas obviamente impossíveis de serem cumpridas.

Atualmente o candidato que pensa que o eleitor não está interessado em programas de governo ou que é possível criar um programa de governo utópico e fazer os eleitores acreditarem na veracidade dele, deve repensar essa tática.

Hoje, com o acesso à internet e às redes sociais, veremos muitos eleitores discutindo programas de governo entre si. O tempo em que a política era unilateral, em que os políticos diziam uma coisa em cada bairro da cidade, muitas vezes contradizendo-se a cada quarteirão, acabou.

Ao projetar seu programa de governo, pense nisso.

Ao invés de prometer mundos e fundos, procure ouvir seus eleitores, descubra o que eles esperam, pesquise.

A parte mais importante do Marketing Político é saber ouvir.

3 – Utilizando ou não o que você sabe

O simples fato de ouvir o que os eleitores desejam, não significa que você deva transformar estes desejos em discursos radicais.

Lembre-se de que os eleitores muitas vezes constroem seus planos de vida em torno do que acreditam. Isso inclui promessas políticas.

Dizer a eles que você vai fazer o que desejam e depois ignorar isso durante quatro anos é como desistir de sua carreira política já no início da campanha.

Limite-se a oferecer aquilo que você sabe que poderá entregar, seja honesto, mesmo que isso não contente a todos. Explique as limitações que o cargo impõe e que não pretende prometer nada além do que poderá cumprir.

Pelo menos os eleitores saberão que podem confiar em você e isso é muito mais do que muitos deles esperam de políticos atualmente.

4 – Ignorando eleitores

Respeito e confiança são coisas importantes, mas muitos políticos cometem um erro tolo.

Uma vez que se sentem confiantes de sua vitória, ou que sentem que em determinada comunidade eles não tem a menor chance, o candidato passa a ignorar aqueles eleitores e partindo em busca de novos.

A conquista de eleitores é, evidentemente, o objetivo da campanha, mas, nunca se esqueça que da mesma forma que você os conquistou pode perdê-los para um adversário mais simpático, mais carismático ou mais oportunista.

Muitas vezes o eleitor conquistado hoje, pode mudar de idéia amanhã e ser conquistado novamente no outro dia.

Campanha é uma batalha constante, não a perca apenas por se sentir confiante demais.   

Que saber mais a respeito de um bom planejamento de campanha online? acesse www.suacampanha.com e consulte-nos

Boa sorte!

Guia de Mídias Sociais para pequenas empresas – Parte I

As Mídias Sociais chegaram para ficar. E se você tem um pequeno negócio você pode ficar feliz e aproveitar cada oportunidade que cada uma delas oferece.

Blogs, Facebook, Twitter, Youtube… A lista é muito grande, mas o potencial de crescimento de sua empresa, com a expansão de sua cartela de cliente é ainda maior.
Algumas pequenas empresas estão usando as mídias sociais para aumentar seus lucros. Outros estão cometendo um erro após o outro, apenas por falta de orientação.

Hoje vou falar sobre o que é necessário fazer para utilizar os benefícios das Redes Sociais.

Você deve ter uma série de dúvidas a esse respeito. Se não tivesse já teria parado de ler, não é? Então, se continua comigo, vamos lá.

• O que é Mídia Social?

• Quais os principais sites e ferramentas de Mídia Social?

• Quais Mídias Sociais são melhores para minha empresa?

• Como divulgar meu site nas Mídias Sociais?

• Como usar as Mídias Sociais para aumentar os lucros?
• Que estratégias e ferramentas podem ajudar sua empresa a crescer mais rápido?
• Quais os melhores tipos de usuários das mídias sociais?

• Quais os perigos das Mídia Sociais?

Certo, não vou colocar tudo isso em um só post, pois provavelmente você deve ter mais o que fazer nas próximas 24 horas, então dividi o Guia em 3 partes.

Vamos começar com uma visita básica ao mundo maravilhoso e complexo de mídia social.

O que é Mídia Social?
Mídia Social é qualquer site ou função de aparelho celular que permite a você compartilhar conteúdo e idéias com outras pessoas. Basta pensar nisso como uma variedade de métodos para entrar em contato com pessoas e com o que elas pensam, no mundo inteiro.

Quais são os principais sites e ferramentas de Mídia Social?

Os principais sites de Mídia Social (nem pense que esta lista está completa, afinal eu também tenho mais o que fazer nas próximas 24 horas)

Blog
Sinceramente, o seu Blog é o seu mais importante site de Mídia Social. Algumas pessoa talvez discordem, mas na verdade é o blog que vai formar a base de suas outras atividades sociais

Facebook – 42,9 milhões de usuários no Brasil
O Facebook não é apenas um conjunto de perfis pessoais para compartilhar fotos de seu jantar com seus amigos. É uma forma importante de obter novos clientes para interagirem com sua empresa tanto online quanto offline. As pessoas podem usar GPS para chegar até sua empresa, compartilhar sua “Fan Page com amigos e muito mais.

 Twitter – 33,3 milhões de usuários no Brasil
No Twitter as pessoas seguem umas as outras, divulgam comentários e produtos, fazem críticas e elogios. É excelente para se atualizar, uma vez que as notícias são postadas em tempo real. Outra vantagem é conhecer e manter contato com outras pessoas do seu ramo de atividade.

 Youtube – 3 bilhões de visualizações por dia
Você ao sabia que o YouTube é uma Mídia Social? Mas é. É uma excelente oportunidade de postar publicidades gratuitas sobre seus produtos e serviços. Apenas não se esqueça, ao gravar um vídeo, de que qualquer fundo musical que utilizar não pode ferir os direitos autorais de ninguém, ou o Youtube não permite a postagem do vídeo.

 Google + – 90 milhões de usuários no mundo
Relativamente jovem, o Google+ está em pleno crescimento, de acordo com alguns sites de pesquisa o G+ tem, por dia, cerca de 620 mil inscrições. O G+ é a integração de sua Mídia Social com seu mecanismo de busca. Você adiciona pessoas ao seu círculo de amigos e os resultados de pesquisa mudam com base no que as pessoas recomendam. Como no Facebook você pode ter uma página comercial no G+.
Ainda existem muitas outras, como Orkut, MSN, Flickr e etc.
Mas na verdade você não precisa estar conectado a todas elas, mas uma coisa você não pode esquecer, uma vez incrito em uma Mídia Social não cometa o erro de desaparecer e aparecer apenas quando lhe for conveniente, você não apenas não vai conquistar clientes dessa forma, você vai afastá-los.

No próximo Blog:

• Quais Mídias Sociais são melhores para minha empresa?

• Como divulgar meu site nas Mídias Sociais?

• Como usar as Mídias Sociais para aumentar os lucros?