Entendendo a relação entre Otimização e Conteúdo

seo-e-conteúdo

Se você é um empresário que sabe a importância de se manter uma boa presença online, provavelmente você está familiarizado com o conceito da Otimização de sites.

Você entende que o objetivo do seu site é educar e entreter seus visitantes e que estes fatos estão diretamente relacionados com a otimização.

Estes fatos são fáceis de compreender.

Por outro lado, pode ser difícil entender o quanto um bom conteúdo pode melhorar a otimização do seu site.

Lembre-se dos seus leitores

Acontece de se ouvir por parte de alguns profissionais de SEO termos técnicos e expressões em inglês que tornam tudo muito misterioso e fascinante.

Keywords (palavras chave) Headers (Cabeçalhos), Meta Tags, e etc.

Mas acredite, se o seu site não estiver direcionado aos seres humanos, nada disso fará a menor diferença e você estará jogando seu dinheiro fora.

A Otimização ideal é aquela que mescla as técnicas de SEO com uma boa técnica de redação de conteúdo.

Textos que repetem 20 vezes as mesmas palavras foram criados para mecanismos de buscas, não para visitantes.

De que adianta você conquistar a primeira página das SERPs (Páginas de resultados de pesquisa) se o visitante do seu site sairá correndo quando começar a ler todo aquele texto repetitivo?

Logo de início você pode seguir algumas dessas dicas:

  • Escreva parágrafos curtos;
  • Enriqueça seus textos com títulos e subtítulos para ajudar seus leitores a terem uma idéia do que irão ler;
  • Utilize sem medo listas e marcadores;
  • Assegure-se de estimular seus leitores a agirem conforme você espera;
  • Utilize, sim, suas palavras chave, mas de uma forma que pareça natural.

Porque estou falando sobre isso?

Bem, porque muitas vezes, quando um empresário decide contratar um profissional para fazer a otimização de seu site, ele tem um objetivo, melhorar o posicionamento do site nas páginas de pesquisa, certo, mas o verdadeiro objetivo do site não seria converter os visitantes em clientes?

Ah, tinha se esquecido disso?

Pois é, isso acontece com mais frequência do que você imagina.

Ao otimizar o seu site é preciso que você tenha em mente que o objetivo É o cliente, atraí-lo, seduzi-lo, conquista-lo.

O posicionamento do site nas SERPs é um meio para um fim e não o fim em si.

E você não conquista clientes com códigos de HTML.

São palavras, imagens… Enfim, um site amigável, que vai transformar seu visitante em um possível cliente.

É o site de sua empresa então, não se esqueça disso em momento algum, o seu site precisa falar sobre você, sua empresa, seus objetivos, seus produtos ou serviços, tenha certeza de que tudo isso está bem claro de forma a não deixar dúvidas.

O conteúdo não é apenas uma complementação da otimização, mas é a apresentação do seu site, é “você” dizendo aos seus visitantes o propósito da sua empresa, dos seus serviços, dos seus produtos.

Por isso a Otimização e a Redação de Conteúdo precisam estar em sincronia, para que ao criar o conteúdo, ele seja capaz de ajudar na otimização, mas que de forma alguma ele se torne apenas um item a mais no SEO.

Boa sorte!

Links relacionados:

PPC x SEO

SEO ou SEM?

SEO em e-commerce começa da base

O SEO da sua empresa é mesmo o problema?

Como aumentar o tráfego do seu site

trafegoA Otimização de Sites (SEO) não é fácil e não é feita à base de truques e magia negra, apenas muito trabalho e estratégias específicas.

Mas existem algumas coisas que você pode fazer para ajudar o seu site e elas nem são assim tão complicadas.

Qualquer coisa que você faça e que aumente o número de visitantes ou o posicionamento do seu site nos mecanismos de busca, é vantajoso, certo?

Então vamos lá:

Melhore seu conteúdo

Um bom título é essencial para que o visitante leia o texto, mas se o conteúdo ficar abaixo das expectativas do título deixará o leitor frustrado e é pouco provável que ele volte ou compartilhe seu conteúdo.

Não engane os mecanismos de busca

Não faz diferença para você o tipo de visitantes que suas palavras chave atrairão? Bem posso garantir que não existe nada mais irritante… Certo, acredito que você deve saber disso… Do que digitar um termo no Google, clicar em um link e entrar em um site que não tem nada a ver com o assunto que estou pesquisando.

Isso acontece com mais frequência do que eu gostaria.

Se o Google me diz que você tem garrafas azuis, por favor, tenha garrafas azuis, sim?

Quando você clica em um link, se depara com um site sem nenhuma relação com o que você buscava e sai correndo dele, acredite, isso conta pontos negativos para o site. Você não quer isso para o seu, quer?

Conteúdo e palavras chave

Se você quer escrever sobre um determinado assunto mas não tem muita experiência nele, pesquise, leia, informe-se.

Depois verifique quais as melhores palavras chave sobre aquele assunto e use-as à vontade.

Construa seu conteúdo em volta dessas palavras e aguarde o resultado, acredite, você vai se surpreender.

Utilize Títulos, subtítulos e marcadores

Subtítulos dão ênfase aos tópicos e marcadores facilitam a leitura, além de darem a impressão de que o texto é menor do que realmente é.

Os mecanismos de busca ainda gostam desses detalhes e as pessoas adoram.

Se puder, quase por acaso (rsrs) colocar suas palavras chave como subtítulos… Melhor ainda!

Links internos

Links internos não dependem de ninguém exceto de você mesmo, então aproveite todas as oportunidades.

Os links internos, além de serem excelentes para a otimização, ainda facilitam a navegação do usuário.

Ligue os artigos relacionados de seu site, por exemplo:

Se em uma página você citar um determinado produto, coloque um link para a imagem do produto ou vice versa.

Mas não saia colocando links indiscriminadamente, até os mecanismos de busca podem se confundir, rsrs.

Não esqueça de acompanha o movimento do seu site

Depois de um certo tempo online você já pode, com a ajuda do Google Analytics, avaliar as melhores palavras chave e selecionar algumas novas.

Isso é muito importante para a otimização, quanto mais você souber sobre o tráfego do seu site, de onde estão vindo, como chegam até você, melhor.

Com os dados de tráfego em mãos

Uma vez que você tem todos os dados de tráfego você pode começar a corrigir erros e direcionar melhor seus esforços de otimização.

Artigos já publicados podem ser reeditados conforme o interesse do momento, eu tenho todos os meus posts arquivados em meu computador, às vezes é bom voltar e reavaliar um determinado assunto, ver se houve mudanças (coisa que na minha área acontece com muito mais frequência do que nós gostaríamos).

Se está sem idéia para escrever, procure em antigos artigos, talvez encontre um tema que merece ser comentado.

Mantenha-se ativo

Muitos proprietários de site acreditam que é só deixar o site lá e ele criará fama sozinho, não é bem assim, a menos que sua marca já tenha uma fama grande o bastante para levar o público até você.

Ninguém vai chegar até você se não for pelo caminho mis fácil e não estou contanto aqueles que abrem o browser e digitam a sua URL na barra de endereços, esses podem ser levados em conta (embora até eles possam se cansar de um site sem novidade).

Então não deixe o seu site cair no esquecimento por falta de atividade.

Boa sorte.

Posts relacionados:

Dicas para promover o seu site

Erros na otimização de sites

Dicas de otimização para quem não gosta de atualizar conteúdo

O que é SEO Black Hat?

grafico-seo-black-hat

É isso o que você quer para o futuro do seu site?

Eu pouco toquei neste assunto desde comecei a escrever este blog e acabaram me cobrando informações sobre o que é “Black Hat”.

Antes de mais nada devo explicar que o nome “chapéu preto” vem do tempo dos filmes de faroeste, em que os mocinhos usavam chapéu branco e os bandidos… Black Hat.

Isso já deve ter esclarecido bastante, certo?

Mas vamos entrar em detalhes aqui.

Você quer que o seu site se destaque, é claro, se você tem consciência das vantagens de se estar na primeira página do Google, de preferência em primeiro lugar, você com certeza vai querer isso, mas a que preço?

Promover um site não é uma coisa fácil, nem rápida, e se alguém lhe disser o contrário, desconfie.

Não estou dizendo que isso seja impossível, não é. Na verdade, com a técnicas “certas” seu site pode estar em primeiro lugar em menos de 2 semanas, tentador, não é? Mas a pergunta é: por quanto tempo ele vai permanecer lá? E, o que é mais importante, para onde ele vai quando sair?

Sim porque o Google (e todos os outros mecanismos de busca) tendem a banir sites que usam técnicas Black Hat de suas páginas de pesquisas.

Então a questão não é quando chegar lá, mas como.

Existem diversas formas “limpas” de se conseguir um bom posicionamento nas SERPs e, embora possa demorar um pouco até que seu site alcance o lugar desejado, o tempo que ele permanece lá é que vai realmente contar no final.

Black Hat é um desperdício de dinheiro e um risco que, se você for esperto e estiver visando o futuro do seu site, não vai querer usar, acredite.

Todas as técnicas de construção de backlinks através de conteúdo relevante e das Mídias Sociais, utilização das Meta Tags certas, pesquisa apurada de palavras chave… Tudo isso é elaborado aos poucos mas são coisas duradouras, técnicas que ainda estarão valendo mesmo que você decida mudar de ramo e desfazer o seu site.

Um coisa importante para se ter em mente é que um 2º lugar nas SERPs durante 1 ano pode lhe render milhares de clientes a mais do o 1º lugar durante 3 meses.

Literalmente, o que quero dizer é que talvez, se você fizer tudo de forma ética e consciente,  você não consiga atingir o alvo, é verdade, mas agindo de forma antiética você corre riscos muito maiores do que este.

Uma das táticas Black Hat mais populares é a venda de Backlinks, pessoalmente eu recebo pelo menos dois e-mails por dia com ofertas de backlinks, não digo que sejam todos os casos, mas muitos desses links tem prazo de validade, então você compra e em no máximo seis meses eles se desfazem. Então seu site começa a perder posições e você não sabe porque… Dinheiro jogado fora

Se você não tem conhecimento dessas técnicas, pode acabar sendo seduzido pela idéia de conseguir fácil algo que o seu concorrente levou meses para conseguir.

Agora, depois de ler isso, se você ainda se sentir tentar, não reclame se em alguns meses tiver voltado para o 100º lugar no Google ou, pior, tiver sido banido.

Boa sorte.

Posts relacionados:

Erros na otimização de sites

Dicas de otimização para quem não gosta de atualizar conteúdo

Otimizando o seu vídeo para o YouTube

Dicas para promover o seu site

Reputação Online, você está preocupado? Deveria…

reputação-online

Este posto foi publicado originalmente em inglês no SEO Hacker, achei importante traduzir e oferecer para vocês esta interessante visão da necessidade do Marketing Pessoal.

Então vamos lá:

Cenário 1 – Telecomunicação

Você está em busca de um novo emprego, sua experiência na área de telecomunicação é grande e a empresa para a qual se candidatou está em plena expansão.

Você monta um currículo de primeira, apresentando todos os seus pontos fortes, a entrevista está indo muito bem e suas chances parecem excelentes.

Fácil assim? Talvez não.

De repente o diretor de RH decide fazer uma rápida pesquisa no Google.

Ooops… É aí que as coisas ficam meio complicadas.

Ali está um post em um fórum que você participou a 5 anos cujo título era: “Todas as empresas de telecomunicação no Brasil são um lixo!”.

Também há uma foto sua publicada no Facebook, só de cueca, correndo pelo campus da Universidade, em um trote, há 8 anos.

E uma foto sua bêbado na despedida de solteiro do seu melhor amigo no Twitter.

Eles não te chamam para a segunda entrevista. Isso lhe parece estranho?

Cenário 2 – Novo Cliente

Sua empresa de áudio e vídeo está a ponto de fechar um grande contrato com uma grande empresa local de eventos. Você já está sorrindo com a adição desta empresa em sua cartela de clientes.

A recomendação de um amigo praticamente te garantiu o contrato.

Mas antes de fechar o contrato a empresa faz uma pesquisa no Google.

Um de seus ex-empregados, demitido por justa causa, mas com ideias de revanche, postou no Facebook um comentário sobre a forma injusta com que sua empresa trata os funcionários.

Um concorrente desleal postou algo no Twitter sobre a qualidade de seu equipamento.

Você perde o contrato.

O que é o gerenciamento de reputação online?

Ambos os cenários são apenas exemplos, mas é importante que você saiba que este tipo de coisa acontece todos os dias na internet.

O Gerenciamento de Reputação Online é um processo de avaliação dos resultados de pesquisa potencialmente prejudiciais a sua pessoa ou sua empresa e a criação de uma estratégia que controle estes resultados.

Isso inclui a administração pelo menos da primeira página dos resultados de pesquisa, bem como a administração de críticas e comentários que exigem respostas.

Gerenciamento de reputação não é SEO, a diferença é que apesar de utilizar técnicas de Otimização, o objetivo não é o aumento de tráfego, mas criar uma aura positiva em torno de sua pessoa ou empresa.

Gerenciamento de reputação é um processo contínuo, por isso implica em um monitoramento constante de seu nome ou marca, garantindo uma página de resultados irrepreensível hoje, para que a mesma não se torne seu pesadelo amanhã.

Porque isso é tão importante?

Não preciso descrever todas as vantagens de se manter ativo no mundo digital, ter perfis nas Redes Sociais, um site, um blog…

Mas na verdade, mesmo que você não tenha nenhuma intenção de sequer entrar no mundo digital, é preciso que saiba que seus amigos e seus clientes já estão lá, postando fotos e comentários sobre você ou sua empresa.

Algumas dessas postagens podem nem ser mal intencionados, apenas indesejáveis.

Não tentar controlar isso pode custar mais caro do que você imagina.

O que fazer então?

Se você decidir tomar a frente o controle de sua reputação existem duas formas de fazer isso.

Primeiro, se você tem algum conhecimento sobre SEO, link building, redação de conteúdo, etc. Você pode usar suas habilidades para garantir uma boa classificação nos mecanismos de busca com a mais importante palavra chave de todas: O seu nome.

É útil também ter um conhecimento mínimo do gerenciamento de Mídias Sociais como o LinkedIn, Twitter, Youtube e Facebook.

Segundo, se você não tem nenhum conhecimento de SEO, não tiver tempo para efetuar as ações necessárias, você terceirizar este serviço (tente www.suacampanha.com).

Quando devo começar?

Agora você tem uma ideia do que é o Gerenciamento de Reputação e porque isso é tão importante, então comece logo a agir, antes que você termine do lado errado dos cenários 1 e 2.

Comece fazendo uma pesquisa sobre você no Google e analise seus resultados.

E não perca o próximo post com algumas táticas que funcionam nestes casos.

Até lá… Boa sorte!

Técnicas de Gerenciamento de Reputação Online

técnicas-ninja

Não é preciso muito para que sua reputação online fique manchada, como já falei sobre isso no post: “Reputação Online, você está preocupado? Deveria…”

Uma única foto ou comentário feito por um concorrente ou um cliente insatisfeito pode causa danos à sua reputação e acabar prejudicando você de uma forma inesperada.

O Gerenciamento de reputação online pode ser uma coisa frustrante e difícil, ficar monitorando os resultados dos mecanismos de pesquisa, utilizando técnicas de SEO para fazer com que esses resultados desapareçam da primeira página…

Mas, embora seja um trabalho que exige tempo, cada passo vale a pena se isso proteger sua reputação, certo?

Então aqui vão algumas dicas do que fazer:

Mídias Sociais

Você com certeza precisa de perfis nas Mídias Sociais, mesmo que seja apenas para defender sua reputação, responder a comentários ou críticas e atender clientes insatisfeitos antes que sua insatisfação se torne um problema para você.

Meu conselho é que você não saia se cadastrando em todas as Mídias Sociais disponíveis, primeiro porque você, sinceramente, não terá tempo para administrar todas elas de forma satisfatória, segundo é realmente uma questão de qualidade x quantidade.

Concentre-se nas Mídias que você conhece e que sabe que seus clientes, concorrentes ou futuros empregadores estarão. LinkedIn, Twitter, Youtube e Facebook são boas escolhas.

A questão é lembrar que apenas possuir um perfil não fará diferença nenhuma, você precisa estar realmente ativo, além de fazer um bom monitoramento para evitar que quaisquer comentários que o desabone passe despercebido.

Conteúdo de qualidade, comentários, repostas a questionamentos, conquista de links, a questionamentos, conquista de links, tudo isso toma tempo e quanto mais perfis você tiver, mais fácil será ignorar um deles por falta de tempo, o que pode acabar sendo prejudicial.

Resumo biográfico

Fale sobre si mesmo antes que outros o façam. Disponibilize um resumo de sua biografia, blog, eventos, prêmios conquistados.

Não se limite a textos, insira vídeos, links para o seu site e para seus perfis nas Mídias Sociais. Faça o seu Marketing de forma a que sua personalidade, conquistas e metas estejam disponíveis.

Você não só não tem o que esconder como tem muito que mostrar.

 

Qualidade

A construção de links é uma excelente forma de se destacar, mas tenha certeza de que esses links são reais e que realmente estão contribuindo para a sua reputação.

Acredite você não vai querer seu nome ou o da sua empresa, ligados a links de sites que podem acabar prejudicando sua reputação.

É isso, espero que de alguma forma tenha ajudado você a se inteirar mais sobre Gerenciamento de Reputação Online.

Acesse nossa página e saiba mais sobre Marketing Pessoal e Profissional.

Boa sorte!

Termos que todo empresário online deve conhecer

OTIMIZAÇÃO-DE-SITES

Se você é um empresário ligado aos serviços de Marketing Online já deve ter ouvido uma quantidade enorme de siglas como SEO, SEM, SMO e etc.

Mas você realmente sabe o que elas significam? Elas fazem sentido para você?

Quando pesquisa sobre otimização e se depara com SEO, você sabe o que significa?

E Keywords? PPC?

Se você pretende ou já está implantando uma campanha de Marketing Online é preciso que tenha uma noção mínima sobre as diversas siglas que envolvem esse sistema, então aqui estão algumas definições que podem ajudar você.

Otimização de sites (SEO – Search Engine Optimization)

A Otimização (SEO) se refere a uma série de estratégias implantadas para aumentar o tráfego do seu site utilizando os resultados das pesquisas dos mecanismos de busca. É um projeto de longo prazo e com um resultado mais duradouro que qualquer outro sistema de Marketing.

A otimização inclui estratégias como:

  • Implantação de palavras chave;
  • Otimização das Meta Tags;
  • Otimização das imagens do site;
  • Backlinks e etc.

Marketing de Conteúdo

O Marketing de conteúdo se baseia em desenvolver um conteúdo relevante e que seja compartilhado, de forma a divulgar a marca/produto/serviço e criar popularidade em torno dela.

O objetivo é que com a divulgação o aumento do número de cliente e das vendas seja automático.

Otimização das Mídias Sociais – (SMO – Social Media Optimization)

A otimização das Mídias Sociais é o processo complementar da otimização de site e que visa à utilização das Mídias Sociais para aumentar tráfego para o seu site e divulgar sua marca/produto/serviço.

Este processo pode incluir Redes Sociais, vídeos, feeds, bookmarking e outros sistemas de Mídias Sociais.

Marketing nas Mídias Sociais – (SMM – Social Media Marketing)

Uma estratégia final de marketing que utiliza as Redes Sociais como Twitter, Facebook e outras, para a implantação de uma presença online dinâmica e interativa, com o objetivo de direcionar o tráfego para o site e desenvolver um relacionamento com os clientes.

Marketing nos mecanismos de busca – (SEM – Search Engine Marketing)

Forma de marketing que visa à promoção do seu site nos mecanismos de busca de forma a aumentar sua visibilidade.

Abrangendo também uma parte do SEO, o SEM também inclui a divulgação nas SERPs (Páginas de resultados de pesquisa) através de propagandas pagas, como no caso das campanha PPC.

Pagamento por clique – (PPC – Pay-per-click)

Uma alternativa par ao SEO, o PPC é um sistema de marketing que você paga por clique, como no caso do Google Adwords.

Considerado atualmente um dos melhores sistemas de marketing do mundo, o PPC oferece diversas vantagens para campanhas online, como a escolha de público alvo, geolocalização e valor dos cliques.

Neste sistema o anunciante paga apenas quando o usuário clica no anúncio e é direcionado ao site.

Pesquisa Orgânica

As páginas de pesquisa oferecem dois tipos de resultados, os pagos (PPC) que geralmente ficam no alto e na lateral direita da página e os resultados orgânicos, resultados naturais, geralmente conquistados através da otimização do site.

Palavras chave – (Keywords)

As palavras chave são usadas para informar aos mecanismos de busca a relação entre o seu site e os termos de pesquisa utilizados pelos usuários.

São elas que ajudam o usuário a encontrar o seu site e que são utilizadas pelos mecanismos de busca para a classificação do seu site nas SERPs.

Boas palavras chave são uma excelente forma de conseguir a divulgação do seu site para o público certo.

Páginas de Conversão (Landing Pages)

As páginas de conversão são páginas que tem exclusivamente por objetivo convencer o visitante a agir como você quer, seja comprar, fazer download se cadastrar no site, etc.

Backlinks

Backlinks são links entre duas páginas da web.

Podem ser internos, ligando uma página à outra dentro do seu site ou externos, ligando o seu site a outro ou vice-versa.

Alguns dizem que os backlinks já não influenciam o posicionamento de um site nas SERPs, mas a verdade é que ainda influenciam o suficiente para serem importantes.

A qualidade de um backlink pode tornar o seu site relevante o bastante para conseguir uma boa classificação nos mecanismos de busca, uma vez que os backlink são considerados como votos de confiança entre sites…

Se tiver algo mais que queira saber ou que queira acrescentar, deixe seu comentário

Boa sorte!

Conteúdo x Link Building

disputa

Antes de falar sobre o porquê de o conteúdo ser mais importante do que a troca de links, vou explicar o que é a troca ou construção de links (Link Building)

Os mecanismos de busca ainda dão importância aos Links na hora de classificar o seu site, é claro, mas esse sistema além de ser mais complexo está deixando de ser tão importante.

A troca de links hoje em dia é oferecida na internet como produto, alguns sites vendem o direcionamento de links para o seu site.

Com isso você ganha em popularidade, é verdade, mas a que preço?

Existem alguns sites que vende links e conseguem posicionar o seu site de forma rápida, mas alguns desses links são desfeitos poucos meses depois e você começa a perder posição, sem saber porquê.

Links realmente válidos são aqueles que você consegue por esforço próprio, que você ganha por mérito e isso não é fácil.

Considerando isso vamos analisar a importância do conteúdo e suas vantagens.

O conteúdo é mais fácil de ter seu valor avaliado

Como eu disse antes, existem muitos sites vendendo links, mas como você pode avaliar o valor desses links? Ainda que eles consigam melhorar seu posicionamento nos mecanismos de busca, como saber o real valor deles? Difícil, não é?

Com relação ao conteúdo é algo que você pode avaliar, tanto com relação à qualidade quanto com relação ao retorno gerado.

Compartilhamentos, Likes, RT, comentários, tudo isso são formas de avaliar o seu conteúdo.

O conteúdo é aquilo que você está vendo.

Qualquer retorno é natural

Os links gerados pelo conteúdo são naturais quando se trata de compartilhamento nas Mídias Sociais.

É mais ou menos assim: Você divulga seu conteúdo, o usuário lê, gosta e compartilha criando links para este conteúdo.

Além disso você mesmo pode compartilhar este conteúdo em suas redes sociais.

Os links naturais ainda são mais confiáveis, uma vez que veem espontaneamente e mais duradouros, visto que muitos links comprados tem prazo de validade.

Redatores x SEOs

Encontrar bons SEOs com capacidade para construir links duradouros é difícil e todo o processo é demorado, mas ao contratar um bom redator não é tão difícil e o custo pode ser muito mais em conta.

Você pode procurar bons redatores em blogs e redes sociais e até mesmo analisar o material deles.

Agradando Gregos e Troianos

A construção ou troca de links vai se tornar cada vez menos importante, enquanto o conteúdo está se tronando cada vez mais relevante na hora dos mecanismos de busca avaliarem seu site.

Isso porque o conteúdo fala muito mais sobre a influência do seu site para os usuários do que qualquer link, fato que é de extrema importância para os mecanismos de busca.

E como eu disse antes, um bom conteúdo vai gerar links de uma forma ou de outra.

Boa sorte!

Erros na otimização de sites

Ranking de Tráfego do Google

A maioria dos empresários e alguns profissionais de marketing, mesmo alguns autodenominados “especialistas em SEO” cometem alguns grandes e desnecessários erros.

E por causa de alguns desses erros o lucro, ou não aparece ou vai embora e, não estou sendo trágica, em alguns casos a empresa pode simplesmente ter seu site excluído dos mecanismos de busca, o que causa um enorme prejuízo se você conta com vendas através do site.

O pior é que não há garantias de conseguir cancelar essa exclusão.

Utilizar técnicas erradas de SEO, violando os códigos dos mecanismos de busca pode custar muito caro.

Não estou me referindo a erros comuns, como excesso de palavras chave, erros na redação da meta description ou meta tags, esses erros, embora possam causar problemas na hora dos mecanismos de busca classificarem o site, não são realmente perigosos, apenas chatos.

Refiro-me a técnicas ilegais de SEO, técnicas que, se descobertas pelos mecanismos de busca podem causar um prejuízo maior do que as vantagens que supostamente elas trariam.

Expectativa de tráfego rápido

Um dos erros mais comuns é a expectativa de tráfego rápido.

Não espere que a otimização de seu site funcione da noite para o dia, isso não vai acontecer.

Por causa desse erro de expectativa, muitos empresários cancelam os serviços de otimização, antes mesmo que ele comece a fazer efeito.

O dinheiro investido acaba sendo jogado fora apenas porque a expectativa estava na direção errada.

Otimize seu site para obter um bom posicionamento no Google, o tráfego virá naturalmente e aumentará com o tempo. Pode acreditar.

Em um 19º lugar nas páginas de pesquisa do Google (o que corresponde ao último lugar da segunda página e não é considerado um mau posicionamento), você não vai conseguir aumentar o tráfego do seu site.

Basicamente porque 99% do tráfego do Google estão distribuídos entre as 10 melhores posições (entre a primeira a segunda página).

Isso significa que se o seu site estava em 865º lugar e passou para 20º, ainda assim você não vai conseguir que o tráfego do seu site aumente da forma que espera.

De 865º para 20º, você pode considerar que a otimização do seu site foi extremamente bem sucedida. Isso significa que você está no caminho certo.

No entanto você pode se sentir frustrado se não compreender o que se deve esperar de uma boa otimização.

Vou ser sincera, o 1º lugar no Google é fruto de um trabalho lento e contínuo e não de um golpe de sorte. Mas existem formas e formas de se estar nesta posição.

Então, se você contratou ou está pensando em contratar serviços de otimização para o seu site, mantenha isso em mente, certo?

Quando finalmente chegar entre os 10 primeiro lugares, você verá melhora no tráfego do seu site, não antes disso.

Não procure no lugar errado

Certo, você tem consciência de que o tráfego será uma consequência após o seu site estar bem posicionado, mas todas as vezes que você procura entre no Google você não encontra o seu site.

Se o seu site é aquele do qual falamos antes e estava na 865º posição e finalmente subiu para a 20º, mas você continua procurando por ele apenas entre os 10 primeiros, você não vai encontra-lo.

Neste caso você também pode acreditar que a otimização não funcionou.

Sugestão:

Antes de contratar a otimização, verifique qual o posicionamento do seu site, se ele estiver em 1000º, volte a verificar, sempre começando pela 1000ª posição e subindo.

Garanto que você vai ficar agradavelmente surpreso com os resultados.

Compra de links

Outro erro comum de empresários é acreditar que podem comprar links.

A compra de links pode até enganar os mecanismos de busca, mas Abraham Lincoln disse uma vez:

“Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas pessoas por algum tempo; mas não consegue enganar a todas por todo o tempo.”

A verdade é que a maioria dos links vendidos não tem utilidade alguma, os mecanismos de busca consideram apenas aqueles que possuem algum tipo de relação com o tema do site.

Então se o seu site é sobre venda de computadores, não adianta você possuir links de lanchonetes, restaurantes, supermercados ou motéis, simplesmente não vai colar.

Além do mais, a maioria links vendidos para melhorar o posicionamento dos sites tem validade de seis meses, o que significa que você paga caro por um serviço que tem prazo de validade.

Posicionamento válido é aquele que você consegue através de trabalho sério, estratégias específicas e tempo.

Qualquer coisa rápida e fácil na otimização é suspeita.

Boa sorte!

Posts relacionados:

Dicas de otimização para quem não gosta de atualizar conteúdo

Perguntas que toda pequena empresa deve fazer sobre Otimização

Otimização: Termos usados e seus significados

PPC x SEO

PPC-x-SEO

O que é PPC?

PPC (Pay per click) é um sistema de anúncios pagos na internet que funciona de uma forma muito mais segura e em conta que qualquer anúncio em jornais e revistas.

Nesse sistema você anuncia seu produto/serviço e paga apenas quando o usuário clica no anúncio, o que vai direcioná-lo para o seu site, caso o usuário veja o anúncio, mas não se interesse por ele, você não paga nada.

O Marketing Online há muito já ultrapassou o marketing tradicional em uma análise “custo-benefício”, isso ninguém pode negar.

Dependendo de onde você pretende anunciar, esse custo pode ser muito menor do que você imagina.

Vamos tomar como exemplo as campanhas do Google Adwords.

Google Adwords?

O Google criou uma forma de você conseguir um bom posicionamento em suas páginas de busca através de anúncio PPC.

No caso do Adwords, você cria sua campanha escolhendo entre apenas texto para as páginas de resultados de pesquisa ou anúncios mais elaborados, imagens e chamadas visualmente mais atrativas e que são veiculados em sites específicos como o Orkut, Youtube e outros conveniados.

Em seguida você seleciona suas palavras chave, ou seja, as palavras que são ligadas ao seu produto ou serviços e que irão fazer com que o seu anúncio apareça. Por exemplo: Selecionando palavras chave como “turismo” “praia” “férias”, sempre que alguém digitar essas palavras na caixa de pesquisa do Google Search, seu anúncio aparecerá como mostra a imagem abaixo:

Com esse sistema você pode direcionar sua campanha para um público alvo específico (homem, mulher, mais de 35, menos de 20, etc.) ou por localização geográfica (selecionando apenas o país ou estado que deseja alcançar). Com isso o desperdício de dinheiro é mínimo, além disso, o custo é incrivelmente em conta.

O PPC é a maior inovação em matéria de marketing, principalmente para pequenas empresas.

O que é SEO?

Já falei sobre isso, mas vamos recapitular: SEO – Search Engine Optimization é um conjunto de estratégia elaboradas para tornar seu site mais visível pelos mecanismos de busca e, consequentemente, deixa-lo mais acessível aos usuários.

Qualquer pessoa com um mínimo conhecimento de pesquisa no Google, sabe que um site na 4 ou 5 página de resultados dificilmente é visualizado. As pessoas não gostam de passar da primeira página quando estão fazendo uma pesquisa.

Por isso a importância de ter seu site na primeira página de resultados de pesquisa.

Para conseguir isso é necessário que o seu site esteja preparado, otimizado.

As estratégias de SEO consistem em uma combinação de métodos que incluem modificações on e offpage.

É um sistema de trabalho que exige paciência pois ao contrário do PPC, seu efeito não aparece da noite para o dia, mas, também ao contrário do PPC, seu efeito é muito mais duradouro e o investimento é único.

O ideal?

Se você está começando um negócio ou precisa de um retorno imediato, meu conselho é que você utilize, inicialmente as duas técnicas.

Comece com o PPC enquanto o SEO é elaborado, invista pouco mais de forma que seja efetiva para o seu objetivo, procure conseguir um cupom promocional do Google Adwords (você pode ganhar até R$150,00 para utilizar em sua campanha), crie um anúncio em display e direcione de forma correta.

Quando a campanha estiver no fim o seu site provavelmente já estará bem posicionado na pesquisa orgânica.

PPC x SEO?

Não perca tempo tentando decidir.

Boa sorte!

SEO ou SEM?

SEO ou SEM

Existem muitas técnicas de divulgação na internet, vídeos, redes sociais, e-mail marketing, PPC, etc.

Duas dessas técnicas são o SEO (Search Engine Optimization ou Otimização de sites para mecanismos de busca) e o SEM (Search Engine Marketing ou Marketing para mecanismos de busca).

Para algumas pessoas ambos os termos são desconhecidos e para outras são a mesma coisa.

O primeiro, SEO, é o conjunto de estratégias que valoriza o site de forma a que ele apareça em uma melhor posição nos resultados gratuitos de pesquisa do Google. É um trabalho demorado e detalhado que visa unicamente às buscas orgânicas, gratuitas dos mecanismos de busca.

O segundo, SEM, é um trabalho de configuração de campanhas pagas nos mecanismos de busca.

Ambos têm o mesmo propósito, Marketing Online, mas as semelhanças acabam por aí, principalmente quando a questão é econômica.

O SEO é uma estratégia, um trabalho de aperfeiçoamento do site, o SEM é um sistema pelo qual você paga para aparecer nos mecanismos de busca, basicamente um anúncio publicitário.

É claro que cada um tem sua importância, dependendo da necessidade dos usuários.

Por exemplo, se o que você precisa de resultados rápidos para a sua empresa, o melhor é utilizar o SEM.

Elaborar uma boa estratégia de campanha no Google Adwords de forma que seu anúncio se mantenha sempre na primeira página de pesquisas.

Isso porque, como eu disse antes o SEO é um trabalho demorado, mas também muito mais efetivo, uma vez que seu efeito permanece por muito mais tempo.

No entanto, ambos, SEO e SEM não são incompatíveis, pelo contrário, eles pode4m se complementas se você quiser uma campanha efetiva e a longo termo, você pode utilizar ambas as técnicas e aproveitar o impacto do SEM enquanto elabora o SEO.

De qualquer forma ainda tem um porém:

O objetivo do SEM é direcionar o tráfego para uma determinada página do site e, se esta página não estiver otimizada, a conversão se torna mais difícil.

Por isso no caso de uma campanha PPC, o SEM precisa que o site ou, pelo menos, a página cumpram certos requisitos que só o SEO pode fornecer.

Portanto ainda que você opte apenas pelo SEM, é preciso que você pense de forma ampla e aplique o SEO na página de conversão.

Boa sorte!