YouTube nas eleições municipais

Leia este post AQUI

Posts relacionados:

4 Ps no Marketing Político Digital

1º P – Possibilidades

2º P – Percepção

3º P – Planejamento

Anúncios

Criando um plano de Mídias Sociais para sua empresa

Mapa-midias-sociais

Sua empresa tem um plano de Mídias Sociais? Não?

Você acredita que não seja necessário? Ou não conseguiu encontrar nada que lhe fornecesse idéias de como criar um bom plano?

Muitos empresários acabam desistindo de se envolverem nas Mídias Sociais por acharem que não funciona ou por não verem os resultados esperados, mas será que isso acontece por que toda essa “fé” no poder das Mídias Sociais é apenas ilusão ou porque eles se perdem no meio do caminho?

O erro está na não elaboração de um bom plano estratégico, a idéia em si pode ser boa, mas sem uma boa estrutura, sem compromisso, as Mídias Sociais podem se tornar inúteis.

E quando uma boa idéia não dá resultados ou quando os resultados não são o esperado, é provável que este empresário acabe culpando aqueles que dizem que as Mídias Sociais são “milagrosas”.

Bem, milagres não acontecem, mas com muito trabalho e dedicação, as Mídias Sociais podem sim alavancar uma empresa no mundo digital.

Se você já se decepcionou com os resultados de uma campanha nas Mídias Sociais, acredite você não está sozinho. Não é todo mundo que simplesmente aparece com um enorme marketing viral e se torna uma estrela das Mídias Sociais do dia para a noite.

Para nós, simples mortais é necessário muito mais do que simplesmente lançar um vídeo no YouTube para ver nossa marca criar fama no mercado.

Por isso é preciso que tenhamos um plano estratégico, um check list diário para nos guiar nesse mundo competitivo e ainda assim, novo das Mídias Sociais.

Então aqui estão alguns passos que você pode seguir e adaptar da forma que melhor servir a sua empresa.

1.       Comprometa-se

Antes de elaborar um plano é preciso que você tenha consciência de que as Mídias Sociais são como uma amante exigente, manter uma presença de destaque exige compromisso, além de ser um processo lento. Sua lista de fãs ou seguidores não vai crescer sozinha do dia para a noite.

É claro que você não quer ficar postando artigos, compartilhando notícias ou atualizando status sem ninguém se interessar, mas a persistência é a alma do negócio nas Mídias Sociais e se você perder o interesse e desistir, nunca saberá o que poderia ter conseguido através delas.

Além de ser frustrante para você mesmo, um página desatualizada, um perfil inerte, depõe contra sua empresa, então, antes de mais nada, comprometa-se.

Mesmo que seja apenas com você mesmo honre o compromisso de manter perfis e blogs atualizados.

Não importa o quanto isso possa parecer perda de tempo e não importa quanto tempo leve para você começar a ser reconhecido, comprometa-se.

2.       Pesquise

Se você está apenas começando talvez se surpreenda ao descobrir que a sua empresa, de uma forma ou de outra, já está na internet. Pode ser através de críticas ou elogios, comentários pessoais ou apenas na lista de empresas de sua região ou área.

Procure sua empresa no Google, você pode se surpreender ao encontrar muito mais dados do que jamais postou na internet.

Então pesquise, sua empresa aparece em comentários no Facebook? No Google+? No YouTube? No Twitter? Alguém deixou uma crítica registrada?

Utilize isso para iniciar um relacionamento com seu cliente, transforme a experiência ruim dele no início de um relacionamento que pode transformá-lo em um cliente fiel.

Embora o Facebook seja a estrela das Mídias Sociais, certifique-se de não ficar fora daquela onde você já tem uma presença, ainda que involuntária.

3.       Programe-se

Uma vez identificadas as Mídias que irá utilizar, é hora de traçar uma agenda de formas e frequência que vai utilizar para se envolver com seus usuários.

Participação aleatória é uma das principais razões do fracasso de muitas empresas nas Mídias Sociais.  Para ser bem sucedido é preciso que você mantenha uma frequência mínima de três vezes por semana, de preferência nos mesmos dias, já que isso força o usuário a esperar por sua próxima publicação, sabendo que na “quarta-feira” sua empresa irá publicar algo que pode interessa-lo.

Procure responder aos comentários, tweets, posts, etc., de preferência diariamente (vamos lá, isso vai te tomar apenas alguns minutos).

Estas respostas devem ser feitas diariamente, pois você pode acabar perdendo uma crítica que talvez fosse fácil de remediar se você tivesse agido com rapidez suficiente.

O Twitter, por exemplo, se move tão rápido que em uma hora um tweet pode deixar de ser relevante ou se tornar a hashtag mais comentada do momento.

4.       Crie conteúdo especializado

Fãs e seguidores não estão interessados em propaganda, querem conversa, novidades, promoções, participação. Não interessa a eles saber se sua empresa é grande ou pequena, eles já estão te seguindo e isso significa que provavelmente já conhecem a empresa e gostam dela por algum motivo.

Então fale sobre o que realmente interessa a eles, novidade do mercado, informações específicas de produtos, lançamentos, ofertas, etc.

Para isso utilize apresentações em slides, vídeos, white papers, infográficos e tudo mais que estiver ao seu alcance.

5.       Concursos e sorteios

Ah, sim, isso realmente agrada os usuários e os torna ainda mais conscientes de sua marca. Além disso, estimula o compartilhamento e diverte o cliente.

É claro que o fato de ser bom não significa que você deva fazer isso o tempo todo, mas você pode aproveitar festas específicas, feriados, períodos históricos, etc.

Experimente fazer isso uma vez a cada dois meses.

6.       Pense grande

Não recomendo, de forma alguma, que você se comprometa com diversas Mídias Sociais de uma só vez, mas é importante que, uma vez tendo estabelecido uma presença marcando em uma Mídia Social, você não fique estagnado.

Por exemplo, depois de estabelecer sua presença no Facebook, procure investir em vídeos no YouTube, iniciar uma campanha no Twitter.

Não se prenda a uma só Mídia Social, pois pode ser que ela não seja a melhor para o seu tipo de negócio. Pesquise, planeje, arrisque-se.

7.       Não se sufoque

Pronto, você conseguiu criar uma presença marcante nas Mídias Sociais, mas você administra uma empresa, certo? Não tem tempo para ficar escrevendo artigos para o blog, compartilhando coisas no Facebook, twitando no Facebook ou até mesmo monitorando as Mídias Sociais para saber o que estão falando da sua empresa.

Delegue quanto maior for o sucesso, maior será a cobrança dos clientes, então, para que não acabe sufocado pela própria fama, procure alguém que possa assumir parte das publicações e do gerenciamento de suas Mídias sociais.

Esse é o ponto crítico, pois quanto mais você cresce maior o perigo de que acabe sem tempo de se envolver o que pode acabar se voltando contra você.

E vamos combinar que Mídias Sociais dão trabalho, quem acha que é só ficar ali, lendo coisas engraçadas e jogando FarmVille não faz idéia do que é o gerenciamento de Mídias Sociais,

Então, antes que você ponha tudo a perder, procure alguém que possa assumir as tarefas mais trabalhosas como a criação de infográficos, textos ou até mesmo a parte de atendimento ao cliente.

Para isso você pode buscar alguém dentro de sua própria empresa ou contratar uma agência ou um profissional da área.

O importante é não perder o que você conquistou com tanto esforço, certo?

E então? O que você acha que é preciso para melhorar o posicionamento das empresas nas Mídias Sociais? Tem algum problema para conquistar clientes? Deixe seu comentário.

Boa Sorte!

Dicas para otimizar seus vídeos

Vídeos

Embora a maioria das pessoas saiba da grande utilidade dos vídeos no Marketing Online, muitas empresas ainda relutam em aproveitar esta ferramenta.

Antes de mais nada vamos nos lembrar que atualmente o YouTube é o segundo mecanismo de busca mais utilizado no mundo, isso deve ter uma razão, certo?

No entanto, eu reconheço que criar um vídeo não é tão fácil quanto todo mundo faz pensar. Pelo menos não um vídeo de qualidade e conteúdo realmente relevantes.

A primeira coisa a se lembrar é que o YouTube é uma Rede Social e como tal tem grandes possibilidades de atrair clientes e tráfego para o seu site.

Apesar disso alguns empresários pensam duas, três vezes antes de investir na produção de um vídeo.

Alguns por acharem muito complicado, mas a maioria por não verem como este tipo de publicidade pode dar um retorno efetivo ao seu negócio.

Mas, se você está pensando em investir neste tipo de Mídia, aqui vão algumas dicas de otimização para tornar o seu vídeo muito mais visível:

  1. Como eu disse antes, o YouTube é o segundo maior mecanismo de busca atualmente, então, seja qual for a sua preferência, não deixe de utilizar o YouTube para divulgar o seu vídeo.
  2. O título é, sim, muito importante. Faça com ele seja atraente o suficiente para que as pessoas sintam, pelo menos, curiosidade ao lerem o título. Seduza sua audiência logo de primeira. Mas não se esqueça de que o seu título é também sua palavra chave mais importante, então dê atenção especial a esta parte.
  3. Utilize palavras chave em todas as partes possíveis. Onde? No título, na descrição do vídeo, na URL do vídeo e no nome do arquivo, nas Meta Tags, etc.
  4. Torne o vídeo fácil de compartilhar. Esse passo é essencial se você tem esperança de que os usuários que virem o seu vídeo promovam-no. Mais do que os mecanismos de busca, são as Redes Sociais que geram o maior número de tráfego para vídeos, então não se esqueça dos botões do Facebook, Google+ e Twitter, pelo menos.
  5. Permita comentários e avaliações. É claro que você corre o risco de receber críticas também, mas isso é parte do jogo e as avaliações ajudam o YouTube a classificar seu vídeo.
  6. Leve a primeira dica a sério. Você pode compartilhar seu vídeo em todos os sites de compartilhamento de vídeos da internet, mas não deixe, de forma alguma, de hospedá-lo no YouTube. Apenas lembre que o YouTube pertence ao Google, o que já lhe oferece um passo a frente no posicionamento do vídeo nas páginas de pesquisa do Google.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fique a vontade e deixe um comentário.

Boa Sorte!

Técnicas de Gerenciamento de Reputação Online

técnicas-ninja

Não é preciso muito para que sua reputação online fique manchada, como já falei sobre isso no post: “Reputação Online, você está preocupado? Deveria…”

Uma única foto ou comentário feito por um concorrente ou um cliente insatisfeito pode causa danos à sua reputação e acabar prejudicando você de uma forma inesperada.

O Gerenciamento de reputação online pode ser uma coisa frustrante e difícil, ficar monitorando os resultados dos mecanismos de pesquisa, utilizando técnicas de SEO para fazer com que esses resultados desapareçam da primeira página…

Mas, embora seja um trabalho que exige tempo, cada passo vale a pena se isso proteger sua reputação, certo?

Então aqui vão algumas dicas do que fazer:

Mídias Sociais

Você com certeza precisa de perfis nas Mídias Sociais, mesmo que seja apenas para defender sua reputação, responder a comentários ou críticas e atender clientes insatisfeitos antes que sua insatisfação se torne um problema para você.

Meu conselho é que você não saia se cadastrando em todas as Mídias Sociais disponíveis, primeiro porque você, sinceramente, não terá tempo para administrar todas elas de forma satisfatória, segundo é realmente uma questão de qualidade x quantidade.

Concentre-se nas Mídias que você conhece e que sabe que seus clientes, concorrentes ou futuros empregadores estarão. LinkedIn, Twitter, Youtube e Facebook são boas escolhas.

A questão é lembrar que apenas possuir um perfil não fará diferença nenhuma, você precisa estar realmente ativo, além de fazer um bom monitoramento para evitar que quaisquer comentários que o desabone passe despercebido.

Conteúdo de qualidade, comentários, repostas a questionamentos, conquista de links, a questionamentos, conquista de links, tudo isso toma tempo e quanto mais perfis você tiver, mais fácil será ignorar um deles por falta de tempo, o que pode acabar sendo prejudicial.

Resumo biográfico

Fale sobre si mesmo antes que outros o façam. Disponibilize um resumo de sua biografia, blog, eventos, prêmios conquistados.

Não se limite a textos, insira vídeos, links para o seu site e para seus perfis nas Mídias Sociais. Faça o seu Marketing de forma a que sua personalidade, conquistas e metas estejam disponíveis.

Você não só não tem o que esconder como tem muito que mostrar.

 

Qualidade

A construção de links é uma excelente forma de se destacar, mas tenha certeza de que esses links são reais e que realmente estão contribuindo para a sua reputação.

Acredite você não vai querer seu nome ou o da sua empresa, ligados a links de sites que podem acabar prejudicando sua reputação.

É isso, espero que de alguma forma tenha ajudado você a se inteirar mais sobre Gerenciamento de Reputação Online.

Acesse nossa página e saiba mais sobre Marketing Pessoal e Profissional.

Boa sorte!

Mídias Sociais… Você sabia? – Parte III

youtube

Continuando a sequência d posts sobre alguns segredos ou coisas que passam despercebidas nas Mídias Sociais, hoje vamos dar uma olhada no YouTube.

O vídeo é um dos melhores e mais utilizados sistemas de marketing desde a invenção da TV, mas você pode estimular ainda mais as pessoas a gostarem dos seus vídeos com pequenos truques.

Extensão do Google Analytics para o YouTube

O YouTube possui diversas formas de o empresário analisar o andamento da campanha, números de exibições, retenção de audiência, dados geográficos, etc.

Isso lhe oferece informações importantes sobre o que em seu vídeo interessou as pessoas, isso você pode conseguir através dos dados de retenção de audiência.

Os dados vão informar até mesmo quantas pessoas assistiram ao vídeo completo e em que momento do vídeo as pessoas começaram a perder o interesse.

Anotações 

Você já deve ter reparado que alguns vídeos apresentam pequenas pop-ups durante a exibição, com um comentário a respeito do assunto.

Utilizando essas anotações você pode destacar ou fornecer uma informação extra no vídeo sem que isso o interrompa.

Os empresários podem aproveitar essas anotações para inserir promoções ou ofertas que não dependam do usuário chegar até o final do vídeo.

Evite fazer uploads de novas versões do mesmo vídeo

É claro que até você fazer o upload do vídeo você já fez milhares de análises e é claro que depois de pronto você vai fazer outras milhares, mas não fique enviando correções e modificações.

Procure se conter e manter a versão original (a menos que você descubra algum erro flagrante ou descubra, através da análise que uma determinada parte do vídeo DEVE ser retirada) pois a cada upload você perde todos os dados do Analytics e neste caso vai ficar difícil utilizar uma das maiores vantagens do YouTube.

Use o editor do YouTube

Uma excelente adição do YouTube  é a ferramenta de edição de vídeo.

Ela permite que você faça pequenas alterações no vídeo como mudança de áudio, redução e etc.

Esta ferramenta é excelente para quem precisa de uma ferramenta simples e gratuita para fazer modificações.

Próximo post: LinkedIn.

O quê, você ainda nem tem um perfil no LinkedIn? Pois você vai descobrir as vantagens de criar um.

Boa sorte!

Postas relacionados:

Mídias Sociais… Você sabia? – Parte I

Mídias Sociais… Você sabia? – Parte II

O tamanho perfeito das imagens nas Redes Sociais

Otimizando o seu vídeo para o YouTube

videos

A cada minuto, mais de 60 horas de vídeo são carregados no YouTube.

Sabendo disso você deve se perguntar o que deve fazer para que o seu vídeo se destaque em meio a tantos outros, certo?

Bem, você pode seguir alguns passos que irão ajudar o seu vídeo a aparecer nos resultados de busca e com isso aumentar as chances das pessoas o visualizarem.

A gente sabe que o Google sempre dá preferencia para conteúdo consistente e bem otimizado e quando se trada de vídeos é muito mais fácil de conseguir uma boa colocação nas páginas de pesquisa.

Porque?

Simples, há muito mais sites competindo com sites do que vídeos com vídeos.

Além disso já foi provado (não sou eu quem está falando, foi uma pesquisa da ComScore) que vídeos prendem a atenção do usuário dois minutos a mais do que um texto comum.

Mas para melhorar ainda mais o posicionamento aqui vão algumas dicas de otimização para vocês.

Crie um Sitemap do seu vídeo

Se o vídeo está no seu site o ideal é que você “mostre” ao Google onde ele se encontra criando um sitemap.

O sitemap é um arquivo XML, que ajuda o Google a indexar o conteúdo do site e isso vale também para o vídeo.

Converse com seu webmaster.

Use o YouTube

Mesmo que o vídeo esteja no seu site, você pode, e deve, coloca-lo no YouTube também.

Essa é, sem dúvida alguma a forma mais eficaz de alcançar o público.

Não se esqueça dos links

Eu gosto de bater nesta tecla (literalmente falando rsrs). Os backlinks ainda são a melhor forma de SEO e neste caso, se o seu vídeo possui um link para o seu site, cada vez que alguém compartilhar você estará ganhando.

Palavras chave

Ah sim, isso também é importante em vídeos.

Tente usar um título (h1) que chame a atenção, mas não se esqueça de que ele também deve conter sua palavra chave principal.

Quando for descrever o vídeo ou o motivo de tê-lo feito, lembre-se sempre de incluir palavras chave relevantes para o SEO do vídeo, mas o título continua sendo o mais importante, então pesquise, pense e decida por um título realmente relevante.

Lembre-se de utilizar no máximo 66 caracteres, caso contrário quando o link aparecer no Google o título não aparecerá completo.

Uma boa idéia é incluir a palavra “vídeo” o máximo de vezes possível pois a maioria dos usuários costuma utilizar esta palavra quando pesquisam.

URL

Se o seu objetivo não é apenas divulgar o vídeo, mas atrair os usuário para o seu site, não se esqueça de incluir a URL no texto de descrição do YouTube.

Texto de descrição do vídeo

É importante que você utilize este espaço para incluir mais palavras chave relacionadas ao vídeo.

Além disso ajuda o Google a entender o conteúdo do vídeo e classifica-lo da melhor forma.

Ok, eu vou repetir, inclua a palavra “vídeo” tantas vezes quanto possível, sem que isso torne o seu texto muito estranho.

Tempo de duração

O tempo de duração de um vídeo influi na opção do usuário de assistir ou não, se o vídeo for longo demais eles podem acabar desistindo de assistir.

Quantos vídeos do YouTube você já assistiu com mais de 5 minutos de duração?

Certo, cinco minutos já é tempo demais, experimente 3 e você irá agradar gregos e troianos.

Caso o conteúdo peça por algo mais extenso, experimente dividir em partes, se a primeira parte for interessante o bastante, o usuário irá procurar a segunda por conta própria.

Boa sorte!

Posts relacionados:

Quando o vídeo é mais do que uma simples opção de Marketing

Dicas de marketing viral – continuação

Guia de Mídias Sociais para pequenas empresas – Parte I

Corrida para as mídias sociais

O tamanho perfeito das imagens nas Redes Sociais

imagens-midias-sociais

Se você é como eu e gosta de ficar trocando imagens nos perfis das Redes Sociais, por motivos pessoais ou profissionais, você provavelmente já se deparou com o mesmo problema que eu. O tamanho exato das imagens. Nossos perfis nas Redes Sociais representam o que somos, por isso precisamos cuidar para que essas imagens não apareçam pixeladas, cortadas ou deformadas. Quantas vezes você não precisou redimensionar alguma imagem para ela caber na imagem de capa do Facebook? E o que dizer dos Avatares que são todos em tamanho diferente? A Ginger Original publicou um infográfico para facilitar nossa vida e eu me dei o trabalho de traduzir para poder publicar para vocês. Então, vamos lá…

imagens-facebook

Imagens Google Plus

Imagens Twitter

Imagens YouTube

Imagens LinkedIn

Imagens Pinterest

Posts relacionados:

Escolhendo as melhores Mídias Sociais

Como criar um endereço pessoal no Facebook

Corrida para as mídias sociais